Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Fotos do programa Bom Gourmet TV, em novo formato, com dicas em 1 minuto, apresentado pelo chef de cozinha Guilherme Guzela.
Dicas deste programa:
- Maionese
- Rocambole de Morango
- Cuscuz Marroquino
- Polenta
Local: Núcleo Estilo de Vida - Curitiba - PR
Fotos do programa Bom Gourmet TV, em novo formato, com dicas em 1 minuto, apresentado pelo chef de cozinha Guilherme Guzela. Dicas deste programa: - Maionese - Rocambole de Morango - Cuscuz Marroquino - Polenta Local: Núcleo Estilo de Vida - Curitiba - PR| Foto: Gazeta do Povo
Fotos do programa Bom Gourmet TV, em novo formato, com dicas em 1 minuto, apresentado pelo chef de cozinha Guilherme Guzela.
Dicas deste programa:
- Maionese
- Rocambole de Morango
- Cuscuz Marroquino
- Polenta
Local: Núcleo Estilo de Vida - Curitiba - PR
Fotos do programa Bom Gourmet TV, em novo formato, com dicas em 1 minuto, apresentado pelo chef de cozinha Guilherme Guzela. Dicas deste programa: - Maionese - Rocambole de Morango - Cuscuz Marroquino - Polenta Local: Núcleo Estilo de Vida - Curitiba - PR| Gazeta do Povo

A maionese é uma coisa maravilhosa. Consiste em ovos, óleo vegetal e um líquido ácido, geralmente vinagre ou suco de limão, mas o resultado não se parece com nenhum dos ingredientes. Isso, claro, vale também para um monte de comidas cozidas. A diferença é que a maionese não é aquecida, apenas misturada (embora os ovos usados na maionese comercial sejam pasteurizados, ou seja aquecidos, para evitar a salmonela).

A história da sua criação, segundo o site da Hellman’s, é essa: “Reza a lenda que a maionese seja uma invenção do chef francês do Duque de Richelieu em 1756. Enquanto o Duque derrotava os britânicos no porto de Mahon [na atual ilha espanhola de Minorca], o chef dele preparava um banquete para comemorar a vitória que inclui um molho feito com creme e ovos. Quando o chef percebeu que não havia creme na cozinha, improvisou e substituiu o creme por azeite de oliva. Uma nova obra culinária havia nascido e o chef a batizou de “mahonese” em homenagem à vitória do Duque”.

Em 2010, o escritor de gastronomia Tom Nealon definiu “ridícula” a história e formulou a hipótese que a “salsa mahonesa” surgiu muito mais cedo no Mediterrâneo a partir da antiga combinação de alho e azeite de oliva, conhecida com vários nomes como allioli, alholi ou aioli. “Allioli existe pelo menos desde a época de Plínio [escritor da Antiga Roma], que escreveu sobre o prato no primeiro século, mas o preparo sempre foi problemático — forçar uma emulsão de óleo, alho e sal é uma tarefa quase impossível.

O preparo restou por milhares de anos um segredo catalão por uma única razão — podia ser escondido da vista porque era o equivalente da magia negra. O que aparentemente aconteceu a um certo ponto (provavelmente durante a Renascença) foi que alguém adicionou um ovo e um ácido à receita. Tudo mudou — qualquer pessoa com essas simples instruçãões podia agora fazer esse molho maravilhoso. ?Conseguiram fazê-lo porque a gema do ovo age como um emulsificante que une o óleo e a água do vinagre ou do suco de limão?, explica a bioquímica Shirley O. Corriher em seu livro ?CookWise?.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]