Restaurantes

Mudança

Conheça o novo conceito descolado do restaurante Manu que reabre nesta quarta

Menu degustação permanece, mas em clima descontraído; chef Manu Buffara baixou preço, aumentou a música e reabre nesta quarta (31)

por Flávia Schiochet Publicado em 30/05/2017 às 18h
Compartilhe

Música alta e preço mais baixo. Estas são algumas das mudanças pensadas pela chef Manu Buffara para a nova fase do restaurante Manu, que reabre nesta quarta, 31. Ainda há vagas para reserva em todos os dias da primeira semana de funcionamento, de 31 de maio até 3 de junho.

Durante a manhã do dia 30 de junho, o salão estava com as cadeiras de pernas para o alto em meio a caixas de musgos, plantas e cascas de semente e árvore coletados no dia anterior pela própria chef na casa de seu fornecedor de ostras, o Nininho. Ele mora em Ilha Rasa, no litoral do Paraná. “Estou ansiosa. Hoje cheguei na feira às 6h15, não consegui ficar em casa. Fui até Ilha Rasa buscar as plantas, hoje à tarde faremos os novos arranjos de mesa”, contou a chef, enquanto fatiava uma bottarga.

Novo Manu_LET27104

O cardápio inclui cinco snacks, pão, manteiga, quatro pratos, uma sobremesa, a taxa de serviço (10%), água à vontade, vinho, serviço de café (Hario, globinho ou prensa francesa) e petit four. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Manu quer um clima mais descontraído no restaurante e para isso, aposta na música e na reformulação do serviço: os próprios cozinheiros servem os pratos no salão, que passa a ter 24 lugares em vez de 20. Cada prato será servido em uma peça feita à mão pela ceramista Danielle Carazzai com elementos da flora do Paraná, como uma grimpa de pinheiro e folha de bananeira. Para marcar a mudança, a fachada ganhou um graffiti cheio de cores de Paula Calory.

Novo Manu_LET2734-manu4

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Continua o menu degustação com ingredientes sazonais, mas no lugar de nove pratos na sequência, o jantar começa com cinco snacks (mais volumosos), quatro pratos principais (o último, para os comensais repartirem entre si) e uma sobremesa. Com isso, o valor por pessoa diminuirá de R$ 400 para R$ 235. No novo valor estão inclusos harmonização de vinhos, água, serviço de couvert e de café e a taxa de 10% – leia mais sobre a mudança do Manu. Há também a opção de menu degustação mais enxuta, com apenas a sequência de snacks, pratos e sobremesa (R$ 160 por pessoa + R$ 72 harmonizado).

Fachada ganhou graffiti cheio de cores de Paula Calory. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

LEIA TAMBÉM

Presentes para adoçar o Dia dos Namorados

Calefação, lareira e mantas para clientes: bares e restaurantes quentinhos em Curitiba

Marca curitibana ganha medalha de ouro na Libertadores das cervejas

Serão duas opções de menu por este valor: o menu Manu, autoral, e o Mundo Vegetal, que atende a vegetarianos. Alguns snacks são novos. Faz parte da sequência de outono do menu autoral bottarga (ovas de tainha curadas por duas semanas) e pinceladas com picles de limão e para o menu vegetariano, tostex de brioche e rapadura com emulsão de cenoura, picles de cenoura e manjerona. Outra novidade é o chips de inhame com semente de quiabo tostado e pimentão laranja na chapa, servido tanto para o autoral quanto para o vegetariano.

couve flor manu buffara menu 2017

Couve flor braseada com leite de castanha do Pará e salsinha, integrante do menu vegetariano, continua no cardápio, mas com nova louça. Foto: Divulgação

O anúncio de uma mudança no serviço da casa fez a chef diminuir o tempo que passaria fechado, tamanha a procura pela experiência “antiga”.

Compartilhe

8 recomendações para você