Pessoas

reality show

Masterchef: preparo de sardinha fresca elimina candidato de Curitiba

Preocupado com as espinhas do peixe, Victor B. empratou nos últimos 30 segundos de prova o que prejudicou a apresentação do prato

por Flávia Schiochet Publicado em 17/05/2017 às 10h
Compartilhe

O preparo de peixes frescos têm dado trabalho aos participantes da terceira temporada do MasterChef Brasil. Depois dos peixes de rio, a sardinha fresca foi um obstáculo para quatro dos sete cozinheiros amadores que caíram na prova de eliminação do episódio de terça, 16. O programa começou em um ringue de boxe, com uma prova em equipe.

Primeira prova do episódio de 16 de maio foi dietas restritivas para atletas que precisavam perder peso (low carb) e ganhar peso. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Primeira prova do episódio de 16 de maio foi dietas restritivas para atletas que precisavam perder peso (low carb) e ganhar peso. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Os candidatos deveriam preparar dois menus com entrada e prato principal para 60 lutadores em dois tipos de dieta restritivas: que precisam perder peso (low carb) e que precisam ganhar peso. Um dos pratos deveria ser uma sopa com caldo de frango.

A equipe vermelha foi liderada por Léo e preparou canja de frango com brócolis (low carb) e fricassê de legumes com béchamel como entrada. A equipe azul, liderada por Vítor V., começou o menu com creme de ervilha e almôndegas de frango (low carb) e salada quente de batata com frango. Para o prato principal, a equipe vermelha fez moqueca de tilápia (low carb) e purê de batata-doce com baby beef e molho. A equipe azul preparou frango com espinafre e couscous de couve-flor (low carb) e galinhada caipira.

Participantes do time vermelho observam a prova de sardinha fresca do mezanino. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Participantes do time vermelho observam a prova de sardinha fresca do mezanino. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

A “maldição do avental azul” continua e a equipe vermelha venceu com 32 votos. Dentre as críticas, o frango da equipe azul estava seco e faltou um acompanhamento para o peixe da equipe vermelha. “Decidi ouvir mais meus colegas nesta prova. A Taise e o Fernando me deram bastante dicas por entenderem dessas dietas restritivas”, disse Léo.

Leia mais:
MasterChef erra na quantidade e jurados ficam sem comida

Representante do Paraná faz melhor prato da noite no MasterChef

Sardinha na prova

O desafio da prova eliminatória foi preparar sardinha em lata ou sardinha fresca. “É muito fácil fazer lagosta, salmão, caviar ou robalo. Agora, fazer uma sardinha inesquecível é difícil. Vocês precisam fazer a sardinha brilhar”, descreveu o jurado Erick Jacquin.

Sardinha fresca desafiou quatro participantes do Masterchef. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Sardinha fresca desafiou quatro participantes do Masterchef. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Quem decidiu com qual ingrediente cada candidato ia cozinhar foi Vítor V, que deixou as sardinhas em lata para si e também para Yuko e Nayane. Ana Luiza, Deborah Victor B e Fabrizio ficaram com as sardinhas frescas.

Ana Luiza tira espinhas da sardinha fresca. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Ana Luiza tira espinhas da sardinha fresca. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

“Para preparar a sardinha fresca precisa de técnica na hora de tirar as escamas para não romper a pele e também tirar as milhares de espinhas minúscula. É um peixe muito saboroso, delicado e rústico ao mesmo tempo”, afirmou a jurada Paola Carossella.

Victor B limpa a sardinha fresca para confitá-la. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Victor B limpa a sardinha fresca para confitá-la. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Apesar de não ser usual um produto enlatado ser tão saboroso quanto o fresco, a sardinha em lata é mais macia, com maior oleosidade (por ser conservada em óleo) e desmancha facilmente. A sardinha fresca, por sua vez, tem como características o sabor mais acentuado de peixe e render filés finos. “Na França, há latas de sardinha com safra, safras de 20 anos atrás. Eu coleciono sardinha em lata”, revelou Jacquin.

Os pratos mais elogiados dos participantes foram os de Vítor V, que fez uma massa fresca com sardinha em lata; Deborah serviu a sardinha com pasta de castanha de caju, brócolis e batata cozida; e Ana Luiza, considerada a melhor da prova, que recheou o peixe com sálvia e guarneceu o prato com salada e maionese de limão.

Eliminação

O representante de Curitiba, Victor Bourguignon, havia surpreendido os chefs com seu ragu de pato na prova de eliminação da semana anterior. Ele se superou após se cortar e ter que sair no início da prova para levar três pontos no dedão. Ainda com o curativo na mão (os episódios são gravados em dias sequenciais), o brasiliense que mora em Curitiba começou bem a prova eliminatória, confitando a sardinha em azeite de oliva, mas perdeu o timing para empratar sua sardinha com berinjela e abobrinha.

Vitor tem 26 anos, nasceu em Brasília e atualmente mora em Curitiba, no Paraná. Tem uma empresa de mídias sociais e faz parte de duas bandas: uma de pagode e outra de pop.

Victor B foi o 13º eliminado da terceira temporada de Masterchef amadores. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Victor B foi o 13º eliminado da terceira temporada de Masterchef amadores. Foto: Carlos Reinis/Divulgação

Fiquei muito preocupado com as espinhas do peixe. O prato estava gostoso, mas o que me ferrou mesmo foi o empratamento e a falta de cuidado na hora de servir. Eu precisava ter caprichado mais”, avaliou Victor. Na despedida, Victor comemorou ter chegado aos primeiros 15 melhores cozinheiros amadores e que “vai dar a volta por cima”. “Quero continuar cozinhando, é onde eu quero estar”, disse à apresentadora Ana Paula Padrão.

No próximo programa, os participantes terão que preparar um ouriço-do-mar e, na eliminatória, fazer drinks e coqueteis.

Compartilhe

8 recomendações para você