Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Restaurante coronavírus
Decreto do Governo do Paraná que proíbe eventos com mais de 50 pessoas não atinge a iniciativa privada.| Foto: Pixabay

Os bares e restaurantes do Paraná não precisam fechar as portas nem reduzir o público a no máximo 50 pessoas neste momento de prevenção ao novo coronavírus. É o que informa o decreto do Governo do Estado emitido nesta segunda-feira (16) pelo governador, Carlos Massa Ratinho Junior, e detalhado em uma reunião nesta manhã. O texto, que recomendava o cancelamento de reuniões e eventos com mais de 50 pessoas, determina a suspensão apenas para a administração direta, autárquica e fundacional, e não atinge a iniciativa privada.

Segundo informou o Palácio Iguaçu nesta manhã, o artigo 3 do decreto 4.230/2020 sobre funcionamento dos estabelecimentos comerciais, a decisão deverá ser tomada pelos proprietários.

“O decreto tem caráter educativo e de orientação, mas não atinge restaurantes, shoppings e estabelecimentos comerciais, que podem continuar desempenhando as suas rotinas”, relatou em nota à reportagem.

Frequentar bares e restaurantes é seguro, e os estabelecimentos estão tomando as medidas necessárias para conter o avanço do coronavírus. Entre elas estão a separação das mesas, a limpeza constante de utensílios e móveis, a orientação e a disponibilização de frascos de álcool-gel para os clientes.

Assembleia

Ainda nesta tarde, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel-PR) fará uma assembleia para definir as estratégias de operação dos estabelecimentos durante o período de prevenção e contenção ao covid-19. O Bom Gourmet acompanha a reunião e transmite as decisões ao vivo no Facebook.

A assessoria de imprensa do Governo do Estado do Paraná afirma que, nos próximos dias, a administração estadual expedirá novo texto com determinações sobre a operação das atividades econômicas.

Determinação em Curitiba

Já na capital do estado, o decreto 421 do prefeito Rafael Greca veda a licenças e alvarás para realização de eventos privados com público superior a 200 pessoas por tempo indeterminado. A medida também suspende as autorizações já emitidas.

Em entrevista ao Meio Dia Paraná, da RPC, Greca afirmou que foi decretada situação de emergência em saúde para combater o coronavírus.

Conteúdo editado por:Talita Boros Voitch
4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]