Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Feira café
Edição de 2020 da Semana Internacional do Café foi realizada em digitalmente, e agora terá formato híbrido.| Foto: Felipe Gombossy/divulgação

Após mais de um ano e meio de restrições e sem receber o público para um bate-papo olho no olho, as grandes feiras presenciais do setor de food service estão de volta no formato presencial. A retomada dos eventos, que começou em setembro com a ProWine São Paulo, terá mais duas a partir desta semana.

Nesta quarta (10) começa a tradicional Semana Internacional do Café (SIC), em Belo Horizonte, e na quinta (11), a Expo Franchising ABF, no Rio de Janeiro. Enquanto a primeira chegou a ter uma edição virtual em 2020, a segunda acabou transferida para 2021.

Em ambas as feiras, o sentimento de resiliência e reconquista dos negócios é o mesmo, como um novo começo de trajetória para muitos empreendedores e trabalhadores dos segmentos. O próprio tema escolhido pela SIC é um retrato disso: "retomar, reencontrar, reconectar".

Para Caio Alonso Fontes, diretor de planejamento da Café Editora, uma das organizadoras da SIC, o mercado do café e das cafeterias sofreu um enorme baque durante a pandemia, o que torna a feira uma importante fonte de novos negócios.

“O encontro é ainda mais necessário neste momento desafiador e, sem dúvida, é uma grande alegria realizar o formato presencial, mas com cuidado e responsabilidade”, diz.

É o mesmo sentimento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), que tem visto a retomada dos negócios crescer na casa dos dois dígitos entre perdas e ganhos desde 2019. Beto Filho, presidente da seccional Rio de Janeiro da entidade, diz que há uma demanda reprimida de novos investidores no mercado.

“Teremos diversas novidades positivas para os visitantes, com modelos de negócios diferenciados para todos os perfis. Somos a única edição de feira física oficial do sistema de franquias no Brasil em 2021, portanto, temos uma grande responsabilidade”, afirma.

Levantamento da ABF aponta que o faturamento do sistema chegou a R$ 41,140 bilhões de abril a junho deste ano, uma variação de -35,7% de 2019 para 2020, e de +48,4% para 2021. A receita do franchising mostra, portanto, recuperação significativa no trimestre pesquisado, quando comparado ao ápice dos efeitos da pandemia (em 2020).

Café para todos

A Semana Internacional do Café abre as portas nesta quarta (10) com 88 expositores mostrando seus produtos e serviços no ExpoMinas, em Belo Horizonte. O Bom Gourmet Negócios estará lá com uma cobertura especial da feira pelas redes sociais e, na semana seguinte, com reportagens no site.

Até o dia 12, a SIC terá uma ampla programação de mercado que inclui rodadas de negócios do mercado do café e oficinas na Cafeteria Modelo para os atuais e futuros empreendedores.

A feira é também um referencial quando o assunto é qualidade dos preparos, com cursos especiais na área de Torra Experience, a prova de cafés na Sala de Cupping, as apresentações do Barista Jam e a premiação dos melhores cafés e baristas do Brasil de 2021 – o concurso Coffee of the Year.

ExpoMinas
Pavilhão do ExpoMinas, onde é realizada anualmente a Semana Internacional do Café.| reprodução Facebook/SIC

Roberto Simões, presidente do Sistema FAEMG, afirma que a SIC se consolidou como a principal feira setorial do café no Brasil ao longo de oito edições, e que a retomada do evento presencial trará novos negócios tão importantes neste momento de retomada da economia.

“É de extrema importância que possamos conjugar a realização do evento de forma digital e presencial este ano, aliando a experiência sensorial aos resultados econômicos e sociais que o evento sempre possibilita”, analisa.

A forma digital a que ele se refere é o ciclo de palestras e debates realizados pela plataforma digital da SIC em transmissões a partir do ExpoMinas. Entre eles estão os painéis gratuitos com grandes especialistas na Central SIC e no Studio Streaming Room, além dos debates marcados para o DNA CAFÉ e o Fórum da Cafeicultura Sustentável; e eventos especiais como Minas Coffee Origin Summit e o Prêmio AT&G Senar.

Para acompanhar a programação e/ou participar presencialmente da SIC, as inscrições podem ser feitas aqui.

De olho nas franquias

Já na quinta (11) começa a Expo Franchising ABF Rio, com cerca de 200 marcas de todo o Brasil expondo suas franquias no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro.

Durante os três dias de feira, os interessados em abrir o próprio negócio de alimentação fora do lar poderão escolher as mais acessíveis a seus orçamentos entre as 33 expositoras. Há opções desde R$ 54 mil, da paranaense Sr. Espeto, até R$ 725 mil, da carioca Le Bonton.

A expectativa, segundo Beto Filho, é de que a feira movimente em torno de R$ 150 milhões em novos negócios. Para ele, há uma grande demanda reprimida de novos empreendedores, principalmente aqueles que perderam o emprego durante a pandemia e estão com verbas rescisórias no bolso para investirem no próprio negócio.

“Na última edição da feira, em 2019, foram fechados R$ 180 milhões em novos negócios. E, embora a previsão agora seja um pouco menor, acredito que podemos até ter uma surpresa e superar este valor”, explica.

Além dos expositores, a Expo Franchising ABF Rio traz um novo Fórum de Franchising focado em conteúdo e inovação, com uma grade de palestras gratuita de temas pertinentes às novas demandas do mercado pós-pandemia.

Entre os painéis confirmados estão os de orientações a quem quer começar a empreender – com franquia ou negócio próprio –, entender como funciona o mercado, escalar o negócio, burocracias, entre outros.

Informações da Expo Franchising ABF Rio 2021 estão disponíveis no site do evento, e os ingressos apenas um dia ou passaporte para os três dias podem ser obtidos aqui.

Protocolos anti-Covid

O acesso tanto à SIC quando à Expo Franchising será permitido apenas mediante a apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 de, pelo menos, uma dose. Na primeira, será feita uma triagem na entrada do ExpoMinas com a verificação da temperatura corporal e checagem de sintomas nas últimas 48 horas.

Já na segunda, a Expo Franchising vai exigir um teste negativo de Covid-19 para quem tomou apenas uma dose da vacina.

Outra medida de prevenção adotada pelas duas feiras é o uso obrigatório da máscara de proteção o tempo todo de permanência nas áreas de exposição. A retirada é permitida apenas para a degustação de alimentos e bebidas, devendo ser recolocada imediatamente após o consumo.

O layout interno dos pavilhões também terá uma configuração diferente, com pelo menos 4 metros de largura das ruas internas, e ocupação máxima permitida de acordo com os decretos sanitários locais – 100% do permitido pelo Corpo de Bombeiros em Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]