Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Junior Durski
Chef e empresário criador das redes Madero e Jeronimo vai contar os erros e acertos na trajetória do grupo.| Foto: Albari Rosa/arquivo/Gazeta do Povo

“Eu errei muito na minha vida, sigo errando e vou continuar errando”. A afirmação poderia ser atribuída a qualquer um de nós nas nossas carreiras, mas é do chef e empresário Junior Durski ao refletir sobre o caminho na construção de uma das maiores e mais importantes empresas de alimentação fora do lar do país, o Grupo Madero.

A partir de uma pequena hamburgueria em Curitiba, Durski mudou completamente a cara do fast-food nacional – mexeu até mesmo com as grandes redes. Seu modo de gestão no Grupo Madero é rico e particular e é sobre isso que ele vai falar na Arena FoodCo., evento online gratuito de lançamento do FoodCo. no dia 26 de julho às 17h (veja mais abaixo como participar) para empresários de operações de gastronomia - restaurantes, padarias, cafeterias entre outros.

Será uma palestra com bate-papo aberto para perguntas em que Junior Durski contará detalhes como funciona a gestão do seu conglomerado e que podem servir para melhorar a operação e tornar mais rentável outros negócios de gastronomia pelo Brasil, mesmo considerando a diferença entre o gigante grupo de Durski e operações independentes de outros empresários.

“Vou compartilhar meus erros e segredos de gestão para que os empresários que já estão aí ou que vão entrar no mercado. O erro é o grande ensinamento que a gente tem na vida, e vou falar o que deu certo, o que deu errado, porque deu errado e como corrigi para continuar crescendo e expandindo”, explica o chef.

Desde que o Grupo Madero foi criado há 16 anos, outras marcas além de Madero e Jeronimo surgiram e foram encerradas e o próprio formato destas duas sobreviventes mudou com o tempo. Uma já foi apenas steakhouse, outra um fast-food focado em um público mais jovial, entre elas algumas marcas que vendiam apenas parmegiana e sanduíches no pão baguete que, no final das contas, culminaram com as duas maiores operações que hoje somam mais de 230 restaurantes em cerca de 70 cidades brasileiras.

Durante o evento digital, o FoodCo. também apresentará o resultado de uma pesquisa exclusiva sobre o retorno dos consumidores aos salões dos restaurantes no segundo semestre deste ano, desenvolvida em parceria com a Brain Inteligência Estratégica, embaixadora do FoodCo.

As inscrições para participar da Arena FoodCo. são gratuitas e podem ser feitas por aqui. O evento será no dia 26 de julho, às 17h, exclusivo para quem se cadastrar como participante.

O futuro é agora

É para conectar, inspirar e ajudar na capacitação do mercado de food service queo FoodCo. foi criado e desenvolvido pela Pinó, a unidade de novos negócios da Gazeta do Povo. O FoodCo. é uma foodtech de comunidade e educação que tem como público-alvo donos de operações de gastronomia.

Com lançamento simultâneo à arena em que Junior Durski vai abrir seus segredos, a plataforma do FoodCo. vai oferecer aos seus membros premium conteúdos técnicos especializados produzidos por grandes nomes nacionais; bate-papos mensais dentro das arenas de experiências; estudos de caso inspiracionais com protagonistas do setor; análise de dados macroeconômicos que impactam o dia a dia das operações; pesquisas exclusivas sobre o comportamento do consumidor e do setor e curadoria diária de conteúdo nacional e internacional.

Além disso, os empresários de todo o Brasil também poderão se conectar com seus pares através do FoodCo. por meio das comunidades no WhatsApp. A premissa da foodtech é que a construção de um mercado de food service mais forte e competitivo precisa ser de modo coletivo, com troca de experiência entre todos os agentes da cadeia - da indústria, passando pelos fornecedores até os trabalhadores do setor.

Para Talita Boros Voitch, head do FoodCo., o mercado brasileiro de gastronomia tem muito potencial para ser mais rentável e profissional e o papel do FoodCo. será o de conectar empresários e ajudar a superar os desafios e preparar os empresários para o mercado vez mais digital e competitivo.

“Nós queremos construir de forma coletiva boas práticas para o mercado, seja na troca de experiências ou de conhecimento entre os agentes da cadeia. Nosso objetivo é atuar diretamente no dia a dia do empreendedor, tornando ele mais competitivo para assim desenvolver o mercado como um todo”, afirma.

Com isso, o FoodCo. busca desenvolver nos empresários a visão e o esclarecimento de que algumas práticas e processos que eram desenvolvidos antes da pandemia já não fazem mais sentido. Especialistas do mercado são categóricos em afirmar que todas as tendências até então pensadas para uma década foram aceleradas para poucos meses e que é preciso se profissionalizar e apostar em uma boa gestão para continuar crescendo.

“O FoodCo. é o resultado de anos de experiência que temos no setor de gastronomia com o Bom Gourmet, e que agora se apresenta de forma ainda mais assertiva para esse mercado de food service”, analisa Andrea Sorgenfrei, head da Pinó.

O FoodCo. é o desdobramento de uma iniciativa que começou há três décadas com a criação do Bom Gourmet, na Gazeta do Povo, e que se tornou uma das principais referências no mercado nacional de gastronomia. Um papel atuante e engajado no fomento da cena e reconhecimento de seus participantes, com guias, análises e a premiação dos mais atuantes há uma década, o Bom Gourmet é media partner do FoodCo.

No começo de 2020, nasceu a divisão focada nos empreendedores do setor, o Bom Gourmet Negócios, cobertura que ganhou muita relevância com a chegada da pandemia e a série de mudanças que as operações de gastronomia começaram a enfrentar.

13 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]