i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
"Safra das safras"

Vinho fino brasileiro vende 56% a mais em 2020 e bate recorde de consumo

  • PorMaria Eduarda Lass, especial para o Bom Gourmet
  • 01/02/2021 10:00
Vinho nacional
Setor comemora “descoberta” do vinho nacional pelo próprio brasileiro.| Foto: Pixabay

A “safra das safras” é como ficou batizado o ano de 2020 entre os produtores de vinhos finos brasileiros. No melhor ano da história do setor, a venda para o mercado interno bateu recorde, registrando aumento de 56% em relação a 2019.

Os dados são da União Brasileira de Vitivinicultura (Uvibra), com base em cadastros governamentais, e são referentes somente ao vinho produzido no Rio Grande do Sul, onde se concentra 90% da produção nacional.

A qualidade das uvas colhidas aliada à mudança de hábitos do brasileiro que, por conta da pandemia, passou mais tempo em casa, fizeram a comercialização interna da bebida fechar em mais de 24 milhões de litros, contra 15,4 milhões em 2019. A alta do dólar, que encareceu o vinho fino importado, também deu um “empurrãozinho” para que o consumidor desse uma chance para os rótulos locais.

“O trabalho é longo, mas estamos no caminho certo. Agora, uma parcela maior de brasileiros descobriu o vinho nacional e percebeu sua qualidade”, afirma Deunir Argenta, presidente da Uvibra.

Como resultado da maior comercialização em 2020, a participação do vinho fino nacional no mercado interno aumentou de 4% para 6%, enquanto o vinho fino importado caiu de 32% para 31%, segundo números da Ideal Consulting. O vinho de mesa - produzido com uvas de qualidade não vinífera - continua sendo responsável pela maior parte do mercado, mas caiu de 64% para 63% no mesmo período.

As exportações da bebida fina também tiveram crescimento: foram 3,4 milhões de litros em 2019 contra 4,4 milhões em 2020, uma alta de quase 30%.

Espumantes não acompanharam

A venda de espumantes nacionais teve queda de 6,63%, passando de 13,5 milhões para 12,6 milhões de litros, com exceção dos moscatéis que tiveram um pequeno acréscimo de 3,9%, indo de 8,9 milhões para 9,2 milhões de litros. Outra queda foi na categoria do suco de uva. Os 175,9 milhões de litros vendidos em 2019 caíram para 166,7 milhões em 2020, um tombo de 5,24%.

O resultado, porém, não tem a ver com a qualidade do espumante local: em um ano com milhares de festas e eventos cancelados, não só o espumante nacional, mas também o importado tiveram queda no consumo. Segundo dados da Ideal Consulting, champanhes tiveram queda de 36,2% e proseccos de 20,1% nas importações em 2020, na comparação com 2019.

Desafios para 2021 

Para o setor, a grande conquista de 2020 foi a percepção, por parte dos próprios brasileiros, da qualidade dos vinhos e espumantes nacionais. Também a aposta no e-commerce e em ferramentas práticas como o WhatsApp tem facilitado a venda com entrega em qualquer parte do país.

“Nosso país é um continente e o setor vitivinícola brasileiro, apesar de já existir mais de 20 regiões produtoras, ainda tem 90% de sua produção centralizada no Rio Grande do Sul. Precisamos melhorar ainda mais essa distribuição, aproximando o consumidor dos nossos rótulos”, ressalta Argenta. "Nosso desafio é manter este consumo e ir além”.

Conteúdo editado por:Guilherme Grandi
3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 3 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • A

    Abílio Lima Filho

    ± 7 horas

    Nossos vinhos não deixam nada a desejar em relação aos importados. Nossos rótulos têm sido premiados em vários concursos internacionais. Precisamos de mais divulgação e valorização da indústria vitivinícola. Parabéns!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • L

      leandro tavares

      ± 8 horas

      Parabéns aos produtores de vinhos nacionais, realmente estão produzindo excelentes rótulos !!!!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • O

        Osvaldo

        ± 11 horas

        Sim ! nosso vinho está cada vez melhor ..nossas melhores bodegas não devem nada para as de fora ...sem falar no preço , mais acessível...quem trabalha certo, colhe o fruto.. parabéns aos nossos produtores...

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        Fim dos comentários.