Produtos & Ingredientes

Ingrediente

3 dicas para usar tomate do jeito certo na hora de preparar molho caseiro

Rei da culinária italiana, o tomate nasceu na América do Sul e brilha em preparos que vão da salada à sopa

por Lorena Pelanda, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 22/05/2019 às 17h
Compartilhe

O fruto, equivocadamente chamado de legume, é versátil e faz parte da culinária mundial. É bastante popular entre os brasileiros, que consomem, em média, 18 quilos do fruto anualmente. Dos mais de 15 tipos de tomates existentes, oito podem ser encontrados facilmente por aqui.

Os mais comuns são o longa vida – também chamado de carmen – e o caqui. Por terem boa acidez e sabor mais fresco e suave, são indicados para saladas e vinagretes. O tomate holandês, que é o que vem no raminho verde, também á ácido e adocicado, sendo outra boa opção para saladas. Já o tomate debora é um coringa para o dia a dia, e pode ser usado tanto em molhos quanto em saladas.

tomate

Fundamental para diversas receitas, o tomate é muito consumido pelos brasileiros: são, em média, 18 quilos por pessoa a cada ano. Foto: Bigstock

>>>12 receitas versáteis para quem adora tomate

Para quem gosta de preparar molhos, o mais indicado é o italiano (ou pomodoro), que é de formato alongado e tem poucas sementes. Porém, ele é o que tem menor duração, devendo ser usado rapidamente. Os tipos cereja e cereja amarelo são menores, mais adocicados e ideais para canapés e espetinhos. Semelhante ao cereja, o tomate sweet grape é ainda mais doce e mais “carnudo”.

A sócia-proprietária do Empório Kaminski, a chef Camila Kaminski, afirma que o produto não pode faltar no estabelecimento. “Usamos o tomate em diversos pratos e saladas. Também  preparamos nosso próprio molho de tomate e um dos principais pratos da casa, a sopa eslava, leva 250 gramas de molho desse tipo de tomate.  O ingrediente é fundamental para criar o gosto mais adocicado e encorpar as receitas”, afirma a chef do Empório Kaminski.

Veja três dicas para usar o tomate do jeito certo na hora de fazer o molho:

Como escolher?

Escolha o tomate com pele firme e lisa. Evite comprar os que têm manchas ou partes danificadas. Uma boa dica é pressionar levemente o tomate para ver se ele não está mole.

>>>Como fazer um molho de tomate bem feito, rápido e prático

Com ou sem pele?

Depende do gosto, já que a textura da pele após cozida fica pouco atraente no molho. Para retirar a pele facilmente, faça um corte raso em “X” no tomate e depois espete um garfo. Depois, leve até a chama do fogo e vá girando até que toda a casca se rasgue. Coloque na água e puxe a pele. Fazer o mesmo corte, colocar na água quente e depois na fria também ajuda.

Como tirar o sabor ácido?

Acrescente uma cenoura, que vai tirar a acidez, sem mudar drasticamente o gosto do molho.

 

Compartilhe

8 recomendações para você