Bebidas

Opinião

3 motivos para visitar uma cervejaria, além de beber, é claro!

O colunista Luiz Celso Jr., do Bar do Celso, conta como um ser humano normal, não cervejeiro, pode aproveitar o passeio de forma educativa

por Luis Celso Jr. Publicado em 12/01/2019 às 12h
Compartilhe

Um artigo recente da Brewers Association (BA), a associação das microcervejarias norte-americanas, mostrou que, apesar do crescente volume de cerveja artesanal por lá, que chega a cerca de 13% do market share, o consumo per capta apresenta queda há dez anos. Para nós aqui no Brasil, o mais interessante é que uma das ideias para solucionar o problema é aumentar as visitas às cervejarias.

Eu, particularmente, adoro visitar as fábricas. Mas fiquei pensando porque um ser humano normal, não cervejeiro, iria em um programa desses. E aqui vão três bons motivos para você tirar o melhor proveito do passeio.

1 – Cerveja mais fresca direto da fonte

Cerveja é perecível. Ela envelhece e perde sabor com o tempo. Condições ruins de transporte e armazenagem podem tornar esse processo ainda pior e mais rápido. Portanto, nessa perspectiva, a melhor cerveja é a mais fresca. E que lugar é melhor para encontrar esse frescor do que na fábrica?

>> O que será tendência na produção e consumo de cerveja artesanal?

Foto: divulgaçãoRecentemente visitei a Cervejaria Don Gentilis (foto acima), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, e provei uma ótima cerveja tirada diretamente do fermentador. Era uma Weizenbier que foi apresentada com orgulho pelo fundador e cervejeiro Carlos Eduardo Lopes. O local é não é grande, mas tem até Biergarten, um charmoso bar com câmara fria, torneiras de chope e lojinha da fábrica. A Don Gentilis participa da Rota da Cerveja de Pinhais, tem eventos aos sábados e agenda visitas à fábrica por telefone.

2- Degustação de várias cervejas e estilos

No fim do ano passado também visitei a ØL Beer (foto abaixo), em São José dos Pinhais (foto abaixo), capitaneada pelo casal Eduardo Vosgerau e Isadora Neier. Eles vieram da cerveja caseira para a produção terceirizada e finalmente para a fábrica própria, que hoje tem capacidade de 26 mil litros por mês. Um local maior, também bonito e organizado que vale a visita.

Foto: divulgação

A convite deles, provei várias cervejas da marca em uma mesma degustação. Uma experiência bacana que facilmente pode ser reproduzida por qualquer um que visita uma cervejaria. Ela ajuda a entender a própria cerveja e o estilo do cervejeiro. A ØL Beer tem um bar da fábrica que abre aos sábados para visitantes.

3 – Aprendizagem de experiência cervejeira

Tudo isso é muito mais do que só beber cerveja. É uma experiência. Você pode visitar as instalações, conversar com o cervejeiro, entender mais sobre os estilos de cerveja e aprender muita coisa. Portanto, cada visita é única, já que cada cervejaria é diferente, assim como as cervejas e tudo mais. Que tal experimentar qualquer dia desses?

Serviço


LEIA TAMBÉM:

>> Como a origem dos insumos e a técnica de produção mudam o sabor da cerveja que você toma

>> 3 receitas de queijos crocantes por fora e derretidos por dentro

 

Compartilhe

8 recomendações para você