i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
#BomGourmetNegócios

Bella Paulista: o que faz a padaria ser a mais movimentada de SP

  • 26/02/2020 08:58
Buffet Bella Paulista
O buffet servido em três períodos do dia é responsável por mais da metade do faturamento. Foto: Caio Ferrari/divulgação.| Foto: Caio Ferrari/divulgação.

Madrugada de sexta-feira, 1h da manhã: uma pequena fila de clientes espera para ocupar alguns dos 250 lugares da padaria Bella Paulista, na região da Avenida Paulista, em São Paulo – e não é para comprar pão. O local é uma espécie de ponto de encontro a qualquer hora do dia ou da noite há 18 anos, um marco considerável para estabelecimentos que se propõem a funcionar 24 horas sem parar.

Cerca de cinco mil clientes passam pela Bella Paulista todos os dias em busca do tradicional pão e leite comuns a qualquer padaria, mas também para paradas estratégicas para os cafés da manhã e da tarde, o almoço e o jantar, e ainda aquele lanche da madrugada. São funcionários de multinacionais que trabalham em diferentes fusos horários, pessoas entrando e saindo do expediente, jovens indo para as baladas e gente que simplesmente está em busca de uma refeição ou um lanche a qualquer hora.

Patrícia Oliveira, gerente de operações da Bella Paulista, afirma que a grande aceitação do público com a operação se deu pela diversificação do mix de produtos oferecidos desde que a casa abriu as portas, em agosto de 2002. Além do serviço de padaria, há ainda uma adega com mais de mil rótulos de vinhos de diversos países, buffet de saladas no almoço e sopas no jantar, pizzaria, sorveteria, uma frutaria completa e, mais recentemente, um bar de drinks.

“O negócio é sempre buscar novidades para os clientes, e entender o que ele deseja da gente”, explica Patrícia Oliveira.

Só no último ano, a Bella Paulista teve um crescimento de 20% no faturamento, mas o montante não é divulgado. A maior parte dos lucros vêm dos produtos de fabricação própria, como os lanches, refeições e até mesmo o sorvete artesanal. Apenas dois em cada dez itens são de fora da padaria, como vinhos e laticínios.

Inovar para crescer

Bella Paulista
A casa atende mais de cinco mil clientes ao longo das 24 horas do dia. Foto: Caio Ferrari/divulgação.| Caio Ferrari/divulgação.

A Bella Paulista cresceu ao longo de quase duas décadas com um modelo de operação que lembra um pequeno supermercado gourmet apenas com alimentos e bebidas. São dez seções distribuídas em um espaço de cerca de 300 metros quadrados só na área de atendimento – há mais 400 metros quadrados para o preparo dos produtos.

O negócio surgiu na época em que os supermercados começaram a fabricar pães além do tradicional francês, mas sem um apelo para que as pessoas permanecessem ali. A localização em um movimentado centro comercial na Rua Haddock Lobo e o modelo de padaria boutique impulsionaram o negócio.

“A cada ano trazemos profissionais para lançar novos produtos ouvindo o cliente, e assim crescemos e já passamos por duas reformas para aumentar a área de atendimento”, conta a gerente de operações.

Segundo o Sebrae, padarias que agregam mais produtos além do básico pão e leite são as mais promissoras no mercado nacional, com um layout diferenciado e maior produção própria.

Para todos os gostos

O setor de panificação da Bella Paulista consome uma média de uma tonelada de farinha de trigo por dia, entre pães variados e massas. Ao todo, o cardápio tocado pela chef Thais Marinho tem mais de 340 opções de comidas e bebidas, servidas em unidades ou nos buffets de café da manhã (R$ 31,90 de segunda a sexta, R$ 53 nos fins de semana e feriados), saladas (R$ 37 no almoço em dias de semana) e de sopas no jantar (R$ 51).

“Como o nosso cardápio tem muitas opções, a gente vende de tudo um pouco. Na madrugada saem mais pizzas, à tarde os lanches e no meio dia as refeições e buffet de saladas”, conta a gerente de operações da casa.

Entre as refeições, há opções como o tradicional Brasileirinho (R$ 51), com um escalope de file mignon acebolado servido com arroz, feijão e fritas; o risoto de camarão com gengibre e aspargos (R$ 54); o Juquehy (R$ 61), que é um linguado grelhado com manteiga de ervas, tomate cereja, arroz integral e brócolis ao vapor; e os hambúrgueres gourmets a partir de R$ 37. Há, ainda, pizzas tradicionais começando em R$ 25 e um amplo cardápio vegetariano e vegano de petiscos, pratos e sobremesas.

No final do ano passado, a Bella Paulista implantou uma carta de drinks elaborada pelo bartender Rafael Oliveira Carvalho, com 41 opções entre clássicos, autorais e releituras. Entre as criações da casa estão o Grande Ipiranga (R$ 32), com rum de coco, polpa de abacaxi, licor Amaretto e melaço de cana; o Flower (R$ 34), com gin, bitter, xarope de rosas, limão e manjericão; e o La Bella (R$ 47), com whisky Jack Daniels, bitter, licor Chambord e xarope de manjericão.

Serviço:
Bella Paulista

Rua Haddock Lobo, 354 - Cerqueira César, São Paulo (SP). Aberta 24 horas. (11) 3129-8340.

Conteúdo editado por:Talita Boros Voitch
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.