Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Gigante alimentícia
Uma das marcas licenciadas da gigante alimentícia, a paranaense The Coffee já tem unidades fora do Brasil.| Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo/arquivo

Sócias e licenciadas de marcas como Poke Garden, Sushi Garden One, Patties, Guarita Burguer, Pizzaria Bráz Elettrica e The Coffee, as companhias brasileiras Garden Brand e Mimic anunciaram uma fusão que cria uma gigante alimentícia com faturamento anual na casa dos R$ 100 milhões.

Formada pelo quarteto Norberto Costa, Ricardo Leme e Rafael Almeida, da Garden, e Jean Paul Maroun, da Mimic, a Eatopia passa a gerenciar cerca de 300 funcionários em 12 cozinhas físicas no Brasil, responsável por mais de 130 mil pedidos ao mês.

São os chamados “hubs” que operam diversas marcas em uma única estrutura, seguindo o modelo de dark kitchens que vêm sendo adotado principalmente desde o início da pandemia da Covid-19.

Costa afirma que a Eatopia passa a operar com um modelo inovador de atuação no mercado, com alta eficiência e produtividade.

“Essa é a receita para mantermos a experiência do cliente no centro do negócio e conseguirmos trazer, para o digital, a mesma conexão e engajamento que mantinham com as marcas no ambiente físico”, explica.

Para a liderança recém-formada, a holding é também uma oportunidade de mostrar que o potencial do delivery abre caminho para planos de expansão em curto prazo, mesmo diante do cenário incerto de pós-pandemia.

Expansão e novas marcas

Segundo a holding, a Eatopia nasce com uma cobertura de cerca de 90% da cidade de São Paulo e operações em Campinas e Santo André. Para os próximos anos, a meta é alcançar 50% do mercado de delivery na América Latina.

Ricardo Leme explica que a expansão da nova holding terá quatro frentes de trabalho – incluindo novas marcas para concorrer no varejo.

“A expansão das nossas marcas próprias para hubs atuais que cobrem raios de entrega hoje não atendidos; a criação de cinco novas marcas, duas delas com operações implementadas nos hubs atuais ainda no 1º semestre de 2022; novas parcerias para o licenciamento de marcas líderes de suas categorias; e a inauguração de novos hubs em cidades do território nacional”, conta.

Nos próximos 12 meses, os investimentos serão destinados às prioridades da organização: o desenvolvimento de tecnologias voltadas à otimização e automação das operações multimarcas dos hubs e a relação com os consumidores.

“Oferecemos eficiência em restaurantes digitais, focados em alta qualidade do produto e experiência do cliente. Nossa operação já nasceu no ambiente digital para oferecer ao consumidor rapidez e eficiência na gestão dos pedidos e das entregas”, completa Jean Paul.

Segundo os sócios, o crescimento das marcas que agora fazem parte da Eatopia se deu por conta das operações desenvolvidas no ecossistema digital, com o uso de tecnologias que tornam toda a gestão mais eficiente. Com isso, 95% dos pedidos são entregues em menos de 30 minutos.

Franco crescimento

Uma das marcas licenciadas da Eatopia, a rede paranaense de cafeterias The Coffee já conta com mais de 100 lojas abertas no Brasil e, recentemente, anunciou a inauguração de unidades em Paris (França), Barcelona e Madri (Espanha) e Bogotá (Colômbia). Isso se deu após uma rodada de investimentos Series A de R$ 28 milhões.

Para Alexandre Fertonani, cofundador da empresa, a principal força motriz do negócio é o uso inteligente da tecnologia aliada ao atendimento. O próprio consumidor faz o pedido por meio do tablet ou utilizando o aplicativo da marca e finaliza o pagamento com cartão.

“É um modelo que funciona: escolher, pegar e levar. Além de proporcionar experiências para o paladar, fazemos uso da tecnologia para transformar essa experiência de compra em algo único e especial para o nosso consumidor”, diz.

Há planos, ainda, de fincar os pés em mais localidades da Espanha e países como Portugal, Irlanda e Itália.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]