Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Madalosso Drive thru
A operação vende alguns dos pratos considerados carros-chefes do restaurante.| Foto: Nikolas Prado/divulgação

Conhecido por ser o maior restaurante das Américas e preservar a tradição da culinária italiana colonial, o restaurante curitibano Família Madalosso inaugurou recentemente uma pequena unidade de fast food para servir alguns dos seus pratos clássicos no balcão e drive thru. Em formato de contêiner, o negócio começou a operar em meados de junho como um apoio ao Cine Drive-in, mas a quarentena mais restritiva restringiu o seu funcionamento e a família decidiu levar a operação para a frente do gigantesco restaurante, em Santa Felicidade, na última semana.

O que era para ser apenas uma espécie de bombonière acabou se tornando o piloto de um sonho antigo de expandir a marca Madalosso para outros cantos da capital e de outras cidades do estado. A operação de 20 metros quadrados é simples, não tem serviço de garçom e nem mesas ou cadeiras e os pedidos são feitos diretamente na janela pelo carro no sistema de drive thru ou para retirada no balcão (take away).

De acordo com Lorenzo Madalosso, gestor do restaurante e do contêiner, a operação está sendo usada para testar o conceito e medir a aceitação do cliente para uma futura expansão. Para ele, a crise gerou uma oportunidade para reinventar o modo como a família trabalhava.

“Antes da pandemia a gente já vislumbrava isso, sempre recebemos convites para abrir mais unidades do Madalosso inclusive fora de Curitiba. Mas como sempre fomos muito focados no nosso restaurante acabamos deixando a ideia em segundo plano. E agora nos questionamos: por quê não?”, afirma.

Com a chegada da pandemia e das restrições de operação, a família decidiu começar a testar o formato. Embora não tenha cálculos exatos sobre o custo da operação, Lorenzo afirma que não gastou muito – mas o retorno dos clientes foi além do esperado e já dá para pensar em expandir para novas unidades no futuro.

Cardápio

Pacote delivery
As porções dos pratos clássicos do Madalosso custam a partir de R$ 20.| Nikolas Prado/divulgação

Só nos quatro primeiros dias de operação do contêiner Madalosso foram vendidas mais de 1,2 mil porções dos pratos considerados carros-chefes do restaurante, como as asinhas de frango, polenta, risoto e massas como talharim e nhoque (a partir de R$ 20). São essas as opções do cardápio no novo formato.

“Esse é o nosso modelo de negócios de verdade, o ‘to go’. O pessoal tem aceitado muito bem e tem voltado”, diz.

Lorenzo Madalosso diz, ainda, que sentiu facilidade em trabalhar com este modelo de negócios e que tem tido um bom giro de clientes neste formato de fast food. A continuação ou não da operação e da expansão vai depender de como será a retomada do serviço no restaurante com o fim da quarentena.

Além do contêiner, o restaurante Madalosso também lançou um aplicativo próprio com kits a partir de R$ 74,90, para duas a cinco pessoas, com os clássicos da casa acompanhados de polenta frita, lasanha na manteiga, salada de escarola e nhoque de batata salsa. As entregas funcionam de terça a domingo, das 11h30 às 15h e das 19h às 22h. O aplicativo Família Madalosso está disponível nas plataformas Android e iOS.

O contêiner do restaurante Madalosso está instalado na Av. Manoel Ribas, 5875, Santa Felicidade. Informações no (41) 3372-2121.

Conteúdo editado por:Talita Boros Voitch
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]