Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Polo gastronômico Prudente de Moraes
Trecho da Al. Prudente de Moraes tem três empreendimentos que passam a fazer parte do polo gastronômico.| Foto: reprodução/Google Mapas

Criado há três anos para fomentar e incentivar o empreendedorismo e a economia criativa, além de facilitar o acesso a incentivos municipais, o polo gastronômico da Alameda Prudente de Moraes será ampliado em uma quadra.

A autorização foi aprovada por unanimidade pelos vereadores da Câmara Municipal de Curitiba na manhã desta terça (19), em discussão final, e agora segue para a sanção do prefeito Rafael Greca (DEM). A iniciativa altera o projeto de lei que abrangia apenas uma quadra da via, entre a Alameda Doutor Carlos de Carvalho e a Rua Saldanha Marinho.

A alteração na legislação estende o polo até a Alameda Augusto Stelfeld, permitindo que mais restaurantes localizados na via passem a fazer parte do projeto. Com isso, duas quadras da via passam a ter acesso a benefícios e flexibilizações do zoneamento urbano, como projetos de caráter provisório que utilizem o passeio, autorização simplificada para eventos, permissão simplificada para intervenções decorativas temporárias e preferência para fechamento de ruas em datas comemorativas.

Segundo a vereadora Maria Letícia Fagundes (PV), que sugeriu a alteração no projeto de lei do ex-vereador Bruno Pessuti (então no Podemos, hoje no PSDB), a alteração incentiva o empreendedorismo e ações especiais não apenas para os restaurantes, mas também a outros negócios localizados na via.

“Há uma facilitação de acolhimento das pessoas nestes espaços para além dos empresários, que terão um espaço mais bem cuidado e oportunidade de divulgar seus produtos, por exemplo, com feiras na própria rua uma vez por mês”, analisa.

Entre os negócios instalados na quadra estendida do polo, estão dois bares (Seu Prudente e Stylicus), um empório (Les Terroirs), uma escola de francês (Aliança Francesa) com uma cafeteria (Café Babette) e lojas de roupas e brechós. Veja abaixo o trecho da Al. Prudente de Moraes que passa a fazer parte do polo gastronômico:

Participação popular

Na justificativa da alteração, Maria Letícia afirma que novos estabelecimentos podem abrir as portas com a ampliação do polo, por conta dos incentivos concedidos a ações especiais. Pelo menos 300 pessoas teriam assinado um abaixo-assinado pela ampliação.

“Nós não temos 300 comércios, mas são pessoas que circulam pela via que assinaram por se sentirem parte da construção desse projeto e da própria cidade”, explica.

Embora a ampliação seja de apenas uma quadra, há ainda um terceiro trecho que concentra restaurantes e não é contemplado no projeto. Entre a Alameda Augusto Stelfeld e a Rua Fernando Moreira, há três estabelecimentos gastronômicos (In Tenda, Bonin Bakery e Obst) e lojas variadas.

Outros polos

Além da Alameda Prudente de Moraes, outros cinco polos gastronômicos foram aprovados pelos então vereadores de Curitiba na última legislatura: Água Verde e Alto Juvevê, de autoria de Bruno Pessuti; Uberaba, de Helio Wirbinski (Cidadania); Região Norte, de Jairo Marcelino (PSD); e Petit Batel, de Felipe Braga Côrtes (PSD) e Alex Rato (Patriota).

Durante a discussão do projeto, o vereador Alexandre Leprevost (Solidariedade) lembrou que outras vias da região também têm um grande potencial para se transformarem em polos gastronômicos, e que podem somar a este já estabelecido.

“Temos a Cel. Dulcídio que está espetacular em termos de entretenimento, alimentação e qualidade de serviços, temos a própria Carlos de Carvalho, que cruza a Prudente. Quem sabe aquela região em si possa, no futuro, se tornar um grande polo gastronômico que já é, mas que aconteça”, conta.

Apesar dos incentivos e flexibilizações concedidas pelos projetos, Maria Letícia afirmara que nada aconteceu por falta da efetivação do artigo 121 do Plano Diretor de Curitiba.

“Quando fomos analisar esses possíveis incentivos, encontramos dificuldade em identificar essas facilidades. Está, de fato, previsto no artigo 121, mas essa flexibilização de projetos não está clara. Onde eu devo me inscrever, qual o site da prefeitura o empreendedor deve entrar e solicitar essas vantagens”, questiona a vereadora.

Ao Bom Gourmet Negócios, a Secretaria Municipal de Urbanismo informou que a solicitação de informações sobre o uso do passeio e demais autorizações deve ser feita pelo telefone (41) 3350-8586, ou também pelo email calcadas@curitiba.pr.gov.br.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]