Bebidas

Terroir

Novo blend Nespresso sintetiza MG em uma cápsula

Origin Brazil leva Bourbon Amarelo, variedade garimpada pela empresa suíça na microrregião Carmo de Minas

por Flávia Schiochet* Publicado em 03/07/2015 às 22h
Compartilhe
fazenda minas gerais cafe

Fazenda de café na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais. Foto: Newton Santos/Divulgação

A Serra da Mantiqueira, cenário irretocável no sul de Minas Gerais, ganhou mais um espaço no portifólio da Nespresso. Desde 2009 a empresa trabalha com a variedade Bourbon Amarelo, proveniente da microrregião mineira, em três cápsulas (Dulsão do Brasil, Linizio Lungo e Bourbon). A novidade é a Origin Brazil, feita com cafés do Cerrado Mineiro e Bourbon Amarelo e Vermelho da região de Carmo de Minas. A região, por ser alta e ter uma terra rica em minerais, garante sabor e aroma únicos para esta variedade delicada.

Cápsulas da Nespresso são feitas na Suíça com cafés garimpados pelo mundo. Foto: Newton Santos/Divulgação

Cápsulas da Nespresso são feitas na Suíça com cafés garimpados pelo mundo. Foto: Newton Santos/Divulgação

Para o coffee sommelier da Nespresso, Vitor Gabira, o blend Origin Brazil tem notas cítricas. “Às vezes os cafés especiais do Brasil, como o Bourbon Amarelo, são mais valorizados no exterior do que no próprio país. Nosso aprendizado sobre café é recente, mesmo que sejamos os maiores produtores do mundo, o conhecimento ainda é pouco”, analisa. O dulçor natural e a baixa acidez encontrados no Bourbon Amarelo fazem dele um grão perfeito para a produção de cafés especiais. “Esse café é muito elegante. Tem notas de mel, malte, adocicado, cana de açúcar”, detalha Gabira.

O novo blend está disponível apenas para os profissionais da área e em Curitiba poderá ser pedido em breve em restaurantes a partir de meados de julho. Na boutique da Nespresso, no ParkShoppingBarigüi, todos os cafés estão disponíveis para prova gratuita e nas primeiras terças-feiras do mês às 19h a loja oferece um curso de degustação. Para participar é preciso reservar pelo telefone do Club Nespresso (0800 777 7737).

Café Bourbon Amarelo

Fazenda de café na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais. Foto: Newton Santos/Divulgação

Bourbon Amarelo
Esta variedade da espécie Arabica é garimpada pela Nespresso por meio da parceira Carmo Coffees em 112 fazendas da Serra da Mantiqueira e é o único café que a empresa suíça compra da região. A planta é a mais “pura” a ser cultivada em Minas, pois passou por menos cruzamentos genéticos. Ela dá frutos mais cedo, mas é mais suscetível a doenças e produz menos que outras variedades. Sua colheita, porém, pode valer até quatro vezes mais que os tipos mais convencionais, como Catuaí e Mundo Novo. A primeira cápsula de Bourbon Amarelo era um varietal e foi lançado em 2006. Em seguida, veio o Dulsão do Brasil, em 2009, e o Linizio Lungo

Um dos fazendeiros que fornece Borboun Amarelo para a Nespresso é José Antônio Carneiro Pereira, a quarta geração a cultivar café na Fazenda Serrado. “A gente planta esse café desde que me conheço por gente”, assegura. Ele planta diversas variedades, mas de seus 52 hectares, mais de 15% é dedicado à varietal. Os frutos são colhidos manualmente e beneficiados na própria fazenda. Depois são levados a Suíça, onde são feitas as cápsulas que são exportadas para o mundo todo.

***

*A jornalista viajou a Minas Gerais a convite da Nespresso.

Compartilhe

8 recomendações para você