Restaurantes

Batel

Restaurante de Lênin tem pratos clássicos e criações do chef

O Bom Gourmet visitou com exclusividade o Nomade, a casa localizada no luxuoso hotel Nomaa; funciona todos os dias no café da manhã, almoço e jantar

por Andrea Torrente Publicado em 15/07/2015 às 22h
Compartilhe

Mais de um ano após sua saída do C La Vie e Terra Madre, o chef Lênin Palhano está de volta. A partir desta sexta-feira (17) seu novo restaurante, o Nomade, abre ao público no luxuoso hotel Nomaa, no bairro Batel em Curitiba. O Bom Gourmet visitou de antemão a casa e apresenta com exclusividade o cardápio que aposta em clássicos internacionais e pratos autorais do chef.

Lênin Palhano encara novo desafio no Nomade. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Lênin Palhano encara novo desafio no Nomade. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

A casa funciona todos os dias no café da manhã (o preço é R$ 49 por pessoa), almoço e jantar. No sábado e domingo serve também o brunch, das 12 às 17 horas. Na ilha de auto serviço o cliente vai encontrar frios (destaque é o culatello), queijos, cereais, iogurtes, frutas, wafles e ostras. O pré-almoço custa R$ 89 por pessoa.

No primeiro mês, o funcionamento da casa será em regime de “soft opening”. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

No primeiro mês, o funcionamento da casa será em regime de “soft opening”. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

O salão do restaurante é decorado com mármore, elementos de madeira, poltronas e cadeiras de formas variadas. A capacidade é para 42 pessoas e acomoda outras 16 no deque. No primeiro mês, o funcionamento da casa será em regime de “soft opening”, isto é, um período de teste para fazer os ajustes necessários. Depois seguirá a inauguração oficial.

Carré de leitão acompanhado de couve-flor em quatro texturas

Carré de leitão acompanhado de couve-flor em quatro texturas (R$ 64). Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

No almoço, o menu executivo é enxuto: o cliente pode escolher entre duas entradas, três pratos principais e duas sobremesas. Entre as opções estão salada de folhas verdes com beterraba, cenoura e queijo de cabra; picadinho de carne com arroz branco, farofa de mandioca, caldinho de feijão, ovo caipira e fritas rústicas; e flã de milho com doce de leite. A combinação entrada, prato principal e sobremesa sai por R$ 58.

Pescoço de cordeiro com madioca e chip de mandioca. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Pescoço de cordeiro com mandioca e chip de mandioca (R$ 74). Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

O menu do jantar é mais amplo e tem releituras criadas pelo chef e pratos que faziam sucesso nos restaurantes em que Lênin trabalhou anteriormente, como o ravióli de muçarela de búfala ao molho de tomate (R$ 49) e o risoto de camarões e manjericão e tomates frescos (R$ 95). “Por ser o restaurante de um hotel, a proposta foi pensada para agradar clientes pontuais e hóspedes que ficam um tempo prolongado no hotel. Por isso temos pratos clássicos e receitas mais autorais”, explica o chef que ganhou a categoria Chef 5 Estrelas do Prêmio Bom Gourmet 2013, e Novos Talentos, em 2010.

Frango caipira com polenta (R$ 58) é uma releitura do prato ícone de Santa Felicidade. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Frango caipira com polenta (R$ 58) é uma releitura do prato ícone de Santa Felicidade. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Entre as criações estão o frango caipira com polenta e crocante de milho (R$ 58), uma releitura moderna do prato ícone de Santa Felicidade; o carré de leitão acompanhado de couve-flor em quatro texturas (R$ 64); pescoço de cordeiro com mandioca e chip de mandioca (R$ 74); e brownie de chocolate com mousse de café e sorvete de leite (R$ 32). Os ingredientes são em boa parte orgânicos e de produtores locais.

Brownie de chocolate com mousse de café e sorvete de leite (R$ 32). Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Brownie de chocolate com mousse de café e sorvete de leite (R$ 32). Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

A carta de vinho é enxuta e conta com 65 rótulos representativos das principais regiões produtoras do mundo. A carta de drinks foi elaborada pelo bartender Rafael Oliveira, do Le Voleur de Vélo, e tem 30 opções, como o clássico Bloody Mary e o Nomade Punch, bebida pensada para ser compartilhada, especialmente durante o brunch. Os preços não foram divulgados.

A adega. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

A adega do Nomade. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Serviço

Rua Gutemberg, 168, Batel – (41) 3087-9595. Todos os dias no café da manhã, no almoço e no jantar. Sábado e domingo no brunch, das 11h às 15 horas.

***

Leia também

>>> Nomaa, primeiro hotel boutique cinco estrelas de Curitiba, é inaugurado

Compartilhe

8 recomendações para você