Restaurantes

premiação

Três restaurantes brasileiros estreiam no Guia Michelin com uma estrela

A terceira edição do prêmio Rio-SP foi realizada na noite desta segunda-feira (8). Restaurante D.O.M, do chef Alex Atala, manteve o posto de casa com mais estrelas do país


por Júlia Ledur Publicado em 09/05/2017 às 10h
Compartilhe

Em cerimônia no Hotel Unique, em São Paulo, foram anunciados nesta segunda-feira (8) os restaurantes estrelados da terceira edição do Guia Michelin dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Com duas estrelas mantidas há três anos, o D.O.M, de Alex Atala, ainda é o estabelecimento com maior avaliação do Brasil. A quantidade máxima de estrelas do guia, um dos prêmios mais respeitados do mundo, é de três.

Três novos restaurantes receberam a primeira estrela na publicação francesa. Dois deles são do Rio de Janeiro: Laguiole ( Parque do Flamengo) e Oro (Leblon). O terceiro é de São Paulo, o Picchi, que fica no bairro Jardins.

Restaurante Laguiole fica dentro do Museu de Arte Moderna do Rio. Foto: Reprodução/Facebook

Restaurante Laguiole fica dentro do Museu de Arte Moderna do Rio. Foto: Reprodução/Facebook

Com pegada contemporânea, o Laguiole fica dentro do Museu de Arte Moderna do Rio e é comandado por Elia Schramm, chef suíço, criado no Brasil e com passagens por restaurantes franceses e ingleses. O Oro, do apresentador de TV e chef Felipe Bronze, tem sete anos de funcionamento e aposta em uma “cozinha brasileira de vanguarda”, criativa e com ingredientes frescos. Já o Picchi contempla a gastronomia italiana clássica, com menu completo preparado pelo chef Pier Paolo Picchi.

Vegetais crocantes com terra de açaí do restaurante Oro. Foto: Alexandre Landau/Divulgação

Vegetais crocantes com terra de açaí do restaurante Oro. Foto: Alexandre Landau/Divulgação

A lista manteve a avaliação dos restaurantes cariocas Eleven, Lasai, Mee, Olympe, e dos paulistas Dalva e Dito, Esquina Mocotó, Fasano, Huto, Jun Sakamoto, Kan Suke, Kinoshita, Kinoshi, Maní, Tête à Tête e Tuju. Foram excluídos do guia o Le Pré Catelan e o Roberta Sudbrack, ambos do Rio. Eles chegaram a ser avaliados, mas encerraram as atividades antes da premiação. O paulistano Attimo também deixou a lista.

Spaghetti com vôngole, pancetta e ovas de ouriço do Picchi. Foto: Divulgação

Spaghetti com vôngole, pancetta e ovas de ouriço do Picchi. Foto: Divulgação

 

Selo Bib Gourmand

A categoria Selo Bib Gourmand, que premia restaurantes com um bom custo-benefício – que ofereçam menus completos por até R$ 90 – recebeu oito novos estabelecimentos. Dos estreantes, um é do Rio (Bottega del Vino) e sete são de São Paulo: Bistrot de Paris, A Casa do Porco, Niaya, La Peruana Cevichería, Più, Tanit e TonTon.

Perderam o Selo Bib Gourmand os restaurantes Anna e Entretapas, do Rio, e Marcel, Sal e Tian, de São Paulo.

No total, trinta restaurantes no Rio de Janeiro e em São Paulo ganharam o selo de custo-benefício, número que vem aumentando nos últimos anos: em 2016, foram 28 premiados; em 2015, 25.

 

LEIA TAMBÉM:

Roberta Sudbrack fecha seu restaurante 1 Estrela Michelin 

Lanchonete da França ganha estrela Michelin por engano 

 

Avaliação Michelin 

Em todas as edições do Guia Michelin, avaliadores visitam anonimamente centenas de restaurantes. Os critérios de avaliação são qualidade dos ingredientes, técnica na cozinha, harmonia de sabores, originalidade de receitas e consistência (regularidade da refeição).

Considerando esses tópicos, os restaurantes podem ganhar uma estrela (cozinha muito boa), duas estrelas (excelente) ou três estrelas (excepcional). Além disso, podem ser incluídos na categoria Bib Gourmand.

Guia Michelin

Guia turístico criado pelo francês André Michelin em 1900, o Michelin está presente em 29 países. A edição impressa deste ano custa R$ 65 e deve chegar às bancas e livrarias na próxima semana. No aplicativo, é possível acessar a lista gratuitamente.

***

Confira a lista completa

*estreantes da lista grifados em laranja

DUAS ESTRELAS

São Paulo

D.O.M. (Alex Atala)

UMA ESTRELA

São Paulo

Dalva e Dito (Alex Atala e Elton Júnior)
Esquina Mocotó (Rodrigo Oliveira)
Fasano (Luca Gozzani)
Huto (Fábio Honda)
Jun Sakamoto (Jun Sakamoto)
Kan Suke (Egashira Keisuke)
Kinoshita (Tsuyoshi Murakami)
Kosushi (George Koshoji)
Maní (Helena Rizzo)
Picchi (Pier Paolo Picchi) 
Tête à Tête (Gabriel Matteuzzi e Guilherme Vinha)
Tuju (Ivan Ralston)

Rio de Janeiro

Eleven Rio (Joachim Koerper)
Laguiole (Cláudio Roberto Monteiro) 
Lasai (Rafael Costa e Silva)
Mee (Kazuo Harada)
Olympe (Claude Troisgros, Thomas Troisgros)
Oro (Felipe Bronze)

BIB GOURMAND

São Paulo

Antonietta Empório
Arturito
Le Bife
Bistrot de Paris 
Bona
Brasserie Victória
A Casa do Porco
Casa Santo Antônio
Ecully
Jiquitaia
Manioca
Mimo
Miya
Mocotó
Niaya
La Peruana Cevichería 
Petí Gastronomia
Più
Tanit 
Tartar & Co
TonTon 
Tordesilhas
Zena Caffè

Rio de Janeiro

Artigiano
Bottega del Vino 
Entretapas
Gurumê
Lima Restobar
Miam Miam
Oui Oui
Pomodorino
Restô Rio
Riso Bistrô

Compartilhe

8 recomendações para você