Entre as vantagens do pinhão, explica Aline Guerra, proprietária do Estrela da Terra, a principal é a facilidade no uso. “Ele se adapta muito bem a diversos pratos, tanto salgados quanto doces.”

Um dos destaques de seu restaurante é o doce de pinhão. “Como todos estão acostumados a comê-lo cozido, demoram para perceber que o quitute que estão consumindo é feito basicamente com ele”, diz.

Mas nem sempre é preciso complicar para tornar o pinhão um saboroso elemento à mesa. O chef Junior Durski, que comanda os restaurantes Durski e Madero, garante que a melhor forma de prepará-lo é mesmo a mais tradicional: cozido. “É assim que o seu sabor atinge os melhores resultados.”

Para este preparo, ele garante que não há segredos. “A maneira que aprendemos a fazer (cozido na panela de pressão) é mesmo a mais correta. Pode-se cozinhar com ou sem sal, isso depende de quem prepara. O único ponto de atenção é cuidar para só servi-lo após bem cozido”, ensina.

Compartilhe

8 recomendações para você