Restaurantes

Osteria Francescana melhor restaurante do mundo

A cerimônia do prêmio da revista britânica Restaurant foi realizado em Nova York na noite desta segunda (13); o paulistano D.O.M. caiu duas posições e está fora da top ten

por Andrea Torrente e Flávia Schiochet Publicado em 13/06/2016 às 22h
Compartilhe
massimo bottura 50 melhores restaurantes do mundo 2016

O chef italiano Massimo Bottura, da Osteria Francescana, comemora a vitória ao lado da esposa Lara. Foto: Reprodução.

A Osteria Francescana, em Modena, na Itália, foi eleito na noite desta segunda (13) o Melhor Restaurante do Mundo em 2016, pela revista britânica Restaurant, que promove um dos concursos mais importantes da alta gastronomia. O espanhol El Celler de Can Roca, que liderava em 2015, caiu para a segunda colocação. Na terceira posição estreou o Eleven Madison Park, de Nova York, nos Estados Unidos.

O D.O.M., de Alex Atala, em São Paulo, conquistou o 11.º lugar: em relação a 2015, caiu duas posições e agora está fora da top ten. Como já ocorreu em edições passadas, o chef paulistano não participou da premiação. O dinamarquês Noma, por quatro vezes no topo da lista, caiu da terceira para a quinta posição.

Ao retirar o prêmio, Bottura agradeceu a esposa Lara e a equipe: “Foi muito duro chegar até aqui. As pessoas acham que somos rockstar, mas todo dia é um trabalho duríssimo na cozinha. O ingrediente mais importante para o futuro é a cultura porque ela traz consciência e senso de responsabilidade”. O chef italiano anunciou também que daqui a dois meses estará na Lapa, no Rio, para abrir uma cozinha: “Espero vocês lá”, disse, sem revelar mais detalhes.

No começo da cerimônia teve também uma homenagem às vítimas do massacre de Orlando, na Florida. A premiação de 2017 será em Melbourne, na Austrália.

Confira o ranking dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo de 2016

1. Osteria Francescana, Modena, Itália

2. El Celler de Can Roca, Girona, Espanha

3. Eleven Madison Park, Nova York, EUA (eleito também melhor restaurante na América do Norte)

4. Central, Lima, Peru (eleito também melhor restaurante da América Latina)

5. Noma, Copenhague, Dinamarca

6. Mirazur, Menton, França

7. Mugaritz, San Sebastián, Espanha

8. Narisawa, Tóquio, Japão (eleito também melhor restaurante da Ásia)

9. Steirereck, Viena, Áustria

10. Asador Etxebarri, Axpe, Espanha

11. D.O.M., São Paulo, Brasil (caiu duas posições em relação a 2015)

12. Quintonil, Cidade do México, México

13. Maido, Lima, Peru (restaurante que mais subiu no ranking, 31 posições)

14. The Ledbury, Londres, Reino Unido

15. Alinea, Chicago, EUA

16. Azurmendi, Larrabetzu, Espanha

17. Piazza Duomo, Alba, Itália

18. White Rabbit, Moscou, Rússia

19. Arpège, Paris, França

20. Amber, Hong Kong, China

21. Arzak, San Sebastián, Espanha

22. The Test Kitchen, Cidade do Cabo, África do Sul (eleito também melhor restaurante da África)

23. Gaggan, Banquecoque, Tailandia

24. Le Bernardin, Nova York, EUA

25. Pujol, Cidade do México, México

26. The Clove Club, Londres, Reino Unido (novo na lista)

27. Saison, San Francisco, EUA (novo na lista)

28. Geranium, Copenhague, Dinamarca

29. Tickets, Barcelona, Espanha

30. Astrid & Gastón, Lima Peru

31. Nihonryori RyuGin, Tokyo, Japão

32. Restaurant André, Cingapura

33. Attica, Melbourne, Austrália (eleito também melhor restaurante de Austráli

34. Restaurant Tim Raue, Berlim, Alemanha (novo na lista)

35. Vendôme, Bergisch Gladbach, Alemanha

36. Boragó, Santiago, Chile

37. Nahm, Bangueoque, Tailândia

38. De Librije, Zwolle, Holanda

39. Le Calandre, Rubano, Itália

40. Relae, Copenhague, Dinamarca (eleito também melhor restaurante sustentável)

41. Faviken, Jarpen, Suécia

42. Ultraviolet by Paul Pairet, Shangai, China

43. Biko, Cidade do México, México

44. Estela, Nova York, EUA (novo na lista)

45. Dinner at Heston Blumenthal, Londres, Reino Unido

46. Combal Zero, Rivoli, Itália (de volta no ranking)

47. Schloss Schauenstein, Fürstenau, Suíça

48. Blue Hill at Stone Barns, Pocantico Hills, EUA

49. Quique Dacosta, Denía, Espanha

50. Septime, Paris, França (de volta no ranking)

Melhor chef confeteiro: Pierre Hermé, de Paris, conhecido como o “Picasso da confeitaria” e especializado nos macarons.

Restaurante sustentável: Relae, Copenhague, Dinamarca.

>>> Confira o ranking do 51º ao 100º de 2016

>>> Relembre a lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina 2015

>>> Relembre o ranking dos 50 melhores restaurantes do mundo em 2015

A cerimônia foi realizada na noite desta segunda (13) em Nova York, que pela primeira vez hospedou o prêmio mais importante para a alta cozinha, Desde 2002, quando foi a primeira edição do prêmio, a cerimônia foi feita em Londres. A mudança de local neste ano é uma estratégia tornar o evento mais global e a marca pretende mudar de cidade a cada dois ou três anos, bem como os locais em que são celebradas as premiações dos 50 melhores restaurantes da Ásia e da América Latina.

Na terça-feira passada (7), a publicação divulgou o ranking do 51º ao 100º, em que estão dois restaurantes brasileiros: o paulistano Maní (51º), dos chefs Helena Rizzo e Daniel Redondo, que caiu dez posições em relação a 2015, e o estreante Lasai, do chef Rafa Costa e Silva, que fica no Rio de Janeiro (64º).

Outros premiados em 2016

Durante o primeiro semestre, a Restaurant divulga alguns dos homenageados na cerimônia do ano. Para 2016, o chef homenageado pelo “conjunto da obra” é o francês Alain Passard, que atualmente está em 19º com o restaurante L’Apèrge, em Paris.  Durante a cerimônia, o chef francês agradeceu pelo prêmio: “Amo meu trabalho cada vez mais, é o melhor trabalho no mundo”, disse visivelmente emocionado.

A chef francesa radicada nos EUA Dominique Crenn, do Atelier Crenn em São Francisco, foi eleita a melhor chef mulher do mundo e Den, restaurante do chef Zaiyu Hasegaw, em Tóquio, foi considerado pelos jurados o estabelecimento com maior potencial de subir na lista da Restaurant nos próximos anos.

O Den aparece pela primeira vez na lista dos 50 melhores da Ásia em 37º lugar e na 77ª posição do ranking mundial em 2016. Os prêmios de melhor chef pâtissier e escolha dos chefs será divulgado apenas no dia. Também são destacados os novos chefs e restaurantes e as estreias. No dia 23 de setembro será conhecido o ranking dos 50 melhores restaurantes na América Latina. A cerimônia será na Cidade do México.

Ranking de 2015

O primeiro lugar do The World’s 50 Best 2015 é dos irmão Roca do restaurante El Celler de Can Roca (Espanha), seguidos por Massimo Bottura da Osteria Francescana (Itália) e René Redzepi do Noma (Dinamarca). O chef dinamarquês tem planos de transformar o restaurante em uma “fazenda urbana” para 2017.

Compartilhe

8 recomendações para você