Eventos

concurso

Perohê de feijão conquista os jurados

O pastel cozido, servido com ragu de linguiça cracóvia e crocante de pancetta, da assistente comercial Patricia Silva, ganha o concurso de receitas

por Vivian Faria, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 16/08/2012 às 00h
Compartilhe

Inspirada na família

A receita de Patricia Gonçalves é uma homenagem à família e aos ancestrais da jovem assistente comercial, descendente de ucranianos que se estabeleceram em Prudentópolis. “Quando chegaram os primeiros imigrantes ucranianos na região (que atualmente é considerada a capital do feijão preto e é também a região do Brasil com o maior número de descendentes ucranianos), eles ficaram maravilhados com o sabor do feijão preto e logo adaptaram a uma de suas principais receitas: o perohê”, escreveu Patricia na sua inscrição para o Desafio do Chef.
A linguiça Cracóvia, utilizada para fazer o ragu que acompanha os perohês, também é típica da região de Prudentópolis.

import
Inspirada na família

Em meio a pratos bastante elogiados pelo sabor, criatividade e apresentação, foram a tradição e a valorização dos ingredientes locais que mais chamaram a atenção do corpo de jurados na final do Desafio do Chef, realizada em 3 de agosto.

Com o perohê (pastel cozido) de feijão com ragu de linguiça cracóvia e crocante de pancetta, a assistente comercial Patricia Gonçalves da Silva, de 21 anos, foi a vencedora do concurso. Como prêmio, ela leva um curso de gastronomia no Centro Europeu, o seu peso em vinho, da importadora Porto a Porto, e um fogão da renomada marca Lofra, presente do Bom Gourmet.

Patricia foi selecionada como finalista pelo chef Celso Freire na etapa de gastronomia paranaense e sua receita remete não só à cozinha local mas também à origem da família da jovem. “Este prato tem muito significado porque veio de alguém tão jovem que tem orgulho da avó [com quem ela aprendeu a receita]”, disse Freire aos jurados enquanto desempenhava seu papel de “padrinho” e defendia o prato de sua afilhada na prova aplicada pelo chef Sandro Duarte. A cracóvia é uma linguiça produzida em Prudentópolis, interior do Paraná, onde é forte a imigração ucraniana e polonesa. O feijão que recheia o pastel também é uma homenagem ao município, chamado de “a capital do feijão preto”.

Veja a receita completa do Perohê

Os outros “padrinhos” dos demais candidatos foram os chefs Enzo Ambro­setti (massas), Manu Buffara (carnes vermelhas) e Marcelo Amaral (carnes brancas). No corpo de jurados, Beto Madalosso (chef do Forneria Copaca­bana), Cristina Bernardo (gerente de gastronomia do Centro Europeu), Guilher­me Rodrigues (gourmet e colunista do Bom Gourmet), Luiz Augusto Xavier (blogueiro de gastronomia) e Pedro Corrêa (diretor da Porto a Porto).

Após a finalização, os pratos eram apresentados ao júri pelos participantes e, em seguida, degustados. Pouco a pouco, o clima de apreensão foi substituído pelo de descontração e, no fim da manhã, já se ouviam até convites para que os finalistas ensinassem os chefs e suas equipes a fazerem os pratos do concurso.

Antônio More / Gazeta do Povo
Perohê leva recheio de feijão acompanhado de ragu de cracóvia
Antônio More / Gazeta do Povo
O chef Celso Freire com a “afilhada” Patrícia momentos antes da prova
Antônio More / Gazeta do Povo
Os candidatos com seus “padrinhos” (da esquerda para direita): Abel Silva, chef Marcelo Amaral, Patricia Gonçalves, Lisandro Wolski, chef Enzo Ambrosetti, Gerson Almeida, Angelica Vieira, Cacau Novloski, Fernando Montenegro, chef Celso Freire, Frederico Paranhos e chef Sandro Duarte

BOM GOURMET | 2:43

Prova final do Desafio do Chef

Os oito candidatos se reuniram para montar seus pratos e apresentar aos jurados para a escolha do vencedor

Estilo de Vida | 4:34

Desafio do Chef chega ao fim

Patricia Gonçalves foi a vencedora do concurso com seu perohê de feijão preto com ragu de linguiça cracóvia e crocante de pancetta, um dos representantes da gastronomia paranaense na final.

Compartilhe

8 recomendações para você