Restaurantes

Novidade

Nova pizzaria aposta em venda por peso

A pizzaria Gioia abriu nesta quarta-feira (19) na Mercadoteca em Curitiba. A marca vai trabalhar com farinhas italianas e processo de fermentação natural

por Priscila Bueno, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 19/10/2016 às 10h
Compartilhe

Uma massa alta, mas leve, caracterizada por “bolsas de ar” (os alvéolos), feita com uma massa madre que tem 20 anos, com recheios italianos tradicionais e vendida por peso. Esse é o conceito da pizza e das focaccias preparadas pela pizzaria Gioia, inaugurada nesta quarta-feira (dia 19), na Mercadoteca, em Curitiba.

“Quisemos ser fieis ao que se encontra em Roma, a pizza al taglio”, conta a empresária Emilene Stival, que divide a criação do empreendimento com seu sócio, o italiano Fabio Sgotto. Ela conta que outras características dos pães, focaccias e pizzas são o uso da farinha italiana, forno importado e a fermentação natural graças a “Gertrudes”, a massa madre que tem 20 anos. Ela explica que a massa tem os alvéolos por ser uma preparação fermentada naturalmente, hiper hidratada e colocada num forno a 300 graus C. “Ela infla e fica leve”, resume.

gioia-pizza-italiana

Na Gioia, a pizza terá recheios tradicionais. Foto: Divulgação

LEIA MAIS
>>> A melhor pizza de Curitiba leva burrata e prosciutto parma

>>> Aprenda a técnica da fermentação

>>> Chef de Roma cria curso de gastronomia italiana

gioia-pizza-Itália

Loja abre oficialmente nesta quarta-feira, dia 19. Foto: Divulgação

Outro conceito novo é a venda por peso – de R$ 4,50 (100 g) a R$ 7,90 (100 g). A pizza é quadrada e o cliente escolhe o tamanho que quer para aperitivar ou como uma refeição.

Apesar de o foco ser mesmo a massa, os recheios também mereceram atenção. “Eles são bem tradicionais”, diz. Um dos que tem feito sucesso (a pizzaria funcionou em sistema soft open antes da abertura) é o Biancaneve (R$ 7,30, 100 g), com mozzarella, queijo pecorino, creme de leite e queijo stracchino (lembra uma ricota), sem molho de tomate.

gioia-pizza-Itália

Foto: Divulgação

A Gioia não vai trabalhar com um cardápio fixo, adianta Emilene, mas com sabores expostos na vitrine. Serão quatro tipos de massas: pane (ciabatta), focaccia tradizionale (como a de açúcar e canela), focaccia saporita (como a de azeitona e tomate cereja), pizza clássica (caso da Margherita, com passata di pomodoro, mozzarella, orégano, sal e manjericão), pizza speciale (como a Biancaneve) e pizza suprema (como a Prosciutto Crudo, com passata di pomodoro, mozzarella, prosciutto crudo e burrata).

Emilene diz que o seu trabalho tem sido diferente agora. “Estou conhecendo o lado bom da fermentação. Porque esse processo no sorvete (ela é proprietária da Gelataio) é prejudicial. Estou indo do gelado para o quente”. Emilene acrescenta que a Gioia é o primeiro passo para ampliar o mix de produtos italianos com que pretende trabalhar. “Num outro momento, vamos nos direcionar mais para a padaria e confeitaria”, conta. A Gelataio continua a todo o vapor.

Serviço
Mercadoteca. Rua Paulo Gosrki, 1309. Abre de terça a sábado, das 10 às 22 horas e domingo, das 10 às 19 horas.

Compartilhe

8 recomendações para você