i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Vegetariano

Escolas municipais de SP terão cardápio elaborado por Bela Gil

A iniciativa é uma parceria da chef e apresentadora com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB)

  • PorEstadão Conteúdo
  • 08/02/2019 15:47
A chef e apresentadora Bela Gil comanda a Master Class no sábado, 13 e prepara risoto ao funghi e salada de fruta ao forno com creme de castanha. Foto: Pedro Serrão/Divulgação
A chef e apresentadora Bela Gil comanda a Master Class no sábado, 13 e prepara risoto ao funghi e salada de fruta ao forno com creme de castanha. Foto: Pedro Serrão/Divulgação| Foto:

A Secretaria Municipal de Educação instituiu no começo deste ano letivo, que teve início no dia 4 de fevereiro, um cardápio sustentável que será implementado progressivamente nas unidades de ensino da capital.

Com ingredientes vegetarianos, a iniciativa foi feita em parceria com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) e conta com a ajuda da chefe de cozinha Bela Gil, que colaborou na seleção das comidas.

Bela Gil. Foto: Pedro Serrão/Divulgação
Bela Gil. Foto: Pedro Serrão/Divulgação

O projeto contempla seis receitas: lentilhesa, preparo básico de proteína de soja, e quatro tipos de bolinhos (feijão preto, grão de bico, ervilha partida e de proteína de soja).

Segundo o ex-Secretário Municipal de Educação, Alexandre Schneider, recentemente demitido por Bruno Covas, essa política pública permite uma alimentação escolar de mais qualidade, variedade e sustentabilidade ambiental, além de ajudar na educação.

“Esse projeto possibilita uma série de aprendizagens aos bebês, crianças, jovens e adultos matriculados”, afirma Schneider na cartilha publicada pela SVB.

As escolas públicas do município preparam mais de dois milhões de refeições diárias para, segundo a Secretaria Municipal de Educação, atender às necessidades nutricionais dos alunos.

LEIA TAMBÉM:

>> Vegetariano ou vegano? Veja as diferenças e como se tornar veggie

>> Strogonoff vegetariano de cogumelos com requeijão de castanha de caju

>> Sorveteria lança sabores quindim e bolinho de chuva com receitas da Palmirinha

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.