Publicidade

Prêmio Bom Gourmet 2017

"Oscar" da gastronomia

Prêmio Bom Gourmet 2017 na era digital: veja como foi a premiação

Noite de premiação realizada nesta quinta (31) no Teatro da Universidade Positivo inova na conectividade com interações do público e transmissão ao vivo

por
Compartilhe

Muitas selfies, posts e likes. Esse foi o clima da cerimônia do Prêmio Bom Gourmet 2017, que se conectou com o tema da festa: Comer, Postar, Amar. Entre um click e outro, comidinhas e bebidas, o amor pela gastronomia é o ponto comum entre os participantes do Oscar da Gastronomia curitibana. A interação não faltou no evento, que teve transmissão ao vivo, participação do público com a #eunobomgourmet e dos presentes com a #premiobomgourmet. A festa, realizada no Teatro da Universidade Positivo, movimentou as redes sociais.

Ana Amélia Filizola, diretora da unidade Jornais Gazeta do Povo, lembra que “a oitava edição do Prêmio acompanha o momento da cidade e da Gazeta do Povo: a era digital, que permite maior interação com o público”.

Assista ao vídeo da festa

O patrocínio do evento foi da Ca’dore Comida Descomplicada, que levou um contêiner servindo alguns dos preparos indicados ao Prêmio. Muf’s que teve um bar de espumante com o lançamento ice rosè e a Ouro Fino com coquetéis sem álcool. Degustações de produtos da KF, Vapza, Paganini, Cheesecake a Wish, Freddo. O coquetel do evento ficou por conta La Cocina.

Veja as fotos da festa

  • fotos do premio bom gourmet
  • fotos do premio bom gourmet

Veja quem passou pelo tapete vermelho

Vencedores

Os primeiros vencedores anunciados foram os da categoria Sabor Popular. Seis especialidades que conquistaram o paladar do público curitibano receberam o troféu. A novidade deste ano foi o chineque, e a Mannah Panificadora foi a campeã.

Veja os vencedores de todas as categorias

As duplas pizza e sanduíche, café e pão, doce e sorvete abriram as premiações da categoria Sabor Especial. O Bombe Alaska foi o primeiro campeão da categoria Doce, que estreia no Prêmio Bom Gourmet. Criação do chef Eduardo Crema, é o resultado de um ano de muitos testes de receitas. “Receber esse prêmio foi fantástico e o reconhecimento do público é impagável”, conta o chef.

Outra categoria estreante em 2017 foi a cerveja, a única que contou com duas fases: uma de indicações e outra de degustação por um júri especializado. A campeã foi a cerveja Gasoline Sour, da Morada Cia. Etílica. A sócia-proprietária Fernanda Lazzari afirma que esse é um momento importante para a produção local da bebida. “A cerveja artesanal não é moda, ela é uma tendência que não vai passar. Os curitibanos passaram a apreciar a cerveja, e ela conquistou seu espaço no cenário curitibano”, afirma ela.

Fernanda Lazzari, da Morada Cia. Etílica e o beer sommelier do Bom Gourmet, Luís Celso Jr.

Fernanda Lazzari, da Morada Cia. Etílica e o beer sommelier do Bom Gourmet, Luís Celso Jr.

O vencedor da categoria Catering, Flávio Frenkel da Anis Gastronomia, considera importante o reconhecimento da área, já que é um dos mercados que mais movimenta financeiramente a gastronomia. Deve o sucesso de seu empreendimento, que neste ano faz uma década de existência, à resiliência.

Chef Flávio Frenkel, da Anis Gastronomia, vencedor da nova categoria catering

Chef Flávio Frenkel, da Anis Gastronomia, vencedor da nova categoria catering

Destaques

O restaurante Sel et Sucre, da chef Kika Marder, foi campeão no número de indicações este ano. Além de concorrer nas quatro categorias do Menu Completo e na nova categoria catering, Kika foi eleita Chef 5 Estrelas pela sétima vez. Para ela, “o segredo do sucesso é o entrosamento da equipe, composta na maior parte por pessoas comprometidas desde a abertura do bistrô”.

Os Chefs 5 Estrelas de 2017. Da esquerda para a direita: Lênin Palhano, Simone Brunelli, Kika Marder, Eva dos Santos e Felipe Miyaki. À direita, Ana Amélia Filizola

Os Chefs 5 Estrelas de 2017. Da esquerda para a direita: Lênin Palhano, Simone Brunelli, Kika Marder, Eva dos Santos e Felipe Miyaki. À direita, Ana Amélia Filizola

Lênin Palhano foi o chef mais lembrado na categoria Chef 5 Estrelas, além de ter sido premiado no Prato Principal e indicado em várias outras especialidades. Para ele esse é o reconhecimento pelo trabalho de uma equipe inteira.

Felipe Miyake e Simone Brunelli estrearam na constelação. Felipe constatou que o sucesso é consequência do lema e missão do La Varenne Gastronomia: fazer boa comida. Já Simone, do restaurante Terra Madre, explicou que a paixão pelo sabor é o que faz um bom chef. “Mais do que um cargo, todo chef tem que ser cozinheiro e trabalhar duro todos os dias”, afirma Simone.

O fim da cerimônia ficou marcado pela chuva de corações e pela fala da gerente do Núcleo Estilo de Vida Andrea Sorgenfrei: “Muito amor pela gastronomia é o que move o Prêmio Bom Gourmet”.

A apresentação ficou por conta de Andrea Sorgenfrei e Guilherme Guzela.

A apresentação ficou por conta de Andrea Sorgenfrei e o chef Guilherme Guzela.

WhatsApp Image 2017-08-31 at 23.48.06

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.