Aprenda como conservar e armazenar queijos
| Foto: Bigstock

Confira as dicas de como conservar e armazenar queijos. Quem explica é Maria Cristina Mosquim, especialista em lácteos, da Associação Brasileira das Indústrias de Queijo (ABIQ):

Proteja

Depois de retirar o produto da embalagem, tome cuidado com a maneira de guardar. Por ser sensível, o queijo está sujeito à contaminação por fungos, bactérias, ácaros ou até mesmo por insetos. Por isso, as chances de ele ressecar, rachar ou mofar são grandes. A melhor maneira de evitar esses contratempos é guardar na geladeira dentro de um pote ou coberto por um filme plástico.

Congele

Uma dica bastante prática é o congelamento, que além de conservar por um longo período, não modifica o sabor do produto. O correto é envolver o queijo já aberto com papel alumínio e depois cobrir com um filme plástico e levar ao congelador. Para descongelar, basta deixar na geladeira até que o produto volte à consistência natural. Deixe no congelador por no máximo um ano. Queijos inteiros e até mesmo aqueles que não foram abertos podem ser congelados na embalagem original. A exceção é o queijo do tipo minas frescal, que não deve ser congelado.

Fora da geladeira

Os únicos queijos que podem ser mantidos fora da geladeira são os de massa dura. Mesmo assim, eles ainda precisam de uma proteção extra e o processo de maturação é mais rápido. Cubra-os com papel alumínio ou filme plástico, mas não esqueça de fazer pequenos buracos para deixar o queijo “respirar”. Queijos de massa mole podem ficar em temperatura ambiente por no máximo quatro horas.

Compra certa

Na hora da compra é importante verificar a validade do produto. Quanto mais perto da data final, mais maturado e picante o queijo vai estar. Como o paladar do brasileiro não está tão acostumado aos queijos mais envelhecidos, muitos ainda jogam fora um produto caro, nutritivo e que ainda é próprio para o consumo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]