Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Foto: Divulgação / Bialetti
Foto: Divulgação / Bialetti| Foto:

A Bialetti, icônica marca italiana de utensílios para café, acaba de lançar no Brasil duas opções de grãos produzidos no país. A novidade é mais um reflexo do projeto de expansão da marca centenária em terras brasileiras. No ano passado, a dona da tradicional cafeteira Moka Express, pôs no ar sua loja online.

Os cafés da Bialetti poderão ser comprados pela internet em todo o Brasil. Até o fim de março, mês do lançamento, a marca oferece frete grátis.

>>> Sonho de consumo: cafeteira italiana Bialetti agora tem loja oficial no Brasil 

A Bialetti é responsável por popularizar a Moka, conhecida também como cafeteira italiana. Foto: Pixabay
A Bialetti é responsável por popularizar a Moka, conhecida também como cafeteira italiana. Foto: Pixabay

Cafés brasileiros

Os dois cafés que estreiam o no catálogo da Bialetti são o Nápoli e o Roma. Ambos são 100% arábica e cultivados no Brasil. O primeiro é um blend com as variedades Mundo Novo, Acaia, Catuaí Amarelo, Catuaí Vermelho, Bourbon, Icatú e Obará.

O café Napoli pode ser comprado em dois tipos de moagem: para a cafeteira italiana, a moka, e para métodos filtrados.
O café Napoli pode ser comprado em dois tipos de moagem: para a cafeteira italiana, a moka, e para métodos filtrados.

Tem corpo denso/alto, com acidez equilibrada e sabor adocicado, segundo a marca. É produzido na Fazenda Santa Lúcia, no sul de Minas Gerais, a mil metros de altitude. O produto está disponível em duas quantidades – 250g (R$ 16,90) e 500g (R$32,60) – e em duas opções de moagem: para Moka e coado.

Roma, o segundo rótulo, é um blend das variedades Bourbon, Mundo Novo e Catuaí. Cultivado na Fazenda Santo Antonio, região da alta mogiana, em São Paulo, tem corpo denso/alto, acidez equilibrada e aroma achocolatado. Está disponível em embalagens de 500g (R$ 35,10) e 1kg (R$ 64,90) e é indicado para espressos.

Os cafés estão à venda na loja online da Bialetti.

Revolução no modo de preparar café

A Moka Express revolucionou o modo de preparar o café no mundo. Fundada por Alfonso Bialetti, em 1933, a marca se popularizou nas mãos do herdeiro, Renato Bialetti. O filho, que assumiu a empresa de família em 1946, colocou o seu marcante bigode no logo e exportou o objeto para o mundo todo.

A cafeteira, graças à base octogonal e uma silhueta inovadora, se tornou um símbolo do “made in Italy” e continua sendo muito utilizado ainda hoje para o preparo do café.

LEIA TAMBÉM

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]