Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Concurso espumante
Cinco vinícolas do Rio Grande do Sul levaram o prêmio máximo dos espumantes brasileiros.| Foto: Jeferson Soldi/divulgação

Seis espumantes produzidos no Rio Grande do Sul foram eleitos os melhores do Brasil neste ano pelo 12º Concurso do Espumante Brasileiro, realizado na última sexta (15) em Garibaldi (RS). Os rótulos das marcas Salton, Cave de Pedra, Casa Valduga, Casacorba e Don Guerino se destacaram entre 424 amostras de 93 vinícolas inscritas de todo o país, uma quantidade recorde para a competição realizada há duas décadas.

De acordo com os jurados, os rótulos obtiveram as maiores pontuações entre os 134 premiados de diversas categorias e conquistaram o prêmio Sabre de Ouro. Essa é uma distinção especial concedida a espumantes que se sobressaíram entre os diferentes métodos de produção, como tradicional e charmat de bebidas brancas, rosés, moscatéis e natures.

A quantidade de amostras inscritas neste ano é reflexo do avanço que a indústria vinícola brasileira teve principalmente no último ano, quando as vendas e o consumo deram um salto de 30% na comparação com 2019. André Gasperin, presidente da Associação Brasileira de Enologia (ABE), explica que esse desempenho mostra como os produtores estão cada vez mais profissionais e conquistando novos paladares.

“Hoje, vendemos um conceito, uma história construída ao logo do tempo. É história engarrafada, o que nos orgulha, ainda mais com o reconhecimento técnico”, conta.

O concurso avaliou espumantes naturais, provenientes de uvas vitis viníferas, obtidos a partir dos diferentes métodos, que estejam sendo comercializados normalmente pelas empresas. Participaram amostras dos estados de Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal.

Vencedores

Veja quais são os espumantes vencedores do 12º Concurso do Espumante Brasileiro na premiação do Sabre de Ouro:

Espumante Branco Charmat
“Salton Espumante Brut”, Vinícola Salton (Bento Gonçalves/RS).
R$ 50 (valor sugerido de venda).

Espumante Branco Tradicional
“Cave de Pedra Espumante Brut D.O.”, Vinícola Cave de Pedra (Bento Gonçalves/RS).
R$ 165 (valor sugerido de venda).

Espumante Rosé Charmat
“Salton Espumante Brut Rosé”, Vinícola Salton (Bento Gonçalves/RS).
R$ 50 (valor sugerido de venda).

Espumante Rosé Tradicional
“Casa Valduga Espumante Premium Brut Rosé”, Casa Valduga (Bento Gonçalves/RS).
R$ 64,90 (valor sugerido de venda).

Espumante Moscatel
“Casacorba Espumante Moscatel”, Vinícola Casacorba (Nova Roma do Sul/RS).
R$ 36 (valor sugerido de venda).

Espumante Nature
“Don Guerino Espumante Blanc de Blanc Nature”, Vinícola Don Guerino (Alto Feliz/RS).
R$ 139 (valor sugerido de venda).

Já na medalha de Grande Ouro, foram premiados os seguintes espumantes:

  • “Aracuri Collector Espumante Blanc de Noir Sur Lie Nature 2017”, Aracuri Vinhos Finos - Aliprandini e Meyer Vinhos (Vacaria/RS).
    R$ 110 (valor sugerido de venda).
  • “Casa Valduga 130 Espumante Brut Rosé”, Casa Valduga Vinhos Finos (Bento Gonçalves/RS).
    R$ 119,50 (valor sugerido de venda).
  • “Casa Valduga Espumante Arte Brut Rosé”, Casa Valduga Vinhos Finos (Bento Gonçalves/RS).
    R$ 64,90 (valor sugerido de venda).
  • “Oremus Espumante Moscatel Rosé”, Fante Indústria de Bebidas (Flores da Cunha/RS).
    R$ 22 (valor sugerido de venda), apenas na loja física da marca.
  • “Varanda Espumante Brut 2019”, Indústria Vinícola São Luiz (Garibaldi/RS).
    R$ 99 (valor sugerido de venda), disponível apenas na Mercearia Varada, em São Paulo.
  • “Ponto Nero Cult Espumante Brut Rosé”, Ponto Nero Indústria de Bebidas (Garibaldi/RS).
    R$ 59 (valor sugerido de venda).
  • “Casacorba Espumante Brut Rosé”, Vinhos Casacorba (Nova Roma do Sul/RS).
    R$ 38 (valor sugerido de venda).
  • “Salton Gerações Azir Antonio Salton Espumante Nature”, Vinícola Salton (Bento Gonçalves/RS).
    R$ 175 (valor sugerido de venda).
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]