Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Vinhos Portugal Brasil
Vinhos de Portugal ocupam o segundo lugar na preferência nacional.| Foto: Bigstock

A 2ª Edição do Festival Vinhos de Portugal no Brasil já tem data definida. A ação, que busca popularizar os rótulos portugueses no Brasil, começa no dia 29 de outubro e vai até 7 de novembro. Durante dez dias, os consumidores de todo o país vão encontrar áreas demarcadas nos principais supermercados, lojas, empórios e e-commerce do país com opções de garrafas das principais regiões lusitanas. As negociações estão em andamento e os três mil pontos de venda da ação deste ano serão divulgados em breve.

Em 2021, a intenção é prestigiar vinhos mais elaborados e com maior classificação nas disputas da categoria, com preços a partir de R$ 65. “O direcionamento atende à demandas apontada pelo mercado, já que os vinhos portugueses foram os únicos a registrar aumento em valor e preço médio ao longo de 2020”, aponta o consultor do festival, Carlos Cabral. Nos meses que antecedem a ação, Cabral vai capacitar as equipes dos pontos de venda que trabalham diretamente com o produto.

No total, nove regiões de vinícolas de Portugal, que têm 250 tipos diferentes de uvas, estão representadas no festival: Alentejo (líder de rótulos exportados), Bairrada, Beira Interior, Dão, Douro e Porto, Lisboa, Penísula de Setúbal, Vinho Verde e Tejo. "Os vinhos alentejanos ainda são os preferidos, mas o consumo de rótulos de Lisboa e Vinho Verde estão crescendo bastante", aponta Frederico Falcão, presidente da ViniPortugal, entidade que promove o festival.

Entre os produtos estão na seara das Denominações de Origem Protegida (DOP) ou Indicação Geográfica Protegida (IGP), que certificam rótulos de características únicas de cada região produtora. "Quando são analisadas exclusivamente as exportações de vinhos de DOP ou IGP, o Brasil superou os Estados Unidos nesta categoria, com um crescimento de 28% em valor e volume no último ano", reforça Falcão.

A primeira edição do Festival Vinhos de Portugal foi em 2021. Foto: Divulgação/ViniPortugal
A primeira edição do Festival Vinhos de Portugal foi em 2021. Foto: Divulgação/ViniPortugal

Mercado em expansão

Segundo o presidente da ViniPortugal, Frederico Falcão, desde 2016 Portugal ocupa a segunda posição nas importações de vinhos pelo Brasil, atrás apenas do Chile. "E a procura cresce cada vez mais, com um diferencial: o vinho português fala a mesma língua dos brasileiros. Só do início do ano até abril, houve um aumento de 44,4% das exportações de vinhos de Portugal pelo mercado brasileiro em comparação com o mesmo período do ano passado". Em termos financeiros, a movimentação foi de 20,7 milhões de euros.

No ano passado, a primeira edição do festival, que é realizado em parceria com a Associação Brasileira dos Supermercados (ABRAS), ajudou no aumento da penetração da bebida portuguesa no mercado nacional, com a participação de 2.500 estabelecimentos, não apenas do eixo Rio-São Paulo e da região sul, como também de cidades do Nordeste e do Norte do país. "No último ano, o envio de rótulos de Portugal para nosso mercado aumentou 23,5% em valor", resume.

A ação, vale lembrar, foi pensada para aproveitar o aumento significativo do consumo de vinhos durante a pandemia, que em 2020 ficou em 30% entre a importação e a produção nacional de vinhos, segundo dados da Ideal Consulting.

Para esta edição, a expectativa é de que 3.000 pontos de venda entrem no festival, muitos deles no Paraná e, em especial, em Curitiba. “Apesar de desafiador, o momento segue sendo promissor para o setor supermercadista, e com o êxito do Festival Vinhos de Portugal em 2020, com adesão de mais de 2.500 estabelecimentos, nosso objetivo na edição deste ano é expandir a oferta de vinhos e o número de pontos de vendas em diferentes cidades do Brasil, em estados mais distantes do eixo Rio-São Paulo”, finaliza Falcão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]