Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Confeitaria de Curitiba aposta em recheios com frutas nesta Páscoa. Sotile Pasticceria cria ovo com recheio de maracujá e framboesa. Foto: Divulgação.
Confeitaria de Curitiba aposta em recheios com frutas nesta Páscoa. Sotile Pasticceria cria ovo com recheio de maracujá e framboesa. Foto: Divulgação.| Foto:

São Paulo recebeu, no último final de semana, a segunda edição do Chocolat São Paulo – Festival Internacional do Chocolate e Cacau. O evento, considerado o maior do setor na América Latina, já tem 20 edições realizadas entre Bahia, Pará e São Paulo e reuniu cerca de 70 expositores, sendo mais de 50 marcas de chocolate de origem, bean to bar, premium e gourmet.

O chocolate bean to bar – usada para classificar quando o chocolate é feito desde a amêndoa até a barra por pequenas chocolaterias – e o chocolate de origem – quando se conhece a origem do cacau utilizado em determinado chocolate – foram os destaques do festival. E eles trouxeram uma riqueza de novidades e tendências que já poderão ser encontradas nesta Páscoa.

 Ovo de chocolate ao leite 40% cacau com a casca recheada com ganache de araçá e castanhas-decaju salpicadas, da marca Gallette Chocolates.
Ovo de chocolate ao leite 40% cacau com a casca recheada com ganache de araçá e castanhas-decaju salpicadas, da marca Gallette Chocolates.

Confira cinco novidades para esta Páscoa:

1 - Sabores que destacam o chocolate, com menos recheio

Quem aprecia um chocolate de qualidade, tem procurado por opções de ovos de Páscoa com menos recheio. Diferente dos anos anteriores, que os ovos de colher brilharam, este ano, estão em alta os ovos com recheios na casca e com ingredientes que acrescentam sabor ao chocolate.

O ovo de chocolate 50% cacau com a casca recheada com ganache de manga com cumaru; e ovo de chocolate ao leite 40% cacau com a casca recheada com ganache de araçá e castanhas-decaju salpicadas foram alguns exemplos da marca Gallette Chocolates, que apareceram e esgotaram rapidamente no evento.

2 - Chocolate com queijo

A marca Gallette Chocolates também trouxe para a feira um dos seus produtos mais vendidos: os bombons de queijo. Na caixa, há 12 bombons com recheios de queijo Roquefort, Brie com Damasco, ambos cobertos por chocolate branco e camembert com limão siciliano coberto com chocolate meio amargo 54,5% cacau.

A Cuore di Cacao também mantém um sabor de chocolate com queijo em sua Páscoa há alguns anos. O ovo de gorgonzola com doce de leite e nozes traz o chocolate ao leite recheado com ganache de chocolate branco, queijo gorgonzola, doce de leite e crocante de nozes.

“A gordura base do chocolate é a manteiga de cacau. Assim como a base do queijo é a gordura do leite. Em questão de textura, eles funcionam muito bem juntos. No nosso produto, combinamos o queijo com uma ganache de chocolate branco, que leva doce de leite e depois as nozes crocantes. A textura da ganache fica perfeita com o queijo, temos o sabor dele e aquela leve picância, aliados à doçura do chocolate branco e da nota de caramelização do doce de leite. Por fim, a crocância das nozes, que também fazem uma limpeza final na boca”, explica Bibiana Schneider, uma das sócias da marca curitibana.

Outra marca curitibana que está apostando no queijo, nesta Páscoa, é a Roberta Schwanke Gastronomie & Pâtisserie. Um dos lançamentos do seu cardápio é o Ovo Pistache e Gorgonzola. Feito com chocolate branco, é recheado na casca com trufa de queijo e por fora é coberto com farofa de pistache.

3 - Sabores exóticos

 Benevides Chocolate Finos criou uma harmonização exótica utilizando fruta e especiarias. Foto: Divulgação. fffrut
Benevides Chocolate Finos criou uma harmonização exótica utilizando fruta e especiarias. Foto: Divulgação. fffrut

Os sabores exóticos marcaram presença no festival. A marca Casa Lasevicius produz chocolates bean-to-bar em pequenos lotes e tem apostado na inclusão de ingredientes fora do comum: grilos desidratados; larvas de besouro; e a formiga amazônica içá-limão. “Depois que o chocolate está pronto, incluímos os insetos desidratados, que são criados especialmente para chocolates, com criação em laboratório”, explica a marca. São produtos seguros, com finalidade gourmet.

 Casa Lasevicius tem apostado na inclusão de ingredientes fora do comum: grilos desidratados; larvas de besouro; e a formiga amazônica Içá-Limão. Foto: Ledinara Batista.
Casa Lasevicius tem apostado na inclusão de ingredientes fora do comum: grilos desidratados; larvas de besouro; e a formiga amazônica Içá-Limão. Foto: Ledinara Batista.

Outro ingrediente exótico que chamou a atenção foi o leite de cabra. Ele vem sendo utilizado para proporcionar um sabor mais peculiar ao chocolate ao leite. A La Barr apresentou a sua barra de chocolate 55% cacau ao leite de cabra.

A Benevides Chocolate Finos criou uma harmonização exótica utilizando fruta e especiarias. A barra de chocolate 55 % cacau com Coco e Curry era a mais vendida no stand da marca.

E a Mission Chocolate by Arcelia Gallardo apostou numa combinação exótica com sabores mais populares. Seu produto de destaque foi a barra de chocolate de caramelo com grãos de café e flor de sal.

4 - Recheios com frutas

As frutas também estão em alta nas receitas de chocolates. Podem ser no recheio ou como ingrediente que saboriza o chocolate. Exemplos que fizeram sucesso no Chocolat Festival foram manga com cumaru; araçá com castanhas; cupuaçú; e chocolate com infusão de laranja;

Sotile Pasticceria é uma marca curitibana que está apostando em recheios frutados para a Páscoa. Seu ovo carro-chefe traz recheio duplo, na casca. De um lado, a casca é feita com chocolate branco 33% cacau e tem o recheio de ganache de chocolate branco com framboesa; do outro lado, a casca é feita com chocolate meio amargo 54 % cacau, e recheado com ganache de chocolate ao leite com maracujá.

5 - Opções veganas ao leite, com leite de coco

Os chocolates veganos são, geralmente, opções com grau mais intenso de cacau, os considerados chocolates amargos. A novidade na feira foram as opções de chocolate ao leite, sem ingredientes de origem animal. Para produzir as barras são utilizados leites vegetais e o de coco é o que está em alta. Ele permite produzir um chocolate cremoso e mais doce que os habituais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]