i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curiosidade

Sashimi de frango virou moda em restaurantes do Japão

As tiras de frango cru estão conquistando os japoneses e já chegaram nos restaurantes de Tokyo, mas especialistas advertem sobre o perigo

  • PorBom Gourmet, com colaboração de Karen Sailer
  • 18/09/2017 13:25
Imagem postada por Joe Bao no Instagram de peito de frango servido como sashimi em Tóquio. Foto: Reprodução/Instagram
Imagem postada por Joe Bao no Instagram de peito de frango servido como sashimi em Tóquio. Foto: Reprodução/Instagram| Foto:

Você já comeu ou ouviu falar em sashimi, certo? São tiras de peixe cru servidas com shoyu, molhos e cebolinha fresca. Alguns chefs adaptaram a receita para carne bovina crua, mas agora, o que tem conquistado o gosto dos japoneses é o torisashi: sashimi de frango. Eles são feitos com diferentes cortes da ave, tais como peito e coxa e podem ser selados rapidamente para permanecer cru por dentro, fazendo o torisawa.

Publicado pelo perfil @takaha4_ no Instagram.
Publicado pelo perfil @takaha4_ no Instagram.

O sashimi de frango tem se popularizado em Tóquio, capital do Japão, e em países do sudeste asiático, como Singapura. Apesar do elogio de gourmands, as autoridades sanitárias alertam para o perigo de comer o frango cru, uma vez que há alto risco de contaminação, como a bactéria do tipo salmonela, que provoca quadros severos de gastroenterite, com febre, diarreia, náusea e vômito.

Imagem postada por Joe Bao no Instagram de peito de frango servido como sashimi em Tóquio. Foto: Reprodução/Instagram
Imagem postada por Joe Bao no Instagram de peito de frango servido como sashimi em Tóquio. Foto: Reprodução/Instagram

No Instagram, muitos usuários têm postado relatos sobre o sabor da carne e contando que não tiveram problemas com a digestão. “Sashimi peito e coxa de frango cru selvagem com wasabi. Essa epítome de ternura e suculência precisa apenas de um pouco de shoyu para fazer seu paladar ir aos céus”, escreveu Joe Bao (@joejiafengbao).

Publicado pelo perfil @phanav no Instagram.
Publicado pelo perfil @phanav no Instagram.

Os restaurantes que servem o sashimi de frango afirmam que o frango vem de criadores locais, para que o tempo entre o abate e o consumo seja curto, e que seguem todos os padrões de higiene exigidos. Não é recomendado tentar fazer o preparo em casa, pois dificilmente temos certeza da procedência segura da carne.

***

LEIA MAIS:

Sushi com desconto de segunda a segunda: 11 restaurantes japoneses com promoções em Curitiba

Do bacon de baleia à crista de galo: uma viagem pelo mundo por meio de comidas inusitadas

Restaurante alemão serve sobremesa em chinelo Havaianas

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.