Plantão

Cultura cervejeira

Projeto de lei propõe que Curitiba seja a capital brasileira da cerveja artesanal

Proposta, que começou a tramitar em fevereiro, reforça potencial de polo cervejeiro da capital paranaense

por Júlia Ledur Publicado em 04/08/2017 às 09h
Compartilhe
Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

Depois da classificação de Blumenau como a capital da cerveja, um projeto de lei apresentado em fevereiro deste ano quer dar o título de capital da cerveja artesanal à Curitiba. O texto, assinado pelos vereadores Toninho da Farmácia, Zezinho Sabará, Tito Zeglin, Marcos Vieira e Goura (todos do PDT), também propôe que a última semana de maio seja considerada a “semana da cerveja artesanal em Curitiba”.

Hoje, o projeto se encontra na Comissão de Educação, Cultura e Turismo, no gabinete do vereador Professor Euler. Contatado pela reportagem, ele informou ao Bom Gourmet que, além deste projeto, outro muito similar, de autoria de Bruno Pessuti (PSD), propõe a criação de um Festival Paranaense de Cervejas. Esta proposta também está na comissão.

Curitiba é a capital da cerveja artesanal no Brasil. Entenda o porquê

Tramitação

Na semana que vem, Euler emitirá um parecer sobre os projetos de lei. Depois disso, os textos serão votados pelos demais membros da Comissão de Educação, Cultura e Turismo, seguem para o plenário e, se aprovados, para sanção do prefeito para se tornar lei.

Euler já garantiu à reportagem que seu parecer será positivo. “Já posso adiantar que o meu parecer vai ser pela tramitação, porque eu acho que é algo que ajuda a estimular uma atividade econômica importante, que é a cerveja artesanal”, declara. “Eu acho que fomentar essa atividade pode inclusive resultar no aumento de turistas na cidade. Assim conseguimos fortalecer Curitiba como um polo cervejeiro artesanal, como é comum o Vale do vinho no Rio Grande do Sul, por exemplo”.

Hoje é Dia da Cerveja e tem promoção em bares de Curitiba. Veja onde

Rota da cerveja

Em abril deste ano, o projeto da Rota da Cerveja Artesanal, de autoria dos deputados Maria Victoria (PP) e Anibelli Neto (PMDB), foi sancionado e virou lei estadual. A regra inclui vinte cidades paranaenses na rota da cerveja artesanal do estado: Almirante Tamandaré, Arapongas, Araucária, Campo Largo, Cascavel, Colombo, Curitiba, Francisco Beltrão, Londrina, Maringá, Palmas, Palmeira, Piên, Pinhais, Piraquara, Ponta Grossa, Quatro Barras, Rolândia, São Mateus do Sul e São José dos Pinhais. O objetivo da lei é incentivar a produção de microcervejarias e cervejarias artesanais, promover eventos realizados pelo setor, desenvolver o turismo e gerar empregos e renda.

Cultura da cerveja

Em 2009, Curitiba abrigava apenas quatro cervejarias artesanais, Klein, Asgard, Gauden e BierHoff. Em sete anos, o número aumentou em mais de 14 vezes. Hoje, a Associação das Microcervejarias do Paraná (Procerva) tem 55 associados, 90% deles na região de Curitiba. Mas a presidência da Procerva considera que este número é ainda maior.

Estudo vai mapear as microcervejarias do Paraná para descobrir quantas são e o volume de produção

O crescimento exponencial da ramo na capital paranaense veio acompanhado de fatores culturais, de lazer e de turismo. Durante este período, foram criados inúmeros eventos de cerveja artesanal, cursos, encontros, tours, e por aí vai. Como consequência, tornou-se um ramo que estimula a atividade econômica da capital paranaense. “É de conhecimento público que nos últimos anos as atividades para a produção de cerveja artesanal aumentaram significativamente no Brasil, gerando riquezas, empregos, impostos, como negócio e mercados promissores”, afirmam os parlamentares do PDT, que criaram o projeto de lei.

Um dos eventos que tem o objetivo de fomentar o mercado é o Festival da cultura cervejeira artesanal. O evento começa neste fim de semana com várias atividades em Curitiba e termina no fim de semana que vem (12 e 13/08), com a Procerva Fest no Museu Oscar Niemeyer.

Para embasar o projeto, o texto da proposta cita uma reportagem publicada pelo Bom Gourmet em maio de 2016, que elenca 25 microcervejarias que funcionam em Curitiba. “A possibilidade de negócio com a produção de cerveja vem de longos anos, tanto que já está consolidada a Associação das Microcervejarias do Estado do Paraná (Procerva), que contemplou, em 2016, a competição entre os cervejeiros para que apresentassem seus planos de negócio sobre a produção e venda da bebida”, conclui a proposição.

Leia mais 

Fim de semana tem tour por 12 bares e passeio de trem regado à cerveja

Confira a programação completa do festival da cerveja artesanal em Curitiba

Compartilhe

8 recomendações para você