Restaurantes

Restaurante árabe comandado por refugiados sírios reabre em novo endereço

A nova casa do Suryana fica na Galeria Omni, no Centro, a poucos metros do antigo local; no menu tem pratos tradicionais como quibe, falafel e shawarma

por Andrea Torrente Publicado em 13/01/2017 às 18h
Compartilhe
restaurante árabe suryana em curitiba

Nova casa do Suryana é maior e tem capacidade para 40 pessoas. Foto: Andrea Torrente/Gazeta do Povo.

O restaurante árabe Suryana, do casal de refugiados sírios Maher e Sherin Jarrah, está de casa nova após cinco dias de portas fechadas. A lanchonete reabriu no começo de janeiro na mesma rua, no Centro, e a poucos metros do antigo endereço. Agora, a casa fica num imóvel mais espaçoso na Rua Carlos de Carvalho 603, na loja 1 da Galeria Omni. Abre todos os dias.

>>> Cozinheira síria faz comida árabe em lanchonete do Centro

>>> Restaurante no Batel tem banquete de comida árabe

>>> Veja receitas para fazer jantar árabe em casa

O cardápio e os preços continuam os mesmos. O carro-chefe é o quibe cru servido com pepino em conserva, pasta de alho, cebola, tomate e salada (R$ 14,99), que serve bem uma pessoa.

quibe cru restaurante suryana curitiba

Quibe cru temperado à moda síria (R$ 14,99). Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo.

No menu tem também falafel (R$ 13,99), pão árabe recheado com cebola, alho, coentro, hommus, tahine e bolinho de grão de bico, acompanhado de três unidades de bolinho de grão de bico, salada e tomate; e shawarma, pão árabe recheado com carne ou frango preparado na chapa. O recheio leva tomate, pepino em conserva, pasta de alho, coentro entre outros temperos (R$ 13,99). Acompanha fritas, salada, pasta de alho e tomate.

shawarma do restaurante suryana

Shawarma de carne ou frango com fritas e salada. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo.

Maher produz também sorvete caseiro de diversos sabores (R$ 4,99, 100 g) e vende hommus (pasta de grão de bico) e babaganouch (pasta de berinjela) para os clientes que querem levar para casa (R$ 50 o quilo).

Maher Jarrah, 40, dono do Suryana, com a esposa Sherin, 36, e o filho Fadi, 12. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo..

Maher Jarrah, 40, dono do Suryana, com a esposa Sherin, 36, e o filho Fadi, 12. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo.

suryana restaurante refugiados sírios em curitiba

O sanduíche de falafel com hommus acompanha três unidades do bolinho de grão de bico frito (R$ 13,99). Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo.

Serviço

Rua Carlos de Carvalho 603, na loja 1 da Galeria Omni, Centro – (41) 9997-41252. De segunda a sábado, das 10 às 22 horas; domingo das 12h30 às 10 horas.

Compartilhe

8 recomendações para você