i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
50 Anos

Há 50 anos, Aquarius Panificadora faz parte das madrugadas dos curitibanos

O tradicional pão stollen, o bolo Sensação de Morango e os lanches pós-balada estão na memória dos frequentadores há décadas

  • PorPatricia Favorito Dorfman, especial Bom Gourmet
  • 14/10/2018 08:00
Fotos dos ambientes, pratos e família de proprietários da Panificadora Aquárius que está completando 50 anos. Local: Av. Pref. Erasto Gaertner, 363 - Bacacheri.
Fotos dos ambientes, pratos e família de proprietários da Panificadora Aquárius que está completando 50 anos. Local: Av. Pref. Erasto Gaertner, 363 - Bacacheri.| Foto: Gazeta do Povo

Macio, com muitas frutas, coberto de açúcar. O stollen, doce típico alemão, conta um pouco da história de uma das mais antigas panificadoras de Curitiba, a Aquarius, que em 2019 completa 50 anos. Foi com este pão doce que dona Flávia, a matriarca da família Ehler, foi conquistando o paladar dos moradores da capital, inicialmente no bairro Bacacheri. Hoje, a Aquarius é visitada por curitibanos de todos os cantos da cidade, dias e noites, porque afinal ela é pioneira, também, em atender seus clientes durante 24 horas, sete dias na semana, nos 365 dias do ano.

E o stollen está sempre lá, relembrando a vida de Adolfo e Flávia que vieram de Marechal Cândido Rondon para a capital. Mesmo sem entenderem nada de pão ou doces, decidiram aceitar sociedade com os irmãos de Adolfo na BelPão, uma rede de panificadoras que não resistiu ao tempo.

Stollen, parte da história da Panificadora Aquarius. Foto: Fernando Zequinão / Gazeta do Povo
Stollen, parte da história da Panificadora Aquarius. Foto: Fernando Zequinão / Gazeta do Povo| Gazeta do Povo

Cada um tocando uma unidade, foi ali no bairro tradicional de imigrantes franceses e alemães, que os Ehler abriram a porta de sua fábrica de pães ao público em 1969. Ricardo, a segunda geração e que está à frente da gestão do negócio, conta que a mãe acordava às três da manhã para começar a preparar os quitutes que seriam distribuídos pelo pai a outros pequenos negócios e também vendidos na antiga BelPão. “Meu pai costuma dizer que sem uma mulher que assuma o controle não tem como tocar uma panificadora”, diz Ricardo.

Aliás, a matriarca está todos os dias na Aquarius, recebendo pedidos, atendendo no balcão e conversando com os clientes que passam para se deliciar com a variedade de lanches e doces que estão disponíveis na renovada panificadora. “Até hoje não posso ver fila que vou atender”, conta a senhora de olhos brilhantes, que criou os filhos em meio ao “açúcar e afeto” da Aquarius. Ao lado de Ricardo, na administração do negócio, estão as irmãs Dagmar e Adriane.

Sabores ao paladar

Pão da Vovó, agora com fermentação longa. Foto: Fernando Zequinão / Gazeta do Povo
Pão da Vovó, agora com fermentação longa. Foto: Fernando Zequinão / Gazeta do Povo| Gazeta do Povo

Como falar de panificadora e não falar de pão? Hoje, a Aquarius serve 90 tipos de pães. Entre eles o Pão da Vovó. O nome já dá uma ideia: um tradicional pão branco, macio, que até pouco tempo atrás era feito na fermentação rápida. “Mas, acompanhando as tendências, percebemos que os pães de fermentação longa estão sendo muito bem aceitos pelos clientes. Eles buscam esta variedade. Então, mudamos a formulação do Pão da Vovó e o adequamos à fermentação longa. O resultado é que os clientes passaram a falar sobre as lembranças de infância que o pão avivou. O Pão da Vovó agora tem o mesmo sabor que os pães que eram feitos pelas mães e avós”, conta Ricardo.

Todos os pães vendidos hoje utilizam a fermentação longa, um processo de mudança que teve início há dois anos e que trouxe para o empreendimento consultores especializados e a contratação de padeiro com experiência nessa formulação. Um dos pães encontrados na Aquarius, por exemplo, é o Poolish. “Usamos o mesmo nome do tipo de fermento utilizado no pão para batizá-lo. Ele é escuro e leva gergelim – a semente fica de molho por horas até ficar escura, dando a cor quase preta ao pão”, explica Ricardo.

Os mesmo pães que são vendidos na ilha da padaria, também são usados nos lanches. A variedade de opções para quem chega na Aquarius é igual à dúvida que se segue sobre a escolha a ser feita. Vão desde os tradicionais – como o mortadela paulista (R$ 14,90) nas opções de pão de leite, francês, d´água ou francês com fibras; executivos – beirute de rosbife (R$ 18,90); premium – pastrami, provolone, tomate seco e alface (R$ 26,90) com pão d’ água, ciabatta ou croissant. Destaque são os hambúrgueres, feito com pão d´água, leite ou fibras nas variações Italiano, Russo, Suíço ou Americano Especial que utilizam tipos diferentes de queijo e acompanhamentos, como a cebola roxa e a chicória. Todos ao preço de R$ 24,90.

Novidades mais saudáveis

A palavra saudável pode gerar uma certa confusão. Mas ela é base para as reformulações do cardápio de lanches, que passa a oferecer opções que atendem os intolerantes a determinados ingredientes – como glúten – além de comidinhas mais leves, como saladas e omeletes. É possível escolher uma crepioca AQ (R$ 12,90), um filé de frango grelhado com salada (R$ 13,90), uma omelete de abobrinha (R$ 12,90) ou sanduíche Riviera (R$ 12,90) com pão de fibras, peito de peru, queijo minas, pepino, tomate e alface. Inclusive, no cardápio é possível ler nas legendas em que categoria a oferta se encontra – sem açúcar, sem lactose, vegetariano, vegano e sem glúten.

Adoce

Agora, se você não faz restrição ao açúcar e às gordices – mesmo que seja apenas por uma vez – terá que recorrer a um método eficaz de escolha. Além das vitrines sempre bem abastecidas de bolos e tortas, é possível encontrar sempre o mais tradicional bolo da casa, o Sensação de Morango – pão de ló branco macio e fofo, morangos, suspiros e chantilly (R$ 90 o quilo e na encomenda é possível trocar chantilly por nata).

Bolo Sensação, sempre disponível. Foto: Fernando Zequinão / Gazeta do Povo
Bolo Sensação, sempre disponível. Foto: Fernando Zequinão / Gazeta do Povo| Gazeta do Povo

Para o café da tarde sempre têm opções que vão das bombas aos canudos folheados, incluindo as torteletes, a Madeleine e sobremesas, como a rabanada com sorvete (R$ 18). Se preferir as taças de sorvete, tem a de morango split (R$ 25), além dos milk shakes – como o de churros (R$ 18). Além dos mais de 50 tipos de tortas e bolos que podem ser servidos aos pedaços, como a tradicional Marta Rocha.

Nova Aquarius

Quando viu que os irmãos não sabiam administrar suas panificadoras, Adolfo decidiu sair da sociedade e rebatizar o negócio. De BelPão a Aquarius, o negócio mudou do primeiro endereço para a mesma Rua Erasto Gaertner, metros à frente em terreno próprio, onde foi construído o primeiro prédio da atual panificadora. Na época, meados da década de 1970, negócio e residência funcionavam no mesmo local, tudo junto para facilitar a vida da família. Assim, a família Ehler desenvolveu sua expertise na panificação. Sempre atentos às mudanças, entenderam que manter o negócio aberto 24 horas atenderia não só seus clientes, mas atrairia outros. Foi o que aconteceu e acontece até hoje. “Nosso movimento na madrugada é muito bom e não só dos jovens que saem das baladas, mas de muitas pessoas que buscam qualidade e um lugar agradável em horários diferenciados. Pessoas que buscam um lanche especial, além de pão e doces”, conta Ricardo.

O ambiente de atendimento da Panificadora Aquarius passou por modernização. Foto: Fernando Zequinão / Gazeta do Povo
O ambiente de atendimento da Panificadora Aquarius passou por modernização. Foto: Fernando Zequinão / Gazeta do Povo| Gazeta do Povo

Após assumir a gestão do negócio há cinco anos, Ricardo investiu inicialmente na organização dos controles administrativos, na equipe e nos equipamentos da produção. Há dois anos, assumiu como fundamental a reforma física do espaço. Assíduo visitante dos concorrentes e de negócios do mesmo setor em cidades como São Paulo, entendeu o que o consumidor procurava em uma panificadora. “Vi muitas pessoas olharem de fora, parados na calçada da Aquarius. Eles avaliavam a nossa falta de espaço interno para um lanche ou para que pudessem fazer pequenas reuniões de trabalho. Estávamos perdendo clientes. Por isso iniciamos a reforma”, esclarece.

A renovada Aquarius, na Erasto Gartner 363, está atualizada e moderna, com amplo espaço para receber clientes para o lanche, ilha de pães e frios, vitrines de doces, além de um espaço superior também renovado, onde funciona o restaurante que atende o almoço. “Este espaço tem entrada independente pela rua, para o almoço, a partir das 11h30. Mas, a partir das 15h30, esta porta é fechada e o cliente da tarde e noite acessa o andar superior por dentro da loja. Eles podem usar o espaço do restaurante também para os lanches.”

O espaço multiuso no almoço é comandado por um chef de cozinha que prepara um buffet variado de pratos quentes e frios, inclusive com pratos da culinária mexicana, às terças e árabe, às sextas. Com valor de R$ 51,90 dia de semana, R$ 65,90 aos sábados e R$ 73,90 nos domingos, o restaurante da Aquarius tem sempre 25 pratos quentes, sendo 10 da especialidade do dia, além do buffet de saladas e de sobremesas.

Comemoração

Para comemorar a modernização do espaço de atendimento da Aquarius e o início das comemorações de 50 anos de fundação, a panificadora vai vender seus pães com 50% de desconto no dia 16 de outubro, Dia Mundial do Pão.

Serviço:

Lei também:

Confira uma receita de Stollen

Entenda por que os pães de fermentação lenta viraram mania nacional

Como fazer a fermentação de alimentos em casa?

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.