i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Comidas novaiorquinas

Roteiro: 5 cafeterias em Curitiba para se sentir em NY

Estabelecimentos na capital paranaense recriam atmosfera da cidade americana em itens do menu, sistema de funcionamento e decoração

  • PorJúlia Ledur, com a colaboração de Karen Sailer
  • 17/07/2017 04:00
Roteiro: 5 cafeterias em Curitiba para se sentir em NY
| Foto:

Quem nunca desejou dar um pulinho em uma outra cidade, nem que fosse só para tomar um cafezinho? Essa vontade motivou os proprietários de cafeterias em Curitiba a homenagear Nova York, com referências à cidade nas opções do menu, no sistema de funcionamento ou na decoração dos ambientes.

Nesses locais, é possível comer Mac and cheese (macarrão com queijo), brownie, waffles e, para completar a refeição, tomar o americaníssimo milk shake de bacon com banana. Se preferir, também dá para desfrutar do brunch (junção de breakfast e lunch), um café da manhã reforçado, ou pegar a comida para levar, no sistema to go, super comum nos Estados Unidos. Os sabores nova-iorquinos são combinados a espaços decorados com itens que remetem à cidade, como placas de metrô e o clássico arranha-céu.

>>> Bolo de água é sensação em Nova York

>>> Veja 3 museus dedicados à gastronomia

>>> Conheça o brownie que está enlouquecendo os curitibanos

Confira o roteiro:

Brooklyn Coffee Shop

Ambiente da unidade da rua Trajano Reis do Brooklyn. Foto: Divulgação
Ambiente da unidade da rua Trajano Reis do Brooklyn. Foto: Divulgação

Depois de morar durante vinte anos nos Estados Unidos, Daniel Schmitt Carvalho e Patrícia Soldati retornaram para o Brasil, em 2009, e sentiram falta de um local que servisse as comidas típicas de Nova York, mais especificamente do Brooklyn, bairro onde residiam. Assim surgiu o Brooklyn Coffee Shop, que foi inaugurado em 2010 e atualmente conta com duas unidades em Curitiba e uma Orlando.

O ambiente informal com decoração industrial foi inspirado no bairro nova-iorquino, assim como os itens do cardápio, sempre frescos. O menu do Brooklyn inclui pratos muito consumidos na cidade americana, como o Eggs Benedict (R$ 20), que leva uma fatia de pão italiano, presunto, ovo pouché, molho hollandaise e cogumelos salteados, o Mac and cheese (R$ 21), macarrão gratinado com queijo gruyère, gouda, parmesão e muçarela e o Sanduíche Caprese Panini (R$ 14), feito com ciabatta, pesto, queijo muçarela e tomate.

Eggs Benedict do Brooklyn. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo
Eggs Benedict do Brooklyn. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo| Fernando Zequinão
Mac and Cheese do Brooklyn. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo
Mac and Cheese do Brooklyn. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo| Fernando Zequinão

Na seção de doces,outros itens também fazem referência à cidade. Tem os cookies (R$ 5), vendidos nos sabores chocolate, chocolate com gengibre, aveia com passas e manteiga de amendoim; a panqueca (R$ 15), servida com manteiga, maple syrup e geleia; e o brownie (R$ 10,50) são marca registrada da culinária americana.

Para beber, os destaques vão para cappuccino (R$ 7) e drink Mimosa (R$ 15), que leva suco de laranja e espumante.

Cookies do Brooklyn. Foto: Divulgação
Cookies do Brooklyn. Foto: Divulgação

Outro costume americano adotado pela casa é o brunch (junção de breakfast e lunch), um café da manhã reforçado. Neste formato, são servidos omelete (R$ 14), panquecas americanas, acompanhadas de manteiga e geleia de frutas vermelhas (R$ 15), waffles servidas com manteiga e geleia (R$ 14), Brooklyn Breakfast, dois ovos mexidos ou fritos com bacon, e batata ralada (R$ 19) e sanduíche Eggs in a Hole, ovos over-medium em ninhos de pão italiano (R$ 13). O brunch está disponível aos sábados e domingo das 11h às 15h30.

Assinantes da Gazeta do Povo ganham 20% de desconto no total do consumo do associado.

Serviço

***

Chelsea Cafe

Chelsea Cafe tem inspiração novaiorquina na decoração e no menu. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
Chelsea Cafe tem inspiração novaiorquina na decoração e no menu. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo| Gazeta do Povo

Um pedacinho de Nova York em Curitiba. Essa é a proposta do Chelsea Cafe, cafeteria inaugurada em dezembro do ano passado no Centro Cívico. Inspirada no bairro novaiorquino Chelsea, a casa reflete referências da metrópole na decoração e no menu.

A ideia surgiu depois de viagens do casal proprietário, a designer Camila Biscouto e o publicitário Wagner Rouver, à cidade americana. “A gente se inspirou no bairro em si e no Chelsea Market, que é um barracão muito grande que se transformou em uma galeria, com várias lojas, de cafés a bares”, explica Camila.

Comuns no bairro Chelsea, um barracão reformado deu lugar ao café. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
Comuns no bairro Chelsea, um barracão reformado deu lugar ao café. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo| Gazeta do Povo

As referências a Nova Iorque ultrapassam a estética e são evidenciadas também nos sabores dos pratos. O destaque é o waffle, que pode ser servido calda de chocolate (R$ 10,50), calda de frutas vermelhas (R$ 11) ou morango com Nutella (R$ 13) – o adicional de uma bola de sorvete sai por R$ 4,50. No rol dos itens americanos também constam o brownie de chocolate com sorvete de creme (R$ 15,50), a cheesecake com calda de frutas vermelhas (R$ 13), as panquecas americanas com mel (R$ 15,50), além dos milk-shakes, servidos nas mugs, e as taças de sobremesas, tendência que tem feito sucesso em Curitiba.

Na foto Chelsea Café e algumas opções do cardápio . Milk shake sobremesa panqueca hot cake frango grelhado .
Na foto Chelsea Café e algumas opções do cardápio . Milk shake sobremesa panqueca hot cake frango grelhado .| Gazeta do Povo

Os sabores de milk-shake vão de banoffee (R$ 21) a Kinder Bueno de leite Ninho com Nutella (R$ 29), passando por frutas vermelhas (R$ 21), Nutella (R$ 25) e brownie (R$ 25). O de morango com donuts e ganache de chocolate branco (R$ 25) é um dos mais pedidos. As sobremesas servidas na taça somam cinco, com destaque para a de Twix com caramelo (R$ 25). Há ainda taças de Oreo (R$ 23), morango com brigadeiro de leite Ninho (R$ 23), Ferreiro Rocher (R$ 25) e Red Velvet (R$ 26,90).

A casa também serve almoço executivo, de terça a sexta-feira das 11h30 às 15h. É possível escolher entre três opções que variam conforme o dia da semana – uma com carne vermelha, uma com carne branca e uma vegetariana. Há também salgados, beirutes, omeletes, sanduíches e saladas. Durante o outono e o inverno, a casa disponibiliza sopas, que podem ser to go. O sabor disponível muda todos os dias. O menu de almoço e salgados foi desenvolvido pela chef Jacqueline Schaidt. Os doces foram criados pelo casal proprietário. Hoje, quem comanda a cozinha é o chef Jesse Augusto Ramos.

O menu da cafeteria tem uma página inteira dedicada aos cafés e drinks feitos com eles. Tem os tradicionais, como espresso (R$ 4,50) e macchiato (R$ 5,50), e outros mais inusitados, como o mocha com paçoquinha e doce de leite (R$ 13) e o cappuccino com caramelo (R$ 7,50). Há ainda cerveja artesanal, sucos naturais e pink lemonade servidos nas mugs, tradicionais em Nova Iorque.

Milk-shake de morango com donut e Taça Twix do Chelsea. (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)
Milk-shake de morango com donut e Taça Twix do Chelsea. (Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo)| Gazeta do Povo

Entre os drinks, sem álcool, tem EspressoBrownie (brownie mergulhado em espresso com bola de sorvete de chocolate e chantilly), por R$ 17,50; Frapuccino Oreo Chocolate Cream, feito com espresso, batido com sorvete de chocolate, calda de chocolate e Oreo (R$ 16,50); Ice mocha caramelo (R$ 11), com calda de caramelo, expresso, leite, gelo e chantilly, entre outros. No total, são nove tipos de cappuccino, seis de chocolate quente e dois de chocolate gelado.

Assinantes da Gazeta do Povo ganham 20% de desconto no total do consumo do associado.

Serviço

***

Hoog Deli

Hoog Deli funciona no sistema das delicatessens americanas. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
Hoog Deli funciona no sistema das delicatessens americanas. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo| Letícia Akemi
O ambiente tem detalhes dedicados a estudantes, como tomadas, mesas coletivas e espaços de leitura. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
O ambiente tem detalhes dedicados a estudantes, como tomadas, mesas coletivas e espaços de leitura. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo| Letícia Akemi

Apesar do nome holandês (“hoog” significa alto e é sobrenome da família de umas proprietárias), o Hoog Deli, cafeteria inaugurada em agosto de 2015, também tem inspiração nova-iorquina. O sistema de funcionamento da casa é ao estilo das delicatessens americanas, que costumam atender durante longos períodos e oferecem diversas opções de cardápio, de café da manhã a lanches para a noite.

>>> Cafeteria na Praça Osório faz passeio a NY

No cardápio, alguns itens são típicos da cidade americana: a Caesar Salad (R$ 14), que leva alface americana, croûtons, lascas de parmesão e o tradicional molho caesar (feito com anchovas, parmesão, maionese, vinagre, alho e azeite de oliva).

Para a sobremesa, o doce do menu que tem a cara de Nova York é o brownie, que leva ovos, manteiga, açúcar, chocolate e custa R$ 5,90. Nada melhor para acompanhar do que um café americano, que no Hoog Deli custa R$ 3,90.

O Hoog Deli tem saladas no cardápio, como a tradicional Ceasar, e brownies, que podem ser pedidos para viagem. Foto: Divulgação
O Hoog Deli tem saladas no cardápio, como a tradicional Ceasar, e brownies, que podem ser pedidos para viagem. Foto: Divulgação| Geisa Borrelli

Outro costume adotado pela cafeteria é o sistema to go, em que os produtos são embalados para levar, uma prática muito comum em grandes cidades.

Serviço

***

New York Cafe

Elementos da decoração do NYC lembram a cidade americana na unidade do Alto da XV. Foto: Divulgação
Elementos da decoração do NYC lembram a cidade americana na unidade do Alto da XV. Foto: Divulgação

A homenagem da cafeteria, localizada no Alto da XV, à Nova York já é estampada, logo de cara, no logotipo da empresa: o símbolo do Flatiron Building, um dos primeiros arranha-céus construídos na cidade americana. A referência também é carregada de significado: é a região da cidade onde o chef do New York Cafe Luiz Santo morou.

No menu, as inspirações nova-iorquinas são inúmeras e focam na culinária judaica da cidade, além dos pães, carnes e sobremesas clássicas. A referência se traduz em itens como os tradicionais Bagels e Bialys, pães de origem judaica modelados manualmente e servidos com recheios simples e como opção em todos os sanduíches e hambúrgueres, como o Bagel com Chicken Salad (R$ 13,50). As tortas também lembram os cardápios de Nova York. Nessa seção, um destaque é a Angus Beef Pie (R$ 31,50), torta de massa folhada recheada com tiras de mignon de Angus salteadas com cebola caramelizada, queijo mussarela, turbo sauce e ciboulette.

Torta de maçã e Pink lemonade. Foto: Divulgação
Torta de maçã e Pink lemonade. Foto: Divulgação

Para um lanche, a casa serve sanduíches, como o NY Deli (R$ 28,50), feito com pastrami de Angus defumado artesanalmente no NYC, cozido lentamente em sous-vide (sob vácuo), servido com molho de mostarda defumado, picles artesanal e queijo provolone, servido no bagel ou bialy, e hambúrgueres, com destaque para o NY Burger (R$ 29,50), que leva 160g de angus beef, queijo cheddar, alface, tomate e russian dressing. Tem ainda o Falafel Wrap (R$ 29,50), uma tortilha vegana recheada com falafel, berinjela assada, salsa de tomates com cebola e coentro, mussarela vegana, rúcula e cream cheese vegano.

>>> Como fazer um legítimo churrasco americano

>>> Você sabe o que é sorgo? Chef do NYC ensina a usar e faz cookie sem glúten

American breakfast, que leva bacon e ovos, do NYC. Foto: Divulgação
American breakfast, que leva bacon e ovos, do NYC. Foto: Divulgação

O cardápio de sobremesas também é cheio de inspirações americanas: tem o Dark Flourless cake (R$ 18), um bolo de chocolate meio amargo cremoso sem glúten, o Cinnamon roll (R$ 16,50, um rolinho de canela glaceado, a Carrot cake (R$ 16,50), um bolo de cenoura tradicional americano com noz pecan caramelizada e glacê, ou as American pancakes servidas empilhadas com calda de caramelo com maçã (R$ 8,50) ou de maple, caramelo e essência de baunilha (R$ 6,50). Todos os itens do menu são feitos de maneira artesanal.

American pancakes com cobertura de maple syrup do NYC. Foto: Divulgação
American pancakes com cobertura de maple syrup do NYC. Foto: Divulgação
Tradicional cheesecake com calda de frutas vermelhas do NYC. Foto: Divulgação
Tradicional cheesecake com calda de frutas vermelhas do NYC. Foto: Divulgação| Vinicius Franca

Além desses pratos, o cardápio inclui ainda a receita de assinatura do chef Luiz Santo, a NY cheesecake (R$ 16), que pode ser servida com calda de frutas vermelhas (R$ 7,50) ou com Yellow sauce (R$ 7,50), calda de frutas amarelas. Para beber, tem os americaníssimos Bacon Shake (R$ 20), milk shake de bacon e banana, e Pink Lemonade (R$ 8,50).

E não é só a comida que remete à Nova York. A decoração do local também lembra a cidade, com detalhes no lustre, placas de metrô e sinais de trânsito americanos.

Serviço

New York Cafe vai abrir nova unidade que funciona do café da manhã ao jantar

***

Vanilla Bakery

Fachada do Vanilla Bakery. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo
Fachada do Vanilla Bakery. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

No coração do Batel funciona o Vanilla Bakery Shop, um pequeno lugar com decoração eclética e atmosfera aconchegante que se inspira nas cafeterias de bairro de Nova York. O ícone do cardápio é o muffin Red Velvet (R$ 9), que reza a lenda é o preferido de Elvis Presley, e o bolo Naked Cake Red Velvet com valores a partir de R$80,00.

Todo dia, há 3 a 5 sabores diferentes de brownies, muffins e bolos preparados. Os bolos – entre os sabores há banana, limão siciliano e chocolate – são vendidos inteiros (de R$ 24,50 a R$ 32) ou em fatias (de R$ 7,90 a R$ 11,90). Os brownies estão disponíveis no formato pequeno (R$ 5,50 a R$ 6,40) e grande (R$ 12,40 a R$ 17,90) com a opção de adicionar sorvete e creme de avelã ou doce de leite por R$ 25,90. Entre os sabores há frutas vermelhas, creme de limão e sweet cheese. Os muffins, preparados com frutas frescas, saem por R$ 9.

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Além dos cafés clássicos, da marca Orfeu, como espresso (R$ 5) e coado (R$ 8 a xícara de 100 ml), o destaque  é o Chai Latte (R$12,90) e o Almonds Latte (R$8,90). Os amantes do chá podem escolher entre cerca de 10 opções (R$ 9,80 o bule que serve duas xícaras), o mais apreciado é o Amaretto (hisbisco, rosa mosqueta, amora negra, maçã e pétalas de flores de centaurea).

Assinantes da Gazeta do Povo ganham 20% de desconto no total do consumo do associado.

Serviço

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.