Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
La Panna Cota da Pastry Lab.
La Panna Cota da Pastry Lab.| Foto: Kraw Penas

Esqueça os doces mais tradicionais como bomba de chocolate, brigadeiros ou bombons de morango. A proposta da Pastry Lab, inaugurada no bairro Seminário, em Curitiba, é causar novas sensações nas papilas gustativas com misturas de sabores como pêssego e framboesa ou pistache e gorgonzola.

As consistências e as texturas, que transitam entre um mousse mais firmes a cremes bem leves, também fazem parte da experiência, que busca, literalmente, surpreender: o menu, disponível apenas pelo sistema takeaway, vai mudar constantemente, dando aos clientes a oportunidade de sempre provar alguma criação nova.

A Pastry Lab fica no bairro Seminário. Foto: Gisele Rech
A Pastry Lab fica no bairro Seminário. Foto: Gisele Rech

É como se, como o próprio nome diz, a cozinha funcionasse como um laboratório de constantes experimentações. "Apesar de mantermos alguns doces fixos, a ideia é sempre fazer um giro nos produtos, para realmente provocar novas sensações nas pessoas, para que se arrisquem. Trabalho com um base de 30 ideias, mas as linhas vão variar", adianta o chef Gustavo Lorezon, que comanda o espaço ao lado do sócio Beto Motter.

Se os sabores e combinações tendem a mudar mais do que em uma confeitaria convencional, a oferta de doces sempre segue uma linha com paladar mais acessível, um pouco mais carregado na doçura, e outra que entra no campo das experimentações, com mais leveza na quantidade de açúcar. "A gente tem a pretensão de abrir a cabeça das pessoas, mas também temos uma linha mais comfort, mais próxima do que as pessoas estão mais acostumadas", explica Lorezon.

Na linha das experimentações, a Partly Cloudy é uma homenagem a Curitiba. Feito em formato de nuvem, o doce lembra uma nuvem cinzenta, efeito conseguido com o uso de uma delicada camada de pó de manteiga de cacau tingida no processo de flocagem. O recheio, leve a aerado, mistura a doçura da manga, o cítrico do maracujá e a suavidade do coco. "Buscamos brincar com o céu de Curitiba de uma maneira diferente".

O Partly Cloudy é uma homenagem ao céu de Curitiba. Foto: Gisele Rech
O Partly Cloudy é uma homenagem ao céu de Curitiba. Foto: Gisele Rech

Já no caminho com mais doses de doçura, a aposta é na repaginada nos populares bolos de pote, que ganham mais leveza e sabores combinados de ingredientes como tangerina e abacaxi, pêssego e framboesa e gorgonzola com pistache e foram rebatizados de Jar Pie. O doce é feito com uma fina camada de pão-de-ló com camadas de creme. "É um doce ideal para comer assistindo TV, por exemplo. E também é fácil de levar de um lugar a outro", explica o chef.

Bolos de pote repaginados. Foto: Gisele Rech
Bolos de pote repaginados. Foto: Gisele Rech| Divulgação

Quem também ganha uma cara nova é o milho. Tradicional em pratos como pamonha e curau, ele se revigora no doce batizado de Americana, inspirado no tempo em que Gustavo viveu nos Estados Unidos, país que é grande produtor de milho. A receita leva, ainda, uma dose de açúcar mascavo, tudo sobre uma massa feita de aveia, o que promete agradar, em especial, o paladar das "formiguinhas" de plantão.

 Docinho Americana: leva açúcar mascavo e massa feita de aveia. Foto: Kraw Penas
Docinho Americana: leva açúcar mascavo e massa feita de aveia. Foto: Kraw Penas| Maringas Maciel

A proposta inicial da Pastry Lab é de funcionar no sistema de takeaway, mas a dupla estuda a possibilidade de estender a oferta para o delivery. "No caso dos potes a gente sabe que é mais fácil. Mas estamos estudando outras possibilidades para o futuro, que garanta que os produtos cheguem intactos às pessoas", finaliza Gustavo.

Serviço

Pastry Lab
Onde: Rua Bispo Dom José, 2.193 - Seminário
Mais informações: @partrylab.br