i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Roteiro

O que comer no reduto da alimentação saudável de Floripa

Ao lado do Campeche, o bairro Rio Tavares desponta como o lugar preferido dos amantes da alimentação orgânica, natural e vegetariana

  • PorJuliana Gomes, de Florianópolis, especial para Gazeta do Povo
  • 23/04/2018 13:45
O que comer no reduto da alimentação saudável de Floripa
| Foto:

Não é novidade que Florianópolis é um dos destinos turísticos mais procurados entre os amantes dos esportes. Além dos aquáticos, como natação, surfe e remo, há dezenas de trilhas que atravessam praias, e um visual arrebatador para estimular os praticantes da corrida e do ciclismo. Mas não só de adrenalina vivem os nativos ou visitantes que praticam atividades físicas na cidade. O aumento do público com esse perfil também vem incentivando a abertura de restaurantes, cafeterias e bares especializados em comida saudável. E grande parte desses estabelecimentos está concentrada no sul da ilha, principalmente no bairro Rio Tavares, que fica próximo ao Centro e à Lagoa da Conceição.

CONHEÇA O BOM GOURMET: NOTÍCIAS DE GASTRONOMIA, RECEITAS, DICAS E MUITO MAIS

Torta do céu da Engelke Boutique Pães. Foto: Juliana Gomes

Nas ruas, o estilo de vida não lembra em nada uma capital. Há diversos centros de terapias alternativas, feiras orgânicas e muitos fornecedores de quitutes vegetarianos. A pegada do bairro é o slow living, a sustentabilidade e a grande oferta de comida natural. Conheça três opções imperdíveis no bairro.

Engelke Boutique de Pães

Da união entre o brasileiro Gustavo Gonçalves e a alemã Engelke Von Schwanenflugel surgiu a padaria e confeitaria mais charmosa do bairro. A ideia do estabelecimento surgiu porque a empresária e sua irmã, ao se mudarem para o Brasil, não gostavam dos pães daqui. Sentiam que as opções eram moles demais e não sustentavam o estômago por muito tempo. O trio começou, então, a vender pães caseiros, baseados em receitas alemãs, para amigos e os membros da Associação de Agricultura Biodinâmica, da qual fazem parte. O sucesso foi rápido e resultou na abertura da loja própria, que inclui uma pequena fábrica, no Rio Tavares.

>>  Leia também: Sobremesa saudável: pudim de chia com gelatina natural de morango

Além da qualidade dos produtos, feitos com insumos locais e orgânicos, a padaria se destaca pelos preços, que são acessíveis para a região. Os pães certificados, como o mix de sementes, e o de raspas de limão, saem por R$ 2. Já o pão rústico, que lembra o italiano, custa R$ 9,50. Quem preferir o produto feito com fermentação natural pode levar para casa o de semente de abóbora, por R$ 12. Não deixe de provar os quitutes doces, elaborados segundo o paladar alemão, sem exagero de açúcar. As tortas inteiras, como a versão de amêndoas com limão, sabem por R$ 24, enquanto o pedaço custa R$ 8.

A Engelke também oferece produtos da região, como manteiga artesanal, queijos, kombucha e chocolates. A visita à padaria já vale a pena pela atmosfera. O estabelecimento é silencioso e rodeado por plantas.

Serviço: Servidão Elpídio da Rocha, 90 – Rio Tavares, Florianópolis. Funciona de segunda a sexta de 6h30 às 19h30. Sábados de 7h às 13h.

***

Botânico, Colheita Criativa

Uma mistura de restaurante e floricultura é a nova opção de comida saudável do sul da ilha. A proposta do jovem casal de sócios, o empresário Lucas Sandim, de Porto Alegre, e da florista Kim Rebourg, nascida na França, ainda é mais ousada: produzir o mínimo de lixo possível. No Botânico, as bebidas são servidas com canudos de vidro e os clientes são incentivados a trazerem suas próprias embalagens para delivery.

>> Quer receitas? aprenda a preparar smoothie de iogurte e frutas

O menu colorido e focado em pratos leves foi desenvolvido em parceria com a gastróloga Amábile Kolenda, que também capacitou os funcionários da cozinha. O cardápio inclui smoothies, açaí, sucos, sanduíches e bowls que misturam muitos vegetais, proteínas e temperos. Todos os públicos foram lembrados pelo Botânico. Há pratos sem glúten, veganos e raw. Outro objetivo da dupla de empresários é contribuir para acabar com o rótulo de que comida saudável significa falta de sabor.

Entre as opções que já despontam como queridinhas dos clientes está o sanduíche de cogumelos (R$ 23), feito com pão italiano orgânico de fermentação natural, homus pink, cogumelos refogados com barbecue, salada de cenoura com cebola roxa e beterraba marinada. Das sobremesas, o difícil é resistir ao creme brûlee de manga com cardamomo e frutas vermelhas frescas (R$ 14), que é vegano. Para beber, nada supera a cor imbatível da mistura de abacaxi, pitaya, chá de capim limão, limão siciliano e gengibre, que custa R$ 12.

Serviço: Está localizado nos fundos do Multi Open Shopping + Offices. Rodovia Dr. Antônio Luiz Moura Gonzaga, 3339 – Rio Tavares, Florianópolis. Funciona de segunda a sexta de 12h às 17h e sábados de 12h30 às 19h. A partir de maio, o restaurante também abrirá à noite.

***

Natú

Não dá para falar em comida saudável no sul da ilha sem citar o Natú. O restaurante é perfeito para o pós-praia ou prática esportiva e já se tornou referência quando o assunto é alimentação natural, sem açúcar e farinha branca e com muitas opções vegetarianas. A proposta da casa é incentivar a prática de esportes e o contato com a natureza, a sustentabilidade e o consumo de comidas leves, com ingredientes orgânicos.

>> Em vídeo: receita de bolo integral de frutas para fazer em casa

O forte da lanchonete são as comidas rápidas, como tapiocas, omeletes e hambúrgueres. O importante é não ir com pressa, pois o cardápio é extenso e tem opções para todos os gostos e fomes. Dos salgados, o destaque fica por conta do grão burguer (R$ 20,90), que leva hambúrguer artesanal de grão de bico e ervilhas, patê da casa, muçarela, tomate e mix de folhas verdes. Também há pão sem glúten. Não vá embora sem provar as coxinhas, como a vegana (R$ 9,90), que leva palmito cremoso, açafrão e tempero verde, e a de cogumelo (R$ 9,9), elaborada com funghi, homus e especiarias.

Para quem precisar de energia reforçada, há os shakes esportivos, como o de açaí, pasta de amendoim, banana e amora. O copo de 350ml sai por R$ 9,90, enquanto o de 500ml, por R$ 12,90. Para beber, também há o espresso orgânico (R$ 5), smoothies e diversas variedades de sucos. Os doces também não passam despercebidos, principalmente o bolo de cacau vegano (R$ 9,90), feito com farinha de arroz e açúcar mascavo.

Serviço: Servidão Aguiar, 41, Rio Tavares – Florianópolis. Funciona de terça a domingo de 12h às 20h30.

LEIA TAMBÉM:

>> Canudinho comestível e biodegradável é alternativa para evitar o plástico

>> Manuseio e transporte são as principais causas para desperdício de alimentos

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.