Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Mapa com quase 200 figurinhas colecionáveis
pode ser comprado e preenchido conforme as caixas cheguem, mês a mês.
Mapa com quase 200 figurinhas colecionáveis pode ser comprado e preenchido conforme as caixas cheguem, mês a mês.| Foto: Leticia Akemi/Gaezeta do Povo

Você já imaginou provar tortas típicas de vários países, muitas vezes localizados em continentes diferentes, de uma só vez e sem sair de casa? O convite para essa viagem gastronômica é feito pela Tortas do Mundo, que desde abril oferece caixas com menu degustação com quatro receitas bem características de uma seleção de países.

A curadoria das tortinhas internacionais é feita pela dupla Maicon Faria e Raissa Koslowski, que utiliza alguns critérios para definir os “destinos” de cada mês. “A gente começa pesquisando datas históricas dos países e, em seguida, busca as receitas de tortas de cada um deles que sejam possíveis de reproduzir aqui no Brasil”, explica Maicon.

Isso porque, é claro, volta e meia surgem ingredientes difíceis de encontrar por aqui ou até mesmo proibidos, como é o caso da semente de papoula, que fez parte de uma torta eslovena tirada do cardápio. “Se é possível, a gente usa um ingrediente equivalente ou parte para outra receita. Também cuidamos para não usar ingredientes que encareçam demais as tortinhas”, explica.

Além da viagem pelos sabores dos países escolhidos, quem compra a caixa acaba tendo uma aula de história, já que o encarte que é entregue junto dá detalhes sobre as datas comemorativas. Na caixa de agosto, por exemplo, há referência à independência da Jamaica, conquistada em 6 de agosto de 1962.

tortas
Tortas do Mundo, que desde abril oferece caixas com menu degustação com quatro receitas bem características de uma seleção de países.| Leticia Akemi/Gazeta do Povo

E da história para a geografia é um pulo. Em julho, a Tortas do Mundo lançou um mapa com quase 200 figurinhas colecionáveis, que pode ser comprado e preenchido conforme as caixas chegam, mês a mês. “Além do menu degustação, a pessoa recebe os selinhos para ir completando o mapa”, explica Maicon.

tortas
Kirschtorte, bolo de receita suíça.| Leticia Akemi/Gazeta do Povo

Na caixa de agosto, a ponte-aérea é entre a já citada Jamaica, a Suíça, a Turquia e a Malásia. A receita da Suíça é a Kirschtorte, um bolo feito com duas bases de merengue de avelã, duas camadas de pão-de-ló e um creme amanteigado de kirsch, uma aguardente de cereja típica daquele país.

tortas
Hummingbird, bolo jamaicano que leva abacaxi, banana e noz-pecan.| Leticia Akemi/Gazeta do Povo

O representante da Jamaica na caixa de agosto é o bolo Hummingbird, que leva abacaxi, banana e noz-pecan e costuma ser servido com cobertura de cream cheese. Já a Turquia, cujo Dia da Vitória é comemorado em 30 de agosto, teve como receita escolhida para a caixa o doce Cezerye, muito popular, de acordo com Maicon, na cidade de Mersin. “O nome é derivado da palavra árabe cezer, que significa cenoura”, explica. A sobremesa leva, além da cenoura, avelã e coco ralado.

tortas
| Leticia Akemi

Por fim, a Malásia ganha a doce homenagem da caixa para o seu Dia da Independência, festejado no último dia do mês, o Kuih Kosui Gula Merah, com sabor levemente adocicado, textura macia e cobertura de coco, levemente salgada.

tortas
Da Malásia, o Kuih Kosui Gula Merah leva cobertura de coco levemente salgada.| Leticia Akemi/Gazeta do Povo

A caixa de agosto custa R$ 90 e serve até três pessoas. Os pedidos devem ser feitos com 24 horas de antecedência e quem quiser o mapa, paga mais R$ 35, incluindo todas as figurinhas disponibilizadas até agora. “Como agosto é o mês de aniversário das Tortas do Mundo, vamos presentear quem já tem o mapa com mais oito figurinhas extras”, garante Maicon.

Curiosidade

Com tanto repertório que envolve a gastronomia mundial, surpreende o fato de Maicon e Raissa nunca terem saído do país. A paixão que resultou no projeto das Tortas do Mundo, que começou com endereço físico em 2015 e se reinventou durante a pandemia, veio a partir de uma aula de confeitaria dela, que é a chef que comanda a cozinha. Ela se apaixonou pela torta de Santiago, típica da Espanha.

“A gente já tinha uma inquietação em relação à oferta de bolos e tortas de Curitiba, que eram sempre muito repetitiva. Aí decidimos partir para explorar as receitas típicas de países do mundo todo, também tentando fugir um pouco dos preparos muito doces, bem típicos do Brasil”, explica Maicon.

Durante os quatro anos da loja física, foram servidas dez opções salgadas e 15 doces, com atenção às tortas mais conhecidas do mundo. “Com a caixa, já estamos chegam a 16 receitas. As que fazem muito sucesso, entram nas nossas opções de encomendas”.

É o caso do Sneeuwballen, da Bélgica, um doce que de longe lembra a palha italiana, por conta do açúcar de confeiteiro ao seu redor. Mas trata-se de uma nuvem de baunilha super suave, coberta com chocolate belga.

Aliás, é importante lembrar: além das caixas com o menu degustação, que variam de mês a mês, mas seguem no catálogo para quem ainda não provou ou quer repetir, também é possível encomendar outros doces, como o Stroopwafel (R$ 5,40) ou ainda tortas inteiras, como a própria torta de Santiago que inspirou a criação das Tortas do Mundo (R$ 41 a pequena e R$ 68 a grande). O cardápio completo pode ser acessado no Instagram da marca, @tortasdomundo.

“A gente mesmo se responsabiliza pela entrega, para garantir que as tortas cheguem perfeitas ao destino final. Além de comida, a gente quer levar para as pessoas cultura, história e lembranças”, finaliza Maicon.

Serviço


Tortas do Mundo
@tortasdomundo
(41) 99679-7231

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]