Notas Báquicas

Colunistas

Degustação à cegas: rosés

Crítico Guilherme Rodrigues provou mais de uma dezena destes rótulos e aponta seus preferidos

por Guilherme Rodrigues Publicado em 12/02/2015 às 00h
Compartilhe

Aposta certa no calor, os vinhos rosés, ou rosados, ainda sofrem um pouco pelo preconceito de muitos consumidores. Vamos repetir, mais uma vez, que essa má vontade não faz o menor sentido. É certo que não existe nenhum grande rosé para equiparar-se aos maiores tintos e brancos. Exceto os champagnes rosés, mas estamos aqui falando em vinhos tranquilos, sem borbulhas. Mas isso de não haver quantidade de rosés acima de 95 pontos não é demérito.

É preciso saber comparar e entender o vinho. Salvo raras exceções, é um vinho casual, para dar prazer sem muita complicação e a preço acessível. Especial em climas quentes, aliás berço de origem de grande parte dos mais famosos rosés. Mas também vai lindamente em ambientes mais frescos e nasce muito bem, mais delicado e fino, em terroirs mais frescos, como o vale do Loire na França.

Considerando então esse patamar de qualidade e de preço, o rosé nada fica devendo aos tintos e brancos da mesma faixa. Tem a vantagem de ser muito gastronômico, e fechar lindamente com quase todo tipo de refeição. Desde frutos do mar, passando por carnes, sanduíches, aves, legumes, verduras, petiscos, cozinha oriental, massas e assim por diante.

Não são vinhos longevos, melhor consumi-los nos primeiros três a cinco anos de vida, quando retém maior frescor e qualidades. A temperatura ideal situa-se em torno dos 7 graus C, ou pouco menos se faz muito calor.

Testamos às cegas 13 dos melhores rosés disponíveis no mercado, a preços acessíveis. Após provar as amostras às cegas, em copos de degustação numerados, sem conhecer o rótulo, selecionamos os  seis campeões para mostrar aos leitores. A degustação transcorreu no inspirado restaurante Cantina do Délio, com o serviço perfeito. Os sommeliers da casa que organizaram a degustação são Murilo Canabrava Buchmann e Ricardo Alcaraz, com a ajuda do garçom Celestino Antol

 

Compartilhe

8 recomendações para você