Restaurantes

Prêmio Bom Gourmet 2014

Escolha o Sabor Popular de Curitiba – votação encerrada

O leitor é quem vai eleger o melhor pastel, carne de onça e feijoada da cidade

por Mariana Sanchez, Carla Rocha e Geanine Ditzel, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 14/07/2014 às 03h
Compartilhe
PRÊMIO BOM GOURMET voltar para o hotsite do Prêmio
APRESENTAÇÃO
PATROCÍNIO
Electrolux - logo Paganini - logo ParkShoppingBarigui - logo

Você já notou como, a cada ano, fica mais difícil eleger o melhor Sabor Popular de Curitiba? Isso porque não faltam boas opções de bares, lanchonetes, botecos e restaurantes dedicados a servir aquelas comidinhas caseiras do dia a dia, simples e deliciosas. Para tornar a tarefa menos árdua e mais justa, a quinta edição do Prêmio Bom Gourmet subdividiu a categoria em três especialidades consagradas. Neste ano, vamos eleger o Melhor Pastel, a Melhor Carne de Onça e a Melhor Feijoada. Durante quase um mês, o público indicou livremente, no site do Bom Gourmet, as iguarias de sua preferência. Agora, as 15 mais citadas (e avaliados por uma comissão interna do Prêmio) voltam à votação popular, aberta a partir desta quinta-feira. Aquela que tiver, em cada especialidade, o maior número de votos até o dia 7 de agosto, será a vencedora!

 

Conheça melhor os finalistas:

Carne de Onça

Bar Martelo

Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

O acepipe é feito de terça a sexta pela dona Gylka, esposa do proprietário, que segue a mesma receita há 32 anos. Servido sobre uma fatia de broa, leva cheiro-verde, sal, pimenta, azeite de oliva e cebola branca. Preço: R$ 11. Onde: R. Conselheiro Dantas, 611, Rebouças – (41) 3332-2243. Abre à noite. Não aceita cartões.

Quermesse

Foto: Diego Pisante

Foto: Diego Pisante

Batizada de “carne de onça japonesa”, é moída na hora e temperada com pimenta- do-reino, azeite de oliva, sal e cebola branca. Acompanha mostardas, molho de pimenta, shoyo e gengibre. Para degustar com rachi. Preço: R$ 38 Onde: R. Carlos Pioli, 513, Bigorrilho – (41) 3026-6676. Abre de terça a sexta a partir das 17h, e domingo, a partir das 18h.

BarBaran

Foto: João Henrique Le Senechal/Divulgação

Foto: João Henrique Le Senechal/Divulgação

A carne vem de fornecedor único e é moída três vezes até chegar ao ponto. O sabor é ressaltado com tempero de molho de pimenta, aceto balsâmico e sal. Acompanha fatias de broa, cebola branca, cheiro-verde e raiz forte. Só não é servida aos domingos. Preço: R$ 9,50. Onde: Al. Augusto Stellfeld, 799, Centro, (41) 3322-2912. facebook.com/ BarBaranUcrania

Bar do Alemão

Foto: Priscilla Fiedler /Divulgação

Foto: Priscilla Fiedler /Divulgação

Preparada em um ambiente com temperatura controlada, é servida sobre uma fatia de broa guarnecida de cebola branca, cheiro-verde e noz-moscada. O tradicional petisco alemão ultrapassa 200 pedidos por semana e é preparado com o patinho (300 g), que é moído três vezes antes de ser servido. Preço: R$ 31,90 Onde: R. Claudino dos Santos, 63, Largo da Ordem – (41) 3223-2585. Abre das 11 às 2h. facebook.com/bardoalemaooficial

Mercearia Fantinato

A carne (patinho ou coxão mole) macerada é temperada com alho, cebola branca, pimenta calabresa, sal, páprica doce e conhaque, salpicada com bastante cebolinha verde. O ritual de preparo é feito na mesa, aos olhos do cliente. Acompanha broa fatiada, manteiga e mostarda escura. Preço: R$ 35,20 (300 g) ou R$ 21,05 (meia porção). Onde: R. Mateus Leme, 2.553, Bom Retiro – (41) 3023-1953. Abre de segunda a sábado, das 12h à 1h. facebook.com/mercearia.fantinato

***

Pastel

Gaúcho – Cia do Pastel

gaucho_menor

O recheio é mais do que generoso. O Gaúcho leva costela, cebola, provolone e catupiry, e tem quatro opções de tamanho: PP, P, M e G, sendo este com até 500 g. A iguaria é servida nos sistemas de rodízio, à la carte ou delivery. Preço: de R$ 6,90 a R$ 18,90, conforme tamanho. Onde: Al. Doutor Carlos de Carvalho, 1.735, Batel – (41) 3015-3012. www.ciapastel. com.br. Abre de domingo a quinta, das 18h à meia-noite. Sextas e sábados até 1h.

Especial – Pastelaria Brasileira

Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Uma das estrelas do cardápio é preparada com carne moída magra, alho, cebola, sal, pimenta e um ovo cru quebrado dentro da massa, que frita durante 15 minutos ao mesmo tempo em que o ovo cozinha. Tem 18 centímetros e pesa em torno de 200 g. Preço: R$ 7. Onde: R. Cândido Lopes, 156, Centro – (41) 3233-4549. Abre de segunda a sábado durante o dia. Aceita somente dinheiro e ticket alimentação em papel.

Carne – Caruso Empadas

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

O lugar é famoso pela empada, mas o pastel é um dos xodós. Servido apenas na sede matriz, leva carne moída com quase nada de gordura, azeitona e pedaços de ovo. A massa é caseira, a fritura é sequinha e o recheio, generoso. Preço: R$ 6,50. Onde: R. Visconde do Rio Branco, 877, Centro – (41) 3029-5411. Abre de segunda a sexta das 9h às 19h30 e aos sábados das 10h às 18h.

Carne – Pastel do Vitor

Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

A barraca do Vitor atende em várias feiras desde 1988. A receita é do sogro, mas a produção fica a cargo do filho e da esposa. É feito artesanalmente na véspera, mas a fritura é na hora, em óleo de Palma. Preço: R$ 3,50. Onde: Quinta (em frente ao Shopping Água Verde); sexta (Água Verde – Cel. Dulcídio com Brasílio Itiberê); sábado (Alto da Glória – R. Alberto Bolliger), domingo (Rebouças – R. Francisco Nunes).

Carne com queijo – Pastelaria Curitiba

Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Antiga lanchonete Yfa, que funcionou por 56 anos no Mercado Municipal de Curitiba, o local foi rebatizado, mas continua servindo os famosos pastéis do tio Zé. Aos 80 anos, é ele quem prepara os quitutes de forma artesanal. São 20 cm de pastel recheado com carne e queijo muçarela. Preço: R$ 5. Onde: Mercado Municipal de Curitiba, box 198, Centro – (41) 9784-0895. De segunda a sexta das 7 às 18h, domingos até 13h.

***

Feijoada

Rancho Bonanza

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A tradição começou há 20 anos, em uma ação beneficente, e não parou mais. O trabalho começa na quarta-feira, quando a costelinha e o charque são dessalgados. A feijoada completa é servida aos sábados com todos os acompanhamentos e batidinhas de aperitivo, mas na quarta pode ser provada no bufê. Preço: R$ 29,90 por pessoa. Onde: R. Gabriel Corisco Domingues, 334. Boqueirão – (41) 3277-1346. www.ranchobonanza.com.br

Bar Baroneza

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Na feijoada do Bar Baroneza, as carnes e defumados são servidos em cumbucas separadas para atender aos diversos gostos. Para acompanhar: mandioca frita, couve mineira, torresmo, farofa, banana à milanesa, laranja picada, vinagrete e caldinho de feijão. É servida aos sábados no sistema de bufê. Preço: R$ 31,90 por pessoa. Onde: R. Sete de Abril, 1.250, Alto da Rua XV – (41) 3352-9327. www.barbaroneza.com.br

Pantagruel

Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo

Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo

O sabor e modo de preparo são os mesmos há 27 anos. Paio, lombo, costelinha defumada, charque e linguiça são os principais ingredientes. Também leva alho e cebola, fritos no bacon. Acompanha arroz, laranja, farofa de mandioca e couve com bacon. É servida aos sábados, na cumbuca. Preço: R$ 63,90 (inteira) e R$ 46,90 (meia). Onde: R. Professor Joaquim M. Barreto, 416, São Lourenço – (41) 3253-7772. Abre sábado, domingo e feriados das 12 às 17h.

Hora Extra

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Não economizar nos ingredientes é um dos segredos. A receita é mineira e tradicional de família. É servida aos sábados no bufê, em panelas de ferro, cada uma com um tipo de carne. Além dos acompanhamentos clássicos – arroz branco, couve, farofa, laranja e vinagrete-, o bolinho de feijão é o diferencial. Preço: R$ 35,90 por pessoa. Onde: R. Holanda, 193, Bacacheri – (41) 3356- 5112. Feijoada aos sábados das 12h às 16h30. www.barhoraextra.com.br.

Vallentina

Foto: Priscila Forone / Arquivo Gazeta do Povo

Foto: Priscila Forone / Arquivo Gazeta do Povo

Aqui, a feijoada tem nome: sem pressa. Isso porque não é só uma refeição, mas um ritual que se cumpre aos sábados. Servida em cumbucas e à vontade, tem desde caipirinha, caldinho de feijão com bacon e torresmo à pururuca, até sobremesas caseiras. Feita com ingredientes selecionados, é o ponto alto da casa. Preço: R$ 43 por pessoa. Onde: R. Almirante Gonçalves, 2.848, Rebouças – (41) 3018-4158. Sábados a partir das 11h30.

PRÊMIO BOM GOURMET voltar para o hotsite do Prêmio
APRESENTAÇÃO
PATROCÍNIO
Electrolux - logo Paganini - logo ParkShoppingBarigui - logo

Compartilhe

8 recomendações para você