Eventos

Concurso

Bar no Vista Alegre é eleito melhor boteco de Curitiba

Schnaps foi o vencedor da 4ª edição do Comida di Buteco; premiação foi na noite desta terça (5) no Mercado Municipal de Curitiba

por Talita Boros Voitch Publicado em 05/06/2018 às 22h
Compartilhe

O Schnaps, bar no Vista Alegre, foi eleito o melhor boteco de Curitiba na 4ª edição do Comida di Buteco, tradicional concurso realizado todo ano em várias cidades do Brasil. A cerimônia de premiação foi na noite desta terça-feira (5) no Mercado Municipal de Curitiba. O segundo lugar ficou com o Bar do Edmundo, no Bacacheri, e o terceiro colocado foi o Dom Rodrigo, localizado em Santa Felicidade, que foi campeão em 2016.

comida di buteco curitiba 2018

Proprietária do Schnaps, Silmara Grandal Vinheski, e Denise Grandal Domingues (com a faixa na mão), que comanda a cozinha do bar, comemoram a vitória na 4ª edição do Comida di Buteco. Foto: Nay Klym/Gazeta do Povo.

“A criação do petisco foi coletiva. Cada um da equipe deu uma opinião e a gente decidiu junto o que fazer. Essa vitória é de todos do bar”, comemorou a proprietária Silmara Grandal Vinheski. Durante o concurso, a casa serviu uma cesta comestível com costela de boi, enrolado de queijo com tomate e manjericão a milanesa e enrolado de goiabada e queijo (R$ 25,90).

Petisco do Schnaps. Foto: Marta Cavalcanti/Divulgação

Agora o Schnaps vai disputar o título de melhor boteco do Brasil com os vencedores de outras 20 cidades. Nesta etapa final, os votos vêm apenas de um juri especializado que viaja o país para conhecer os bares.

O Bar do Edmundo conquistou o segundo lugar graças a um espetinho de camarão com queijo coalho, abacaxi e pimenta biquinho. Dom Rodrigo subiu no terceiro degrau do pódio graças ao Sole D’Italia, um disco de lombo na chapa coberto com rúcula, vinagrete, molho de gorgonzola e queijos muçarela e parmesão, acompanhado de barquetes de pasta de berinjela.

Bar do Edmundo foi o segundo colocado. Foto: Nay Klym/Gazeta do Povo.

Neste ano, 20 bares de Curitiba concorreram ao título de melhor boteco da cidade. Para participar do concurso, os botecos tiveram que criar um petisco com tema livre. A competição aconteceu simultaneamente em outras 20 cidades do país e terminou no dia 6 de maio.

Bar do Edmundo foi o terceiro colocado. Foto: Nay Klym/Gazeta do Povo.

Como funciona o concurso

Para participar do Comida di Buteco, o bar devia respeitar alguns requisitos, como ser familiar e ter o proprietário literalmente à frente do negócio e atrás do balcão no dia a dia. Ao longo do período, os botecos foram avaliados pelo público que come o petisco participante e por um corpo de jurados mantidos sob sigilo. Os votos foram feitos por meio de cédulas de papel e apurados pelo instituto de pesquisas Vox Populi.

O peso dos votos foi de 50% para jurados e público. Além do tira-gosto, que contempla 70% da nota, a qualidade do atendimento, a higiene do local e a temperatura da bebida também foram avaliadas e têm o peso de 10% cada. Na cédula, cada critério é avaliado com notas de 0 a 10. É possível votar apenas uma vez em cada bar. A avaliação é qualitativa e não quantitativa.

>>>Confira a lista de petiscos e botecos que participaram do concurso

Vencedores anteriores

Nos anos anteriores, os botecos vencedores em Curitiba foram: Baba Salim (2017), Dom Rodrigo (2016) e Casa Velha (2015).

>>>Conheça o cardápio da hamburgueria do ator Caio Castro em Curitiba

>>>Festival do Pão com Bolinho já começou, confira os locais participantes

Compartilhe

8 recomendações para você