Baixa Gastronomia

Colunistas

Curitiba tem restaurante peruano sim! E sanduíche de mortadela!

Os colunistas da Baixa Gastronomia contam que a capital paranaense tem restaurante típico do país andino e sanduíche de mortadela

por Rafael Martins e Guilherme Caldas Publicado em 14/10/2015 às 22h
Compartilhe
Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Há definitivamente algo muito especial na culinária peruana. Não houvesse, o que explicaria as filas que se formam no coração da cracolândia paulistana por uma mesa no sensacional Riconcito Peruano? Ou o que nos faria, em Curitiba, ter água na boca ao pensarmos em almoçar no subsolo de um hipermercado?

Pois é num subsolo que funciona o não menos sensacional Do Peruano, o muito aconchegante café e bistrô comandado por Fernando Matsushita. Nascido em Lima de ascendentes japoneses, ele cozinhou profissionalmente na terra natal e no Japão, onde conheceu a esposa, a brasileira (e também nikkei) Ilza Miura, mais conhecia como Zazá.

Em Curitiba, compraram o café e começaram a oferecer, vez por outra, pratos peruanos. Foi a senha para o sucesso. Hoje, a casa oferece pratos típicos diariamente, e um caprichado menu degustação aos sábados (R$ 39,90, com entrada, três pratos principais e sobremesa).

Não há cardápio fixo. Fernando anota num quadro negro as opções do dia. “É raro repetir um prato antes duns três meses”, conta, deixando clara sua fluência na culinária pátria. O ceviche, ícone da cozinha peruana – tilápia fresca preparada com limão, sal, pimenta, “os ingredientes básicos da receita verdadeira”, além de cebola roxa e coentro – é servido diariamente.

Provamos um menu que incluía também causa rellena de atum (uma massa de batata criada à época da guerra entre peruanos e chilenos, em fins do século 19), escabeche de peixe e tallarines verdes com lomito de pollo. Para beber, vá de chicha morada, tradicional bebida inca feita a partir de milho negro e especiarias.

Gente finíssima, Fernando vem à mesa explicar a história e o preparo do prato. A apresentação é caprichada, mas não se engane – as preparações seguem rigorosamente a tradição. Para alegria das dezenas de peruanos que vão ao lugar matar saudades do paladar da terra natal. E a nossa, é claro.

Do Peruano

Avenida Victor Ferreira do Amaral, 1.088, loja 12 (Subsolo do Hiper Muffato) – (41) 3045 6711. Abre segunda-feira das 11 às 18h; de terça a sexta-feira das 11 às 21 horas; todos os sábados e primeiros domingos do mês das 11 às 15h.

 

…e mortadela também!

Foto: Marcelo Elias / Agência de Notíc

Foto: Marcelo Elias / Agência de Notíc

Dois dos sandubas do Maia Box estão entre nossos preferidos de todos os tempos: o Sanduíche do Chef e o de Frango com shiitake. Mas o Mauro, um dos proprietários do box (juntamente com a Maia) nos contou que tudo começou porque eles queriam trazer o tradicional sanduíche de mortadela paulistano para Curitiba. Demorou um pouco para o curitibano de 15 anos atrás a aderir à novidade, mas deu tão certo que hoje o Sanduíche Curitibano é o carro-chefe da casa. Recomendadíssimo!

Maia Box
Mercado Municipal, box 201 – Praça Poty Lazaroto – (41) 3362-9065. De terça a sexta,das 8 às 17 horas; sábados das 8 às 18 horas; domingo das 8 às 13 horas.

Preço
Sanduíche Curitibano: R$ 15,25.

Compartilhe

8 recomendações para você