Bebidas

Vinhos brancos

Riesling é sugestão para a mesa de verão

Bebida harmoniza com frutos do mar, carne de porco e comida tailandesa. Alemães são os principais produtores

por Agência RBS Publicado em 23/01/2015 às 10h
Compartilhe

Aromáticos e refrescantes, os vinhos riesling tinham tudo para fazer sucesso em qualquer lugar do mundo. No Brasil, porém, eles passaram de venerados a temidos e desprezados pelo grande público. Tudo culpa do tal Liebfraumilch, o vinho da garrafa azul, que circulou por aqui nas décadas de 1980 e 1990 e praticamente virou maldição.

“Apesar de ter sido muito consumido no Brasil, é um vinho de péssima qualidade e teve êxito graças à grande jogada de marketing feita aqui”, lembra o sommelier João José. Com a abertura do mercado para a importação, em meados dos anos 1990, o consumidor brasileiro passou a ter acesso aos verdadeiros rieslings, de qualidade.

Originária na Alemanha, a varietal tem uma acidez refrescante. Os aromas são de flores brancas e, por incrível que pareça, derivados de petróleo, como gasolina e querosene. O motivo? O solo.

“Algumas regiões alemãs onde são cultivadas essas uvas estão localizadas perto de rios, pedregosos e cheios de substâncias como fósforo. A uva, delicada, acaba absorvendo os minerais e traduzindo as características em sua constituição. Mesmo com essa peculiaridade, são vinhos espetaculares”, comenta João José.

Para harmonizar, vão muito bem com frutos do mar e carne de porco. Outra dica é experimentar com comida tailandesa, pois a acidez do vinho quebra os fortes temperos asiáticos, como a pimenta.

 

Produção

O país campeão na vinificação desta uva continua sendo a Alemanha. Mas o mercado interno acaba consumindo quase tudo e poucos países conseguem importar — é o caso do Brasil e dos Estados Unidos. Outros locais, no entanto, começam a se destacar nesta produção: França e Austrália são os principais.

Por aqui, pode-se encontrar algumas opções.  Confira rótulos indicados pela enóloga Maria Amélia Duarte Flores e pelo sommelier João José:

 

CLOS DE NOBLES RIESLING

Produzido pela Vinícola Aurora, no Rio Grande do Sul, é um vinho branco seco, com aromas cítricos e paladar fresco. Vai muito bem com peixes grelhados, frutos do mar e risoto de alho-poró. Preço médio: R$ 15

 

DOMAINE MARCEL DEISS RIESLING

Elaborado na região da Alsácia, na França, este vinho tem muita mineralidade, combinando frescor e ótima presença da fruta. Vai bem com peixes, crustáceos, queijos, ostras e aves. Preço médio: R$ 180

 

LEYDA SINGLE VINEYARD NEBLINA RIESLING

É um vinho branco chileno elegante, com limão, toque herbáceo e nuances de querosene nos aromas. Exuberante mineral e acidez no paladar. Preço médio: R$ 80

 

MELI RIESLING

Elaborado pela enóloga Adriana Cerda, é um dos emblemáticos vinhos do Movimento dos Vinhateiros Independentes (Movi). Com produção limitada, este chileno é cítrico e refrescante, com aromas e intensidade marcantes. Preço médio: R$ 35

Compartilhe

8 recomendações para você