Algumas das obras expostas na escola CIC Brésil e que estarão em outdoors até o fim do ano, divulgando diferentes visões sobre o país de Renoir. | Ezekiel Moura
Algumas das obras expostas na escola CIC Brésil e que estarão em outdoors até o fim do ano, divulgando diferentes visões sobre o país de Renoir.| Foto: Ezekiel Moura

A escola CIC Brésil sedia até dia 28 uma exposição de painéis que retratam a França em diferentes estilos e técnicas. A ideia era criar a partir de peculiaridades do país, com senso de humor e pontos de vista individuais.

Quem são os artistas

Paula Calory trabalha com grafite desde 2010 e tem feito obras com essa referência no campo do design.

Leila Alberti é especializada em poéticas contemporâneas no ensino da arte e tem trabalhado com ilustrações de livro infantil, entre outros campos.

Giovana Casagrande participa do coletivo Artixx e pesquisa e trabalha com cerâmica.

Luiz Lavalle é professor de pintura e desenho no Museu Alfredo Andersen e pesquisador das linguagens da pintura, desenho e fotografia.

Rafael Camargo é ilustrador, entre outros, do jornal “Rascunho”.

Camyla Lopes é designer e artista gráfica.

Ezekiel Moura é um ilustrador cujo trabalho é marcado por linhas, ornamentos e detalhes.

O resultado é bastante variado, incluindo colagens, ilustração, nanquim, grafite e até escultura de crochê. São sete obras.

O endereço é Avenida Visconde de Guarapuava, 1.463 (Alto da XV), telefone (41) 3206-2606, e o horário de visitação, de segunda a sexta das 9 às 22 horas.

Quem passar pelos bairros Cabral, Juvevê, Portão e Ahú também poderá ver ampliações das obras em 18 pontos de outdoor, que irão circular pela cidade até dezembro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]