Raduan Nassar: semifinalista do  Man Booker Prize | PAULO PINTO/Fotos Publicas
Raduan Nassar: semifinalista do Man Booker Prize| Foto: PAULO PINTO/Fotos Publicas

Mesmo após derrotar 155 obras da literatura mundial traduzidas para o inglês para estar entre os treze semifinalistas do Man Booker Prize, o magnetismo de “Um Copo de Cólera”, de Raduan Nassar, não foi suficiente para avançar para a próxima etapa. A lista dos seis finalistas foi divulgada nesta quinta (14), sem a presença do brasileiro.

A edição de 2016 do principal prêmio da literatura britânica, que pela primeira vez vai ser anual e entregue para um único livro – desde a sua criação em 2005, considerava um período de produção literária de dois anos – vai anunciar o vencedor 16 de maio.

Entre os finalistas está o angolano José Eduardo Agualusa e o seu tradutor Daniel Hahn, responsáveis por “Teoria Geral do Esquecimento. O pseudônimo Elena Ferrante e o tradutor turco Orhan Pamuk – Nobel de literatura em 2006 – também competem pelo título e prêmio de cinquenta mil libras cada um.

Completam a lista o sul-coreano Hang Kang, por “The Vegetarian”; o chinês Yan Lianke, que assina “The Four Books”; além do austríaco Robert Seethaler, autor de “A Whole Life”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]