Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | WR/TY/WOLFGANG RATTAY
| Foto: WR/TY/WOLFGANG RATTAY

O megahit “Sorry” rendeu a Justin Bieber o topo das paradas, mas também um processo da cantora indie americana White Hinterland. Ela afirma que o cantor e o produtor da música, Skrillrex, usaram sem pedir permissão um “riff vocal proeminente” de sua canção “Ring the bell”.

VEJA MAIS: Assista ao clipe da polêmica música

Em um texto publicado no Facebook nesta quinta (26), Hinterland – cujo nome verdadeiro é Casey Dienel –, diz que deu entrada no processo contra o ídolo pop canadense e “as outras partes responsáveis” pelo suposto plágio. Veículos da imprensa americana confirmaram a ação judicial.

O riff em questão aparece no início e no refrão da música de Bieber. Ao “TMZ”, Dienel afirmou que ele é repetido seis vezes na faixa. Segundo ela, também há semelhanças nas bases de teclado, baixo e percussão.

No Facebook, a cantora alega que seus advogados tentaram entrar em contato com Bieber, mas foram ignorados.

“Eles se recusaram até mesmo a conhecer minha reivindicação, apesar da obviedade da semelhança”, escreveu. “Justin Bieber é o maior artista do mundo, e tenho certeza de que ele e sua equipe irão me atacar. Mas não tive outra opção. Acredito que tenho a obrigação de defender a minha música e a minha arte.”

“Sorry” ficou no topo das paradas por semanas em vários países, incluindo EUA e Reino Unido. O clipe da música no YouTube tem mais de 1,4 bilhão de visualizações.

Bieber e Skrillrex ainda não comentaram o assunto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]