i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
opinião

“De Volta para o Futuro” é um clássico do entretenimento e do marketing

21 de outubro de 2015 é o “futuro” para onde vai o personagem de Michael J. Fox no segundo filme da trilogia que misturou a ideia de viagem no tempo com cultura pop

  • PorAnderson Gonçalves
  • 21/10/2015 10:01
Cena de “De Volta para o Futuro 2”. | Divulgação
Cena de “De Volta para o Futuro 2”.| Foto: Divulgação

Os filmes da década de 1980 têm suas peculiaridades. A estética brega, as trilhas sonoras cafonas e uma dose de ingenuidade tornam muitas dessas produções datadas, ainda que tenham qualidades.

Não é o caso de “De Volta Para o Futuro”, que completa 30 anos em 2015 mantendo-se atrativo para públicos de todas as gerações. Resultado da originalidade do roteiro e do carisma de seus personagens, que conseguiram se tornar adorados por plateias de idades diferentes.

Enquanto os grandes diretores dos anos 70 apostaram em um estilo realista, próximos de crônicas do cotidiano, a Hollywood da década de 80 foi mais inspirada pela mente fantasiosa de Steven Spielberg.

Mas quando idealizou “De Volta Para o Futuro”, o jovem Robert Zemeckis abusou. Pegou a história clássica da máquina do tempo, temperou com elementos da cultura pop e virou-a do avesso.

6 acertos de “De Volta para o Futuro”

Leia a matéria completa

Ao invés de cientistas malucos, Zemeckis colocou para viajar no tempo um jovem abobalhado como muitos de nós. E pensou o que aconteceria se, como a maioria dos mortais, ele fizesse besteira.

Com isso criou uma narrativa engenhosa, cheia de humor e referências que vão de Calvin Klein a Chuck Berry. O resultado foi um filme que faz rir, pensar e vibrar, cada vez mais um desafio para os cineastas atuais.

6 escorregões de “De Volta para o Futuro”

Leia a matéria completa

Zemeckis tem o mérito ainda de ser um dos pioneiros de um marketing comum nos dias de hoje. Ao rodar as duas sequências ao mesmo tempo e programar seu lançamento no intervalo de um ano, já preparou terreno (e o bolso) para arrebanhar espectadores. E consolidou aquilo que hoje chamamos de franquia bem-sucedida.

Assim como Marty McFly, “De Volta Para o Futuro” consegue resistir com brilho às idas e vindas do tempo.

*

Para marcar a data, elaboramos duas listas envolvendo as previsões encontradas em “De Volta para o Futuro” sobre o ano de 2015. Eles erraram algumas, mas o que impressiona mesmo são os acertos. Quem sonha em ver um “De Volta para o Futuro 4”, vai continuar sonhando...

Nesta quarta-feira (21), o jornal “USA Today” circulou com a capa do jornal que aparece no filme noticiando a prisão de Marty McFly (Michael J. Fox).

*

Onde assistir

No cinema

O Cinemark Mueller e o Cinépolis Pátio Batel fazem uma maratona com os três filmes em sequência na quarta-feira (21). As sessões têm início às 17h no Cinépolis e às 17h10 no Cinemark. A Cinemateca de Curitiba também exibe a trilogia no próximo sábado (24), das 14h às 20h.

Na TV a cabo

O Telecine Cult exibe na sexta-feira (23) o primeiro filme, às 19h45, e o terceiro, às 22h. Já o segundo será exibido durante toda a quarta-feira (21), a partir das 12h20, pelo Studio Universal.

Na Netflix

O serviço de streaming tem disponíveis o segundo e o terceiro filmes, mas não o primeiro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.