i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
cinema

Espaço Itaú exibe cópia restaurada de “O Sétimo Selo”

Clássico de Ingmar Bergman estreia nesta quinta-feira (23) em Curitiba

  • PorGazeta do Povo
  • 21/07/2015 14:34
“O Sétimo Selo” mostra uma partida de xadrez entre um cavaleiro e a morte | Divulgação/
“O Sétimo Selo” mostra uma partida de xadrez entre um cavaleiro e a morte| Foto: Divulgação/

O clássico “O Sétimo Selo” (1957), do sueco Ingmar Bergman, será exibido em cópia restaurada em digital na próxima quinta-feira (23). O filme estreia nesta quinta-feira (23) em Curitiba será exibido todos os dias às 19h30 no Espaço Itaú (R. Comendador Araújo, 731 - Shopping Crystal).

No filme, um cavaleiro interpretado por Max Von Sydow retorna das Cruzadas para uma Suécia devastada pela peste negra e pela Inquisição quando encontra a morte. Ela o desafia para uma partida de xadrez, na qual será decidido o destino do cavaleiro.

Esse é o primeiro de um conjunto de clássicos restaurados que serão exibidos em Curitiba e outras nove cidades brasileiras. A cada mês será projetado um filme diferente. São eles “Morangos Silvestres” (1957), também de Bergman, “A Doce Vida” (1960) e “8 1/2” (1963), de Federico Fellini, “Mamma Roma” (1962), de Pier Paolo Pasolini, “Nosferatu - O Vampiro da Noite” (1979) e “Fitzcarraldo” (1982), de Werner Herzog. As próximas datas ainda não foram divulgadas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.