i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
CINEMA

‘Foi uma honra ganhar o respeito de Mel Gibson’, diz diretor de ‘Mad Max’

Adiamento das filmagens por causa da queda do dólar e as turbulências na vida pessoal do ator o afastaram de Max Max: Estrada da Fúria

    • Folhapress
    • 14/05/2015 11:33
    Charlize Theron, George Miller e Tom Hardy em Cannes | Eric Gaillard/Reuters
    Charlize Theron, George Miller e Tom Hardy em Cannes| Foto: Eric Gaillard/Reuters

    Por quase dez anos, Mel Gibson estava preparado para voltar para Mad Max, o personagem que o tornou um astro de ação em uma trilogia encerrada em 1985. O adiamento das filmagens por causa da queda do dólar e as turbulências na vida pessoal do ator o afastaram de Max Max: Estrada da Fúria. Mas não há mágoas, segundo George Miller, diretor e criador de toda a saga.

    “Mad Max – Estrada da Fúria” é de tirar o fôlego

    George Miller fez Além da Cúpula do Trovão em 1985; agora, três décadas depois, o diretor volta à cinessérie que lhe deu fama

    Leia a matéria completa

    “Mel assistiu ao filme do meu lado na première em Los Angeles e foi ótimo vê-lo rir nas horas certas, me perguntar sobre certos atores porque ele filmará na Austrália em breve e me cutucar o tempo todo”, brincou o cineasta em entrevista à reportagem. “Ele também é um grande diretor e foi uma honra ganhar seu respeito. Ele gostou do filme.”

    Miller explica que nunca precisou dizer para o amigo que ele estava fora do projeto. “As coisas foram acontecendo naturalmente e chegou um momento que ele sabia que não poderia mais fazer ‘Mad Max’. Ele precisaria arrumar sua vida e controlar seus demônios”, contou o diretor australiano. “Foi um período que cortou meu coração, porque ele é um homem bom, engraçado. Mas fico feliz por ele ter conseguido controlar seus demônios e estar bem melhor hoje.”

    Mesmo com o sucesso do novo Mad Max entre os críticos, Miller confessa que não está pensando em um quinto capítulo. “Não me pergunte isso”, disse, ao levantar-se da entrevista. “É como perguntar para uma mulher que acabou dar à luz se ela quer ter um outro filho.”

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.