i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Tevê

HBO procura tiros e explosões no Chile

Prófugos, sobre tráfico de cocaína, é a primeira série que o canal produz em território chileno, mirando espectadores do Brasil, Argentina e México

  • PorFolhapress
  • 11/07/2010 21:03
Benjamín Vicuña (de Os Simuladores) interpreta Álvaro Parráguez: profissional do submundo aceito no cartel da família Ferragut | Divulgação
Benjamín Vicuña (de Os Simuladores) interpreta Álvaro Parráguez: profissional do submundo aceito no cartel da família Ferragut| Foto: Divulgação
  • Oscar Salamanca (Francisco Reyes): idealista fracassado e doente, quer garantir o futuro econômico da filha

No topo dos Andes, na calmaria gelada, um barulho interrompe o silêncio no centro de esqui La Parva: tiros. Bandidos trocam reféns e balas no teleférico. Todos se assustam. O diretor Jonathan Jakubowicz entra: "Corta!’’. Está encerrada a gravação de uma cena de Prófugos, série que a HBO produz no Chile. É a sétima do canal na América Latina e a primeira de ação feita fora dos Estados Unidos.

Tudo começa quando quatro malandros resolvem dar um golpe e aceitam o convite de uma traficante para levar um caminhão de cocaína líquida da Bolívia até o Chile. A tarefa termina numa confusão perigosa entre os quatro foragidos (daí o título), a polícia e um grande cartel. "Não há silêncios’’, resume o produtor Rodrigo Flores.

As duas semanas que se seguem serão contadas nos 13 episódios da primeira temporada, prevista para estrear no segundo semestre de 2011.

Droga de vida

Voltar a abordar o narcotráfico na América Latina é um tema delicado. "As coisas têm peso por uma razão, não podemos ignorá-las. É uma desgraça comum ao continente’’, diz o diretor-geral Pablo Larraín (do longa Tony Manero). "A droga que serve de mote para a ação logo desaparece e dá lugar a outros temas’’, diz o ator Benjamín Vicuña.

Um dos mais famosos do estrelado elenco local (participou de Os Simuladores), ele fez contato com traficantes reais para viver o infiltrado Tegui. Policiais também foram consultores do elenco.

As cenas foram gravadas por todo o Chile, da neve de La Parva às praias de Valparaíso. "Nosso maior trunfo e dificuldade é a itinerância. Passamos só três ou quatro dias em cada local’’, afirma Flores. Atrás do projeto há quatro anos, ele esteve na linha de frente para a aprovação pelo canal. "Convencê-los não foi fácil. Não temos o tamanho de mercado do Brasil, da Argentina, do México’’, diz. Ou seja: para ser exportada, a série "neutralizou’’ o Chile, ganhando maior alcance. "Particularmente, gostaria de me aprofundar mais no país, o que não faremos’’, diz o ator Francisco Reyes.

"Baixamos o tom das atuações, falamos mais baixo, com menos gestos. É bem diferente da nossa tev꒒, explica o ator Néstor Cantillana.

"Mas o universal é o local, já dizia Aristóteles’’, arremata Jakubowicz, que se sai bem de outra pergunta espinhosa: como tratar o tema das drogas sem cair na apologia? "Não fazemos a violência cool como nos filmes, porque aqui ela é parte de nossas vidas.’’

Serão seis meses de gravação. Uma cena, que envolve tiroteio e explosões, fechou as ruas do centro de Santiago por três finais de semana seguidos para ser filmada. Um cuidado com detalhes que aparece em cena e agrada à emissora, deixando pistas de que uma segunda temporada pode vir por aí.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.