Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

Livros

Lançamentos

Veja quais os livros mais vendidos de ficção e não-ficção |
Veja quais os livros mais vendidos de ficção e não-ficção
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Árvore de Fumaça

Denis Johnson

Companhia das Letras, 656 págs., R$ 69. Romance.

Em um texto para o jornal The New York Times, a crítica literária Michiko Kakutani afirmou que Denis Johnson, ao escrever sobre a Guerra do Vietnã, conseguiu pegar referências conhecidas como o clássico O Coração das Trevas, de Joseph Conrad, e o filme Apocalypse Now, de Francis Ford Coppola, para criar uma história original. A trama se desenvolve em torno de Skip Sands, soldado recrutado para produzir informação falsa e confundir os comunistas.

Para Francisco

Cristiana Guerra

Arx, 192 págs., R$ 29,90. Memórias.

Cristiana Guerra enviuvou quando estava no sétimo mês de gravidez. Pouco depois do nascimento do bebê, decidiu escrever para evitar que a memória do marido, Guilherme (vítima de uma parada cardíaca), se perdesse com o tempo e para apresentar o pai ao filho, Francisco. Nas palavras da autora, a experiência permitiu que assimilasse a alegria e a tristeza experimentadas simultaneamente. Com os textos, fotos e músicas, criou o blog Para Francisco. O sucesso do diário na internet levou ao livro.

Os Melhores Contos da América Latina

Flávio Moreira da Costa (org.)

Agir, 584 págs., R$ 59,90. Contos.

Vigésima sétima antologia de Flávio Moreira da Costa, o volume dedicado à América Latina compila 80 textos, do período pré-colonial (Popol Vuh, o livro sagrado guatemalteco) aos dias de hoje (Roberto Bolaño, autor de Detetives Selvagens). No carminho, passa por dezenas de autores e quase todos os países do continente, incluindo três Machado de Assis, dois Jorge Luis Borges e dois Dalton Trevisan. Do escritor paranaense, selecionou “Penélope” e “João Nicolau”.

Introdução à Filosofia

Martin Heidegger

Martins Fontes, 452 págs., R$ 69,80. Filosofia.

Curso ministrado por Martin Heidegger (1889-1976) no final dos anos 1920, na Universidade de Freiburg, Introdução à Filosofia é publicado pela primeira vez no Brasil. A obra é dividida em duas partes. A primeira desenvolve a diferença entre ciência e filosofia a partir da verdade (e sua essência), enquanto a segunda discute a relação entre filosofia e visão de mundo nas determinações fundamentais do “ser-no-mundo”.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Caderno G

PUBLICIDADE