| /
| Foto: /

Para o “Caderno G”, Benett fez uma charge (acima) sobre a charge polêmica do semanário “Charlie Hebdo”, publicada no início desta semana.

A respeito da controvérsia, que envolve humor e política, o cartunista da Gazeta do Povo diz: “Sempre haverá alguém que não irá gostar de uma charge sobre tragédias humanas. A charge segue o estilo do jornal [“Charlie Hebdo”], agressiva e contundente, reflexiva”.

Para Benett, a publicação francesa “não está tripudiando o garoto ou os refugiados, mas sim os europeus. Quem não gostou provavelmente não entendeu. Mas a ideia do ‘Charlie Hebdo’ nunca foi agradar. Sempre foi incomodar”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]