i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Erudita

Medaglia rege a ópera Viúva Alegre

  • PorFernanda Trisotto, especial para a Gazeta do Povo
  • 25/06/2009 21:10
Julio Medaglia: tradução teve “um sentido musical” | Jorge Woll/ Gazeta do Povo
Julio Medaglia: tradução teve “um sentido musical”| Foto: Jorge Woll/ Gazeta do Povo

O maestro Júlio Medaglia vem a Curitiba para reger aquela que é, nas palavras dele, "provavelmente a mais bem-sucedida e mais bela opereta que já se escreveu na história da música". Traduzida por ele, a opereta A Viúva Alegre, do compositor austríaco Franz Lehár, será encenada neste domingo, no Teatro Positivo, com a participação da orquestra Ensemble Lírico e do coral Nova Philarmonia, grupos fixados na cidade.

Medaglia conta que essa é uma versão mais compacta da opereta e que o processo de tradução teve um sentido musical muito grande. "Eu busquei manter a fluência ao cantar, como se fosse na língua original", explica Medaglia. A história, que se passa em Paris, gira em torno da riqueza da viúva Ana Glawary. Temendo que ela gaste toda sua fortuna na Cidade Luz, o governo de Pontevedrino, um país europeu imaginário, trama para que ela se case com algum compatriota. Segundo Neyde Thomas, diretora artística do espetáculo, tudo nele "é alegria, com valsas e cancans".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.